Laços de Família (livro)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Laços de Família
Autor (es) Clarice Lispector
Idioma Português
País Brasil
Género Conto
Arte de capa Cyro del Niro
Editora Brasil Francisco Alves, Rocco
Lançamento 1960
Páginas 136
Cronologia
Último
Último
Alguns Contos
A Maçã no Escuro
Próximo
Próximo

Laços de família é um livro de contos da escritora brasileira Clarice Lispector, com primeira edição pela Editora Francisco Alves, em 1960.

Contos[editar | editar código-fonte]

O livro reúne treze contos, seis deles publicados previamente na coletânea Alguns Contos:

  • Devaneio e embriaguez duma rapariga
  • Amor
  • Uma galinha
  • A imitação da rosa
  • Feliz aniversário
  • A menor mulher do mundo
  • O jantar
  • Preciosidade
  • Os laços de família
  • Começos de uma fortuna
  • Mistério em São Cristóvão
  • O crime do professor de matemática
  • O búfalo

Publicação[editar | editar código-fonte]

Os contos publicados em Laços de família foram escritos muito antes da publicação do livro, em 1960. Dois deles foram publicados primeiro em jornais. O conto "O Jantar", foi escrito em 1943 e originalmente publicado em outubro de 1946 no jornal "A Manhã".[1] "O Crime do professor de matemática" também foi publicado primeiro em jornal nacional, com o título de "O Crime" e em versão diferente da definitiva.[2] Esses dois contos, bem como outros quatro ("Amor," "Mistério em São Cristóvão", "Começos de uma Fortuna", "Uma Galinha"), foram publicados em formato de coletânea (Alguns Contos), durante o período de quase um ano que a autora passou no Rio de Janeiro, em 1952. Na época a publicação foi patrocinada pelo Ministério da Educação e Saúde.[3] A redação dos demais contos que compõem o livro foi concluída em março de 1955, mas o mesmo só pode ser publicado em 1960, após a vinda definitiva da autora dos Estados Unidos para o Brasil. Lispector teve dificuldades em liberar os direitos dos seis contos originais de Alguns Contos com o Ministério da Educação e Saúde, apesar de vários pedidos da autora.[4]

Temas[editar | editar código-fonte]

A maioria dos protagonistas dos contos são pessoas comuns abaladas por uma epifania durante suas atividades do cotidiano (ex.: compras no supermercado em "Amor", ou uma reunião de família em "Feliz Aniversário"). O livro parece refletir as experiências da própria autora na época. Como o próprio título sugere, as personagens de Laços de Família são na sua maioria donas de casa lutando para balancear as exigências do casamento e da família com uma vida menos controlável e selvagem. Esse tema pode ser observado na protagonista Ana do conto "Amor". Na história, a vida organizada de Ana desaba quando ela se confronta com um "selvagem" Jardim Botânico, no Rio de Janeiro. Em sua estrutura, os contos lembram um romance posterior, A Paixão Segundo G.H.

Recepção[editar | editar código-fonte]

O livro teve recepção positiva da crítica literária brasileira, recebendo em 1961 o Prêmio Jabuti de Literatura na categoria de contos, crônicas e novelas.

Laços de Família também foi muito exaltado por dois escritores contemporâneos de Clarice, com quem mantinha estreita relação: Fernando Sabino escreve: "você fez oito contos como ninguém nem longinquamente conseguiu fazer no Brasil… [o livro] seria exata, sincera, indiscutível e até humildemente o melhor livro de contos já publicado no Brasil.";[5] Erico Verissimo também não poupou elogios: "Não te escrevi sobre o teu livro de contos por puro encabulamento de te dizer o que penso dele. Aqui vai: é o mais importante coleção de histórias publicadas neste país na era pós-machadiana."[6]

Referências

  1. Lispector, Clarice. O jantar. Rio de Janeiro: clipping desconhecido, Arquivo Clarice, Fundação Casa de Rui Barbosa, Rio de Janeiro, October 1946.
  2. Lispector, Clarisse (sic.). O crime. Rio de Janeiro: clipping desconhecido, Arquivo Clarice, Fundação Casa de Rui Barbosa, Rio de Janeiro, August 25, 1945.
  3. Da Silva Calderaro, Adriana. A biografia de Clarice Lispector refletida em Restos do carnaval sob um olhar morfológico. Lit. lingüíst., 2007, no.18, p.59-100. ISSN 0716-5811.
  4. Lispector, Clarice. ''Correspondências. Rio de Janeiro: Rocco, 2005.
  5. Lispector, Clarice e Sabino, Fernando. Cartas perto do coração. Rio de Janeiro: Record, 2001. p. 124.
  6. Lispector, Clarice. Correspondências. Rio de Janeiro: Editora Rocco, 2002.