Laços de Sangue

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Laços de Sangue
Informação geral
Formato Telenovela
Duração 60 minutos
Criador(es) Pedro Lopes
Aguinaldo Silva (supervisão)
País de origem  Portugal
Idioma original Português
Produção
Diretor(es) Bruno José e Patrícia Sequeira
Produtor(es) Portugal SP Televisão
Portugal SIC
Brasil Rede Globo
Elenco Diana Chaves
Diogo Morgado
Joana Santos
Custódia Gallego
João Ricardo
Joana Seixas
Carlos Vieira
Margarida Carpinteiro
Lia Gama
Pepê Rapazote
(ver mais)
Tema de abertura "Estou Além", Ana Vieira
Exibição
Emissora de
televisão original
Portugal SIC
Transmissão original 13 de setembro de 2010 - 02 de outubro de 2011
N.º de episódios 322[nota 1] [1]
Cronologia
Último
Último
Lua Vermelha
Rosa Fogo
Próximo
Próximo

Laços de Sangue é uma telenovela portuguesa, sendo a primeira resultante da parceria SIC e Rede Globo. Estreou a 13 de Setembro de 2010, às 21h45 e é escrita por Pedro Lopes, contando com a supervisão de Aguinaldo Silva, substituindo Lua Vermelha e sendo substituída por Rosa Fogo. Diana Chaves, Diogo Morgado e Joana Santos interpretam os papéis principais.

A novela ganhou o Emmy Internacional de melhor telenovela de 2011[2] .

Produção[editar | editar código-fonte]

  • Trata-se do filho primogénito fruto do casamento entre a estação de Carnaxide e o canal brasileiro. Os sotaques misturam-se nas gravações de Laços de sangue que resulta dos elos de irmandade entre dois países e que mobiliza equipa da SP Televisão.

A convocatória para a comunicação social assistir às filmagens e conversar com alguns rostos do elenco era explícita. A meio da manhã, a imprensa deveria estar reunida nas instalações da produtora SP Televisão, perto do Cacém, na área metropolitana de Lisboa. E assim foi.

Carta branca para privar com as câmaras, só mesmo para aqueles que trabalham com outras que tais: os fotógrafos. Aos redactores coube esperar, sobretudo para chegar à fala com Diana Chaves, que protagoniza Laços de Sangue.

  • Laços de Sangue é uma história enraizada na realidade portuguesa, com dramas e conflitos próprios de uma sociedade contemporânea, mas aonde o amor continua a ter papel central na vida de qualquer um. Uma novela de mulheres fortes, que, contra todas as adversidades, decidiram arregaçar as mangas e lutar pelo sonho em que acreditam. Gravada em cenários bem portugueses como Viana do Castelo, Lago do Alqueva e o Mercado da Ribeira, em Lisboa, a história de Laços de Sangue terá ainda cenas gravadas no Rio de Janeiro e ambientadas na Amazónia.
  • Pela primeira vez, a SIC e a TV Globo assinam um acordo de coprodução na área da ficção. A parceria inclui o envolvimento das duas empresas em todas as etapas de criação e produção de novelas, incluindo roteiro, planeamento e definição de elementos artísticos.

O acordo é válido por dois anos, renováveis, e prevê inicialmente a produção de duas novelas. A primeira é Laços de Sangue e a segunda coprodução tem estreia prevista para o primeiro trimestre de 2011 e será baseada em um título da TV Globo ainda não definido.

Ao longo de quase 18 anos a SIC e a Globo construíram uma história comum. Portugal esteve sempre presente na ficção da TV Globo e vice versa, seja em gravações feitas no país como foi o caso de Sabor da Paixão, Como uma Onda, O Quinto dos Infernos, Os Maias, entre outras, seja com a presença de actores portugueses em produções brasileiras ou actores brasileiros em novelas portuguesas.

As produções da TV Globo sempre tiveram destaque na grade de programação da SIC, e ao longo desta parceria já foram exibidas mais de 80 novelas e 25 mini-séries. Cada episódio de Laços de Sangue está orçamentado em 200.000€. É uma das produções mais caras da SIC.

No dia 3 de Outubro de 2011 tornou-se na 2ª novela portuguesa a ser nomeada para um Emmy Internacional na categoria de Melhor Telenovela, em conjunto com Meu Amor, da TVI[3] .

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Tudo se inicia há 25 anos atrás, quando duas irmãs são levadas na correnteza de um rio. O pai de ambas salva a mais velha, Inês, mas, acaba por falecer quando tenta resgatar a outra filha, cujo corpo nunca chega a aparecer. A mãe, que está grávida de um rapaz, assiste a toda a tragédia. Na actualidade, Inês (Diana Chaves) é uma jovem de personalidade forte, bondosa e está sempre pronta a ajudar os outros. Licenciada em Gestão Hoteleira, é proprietária do restaurante M, em sociedade com a mãe. No entanto, algo a atormenta, uma vez que se sente culpada pelo falecimento da irmã. O seu grande amor é João (Diogo Morgado), um médico que parte frequentemente em acções humanitárias. É precisamente quando regressa de uma temporada na Amazónia que João se apercebe de que o amor que sente pela namorada é grandioso e decide pedi-la em casamento que é, prontamente, aceite. Todavia, a felicidade do casal é abalada, não só com o AVC que o avô de João sofre, mas também porque durante o jantar de oficialização do noivado, na sequência de um assalto, a irmã do rapaz, grávida do primeiro filho, é mortalmente alvejada por um assaltante. A menina que todos julgam desaparecida e que é irmã de Inês é Marta, que após ser adoptada por uma nova família chamar-se-á Diana (Joana Santos). O choque do acidente fez com que perdesse a memória e, no seu pensamento, existe um constante desconforto. Diana é uma mulher bonita e com sede de dinheiro e de poder, desprezando o ambiente em que vive. Catarina (Teresa Tavares) é uma das suas melhores amigas que, no entanto, nunca conheceu a sua verdadeira personalidade. Quando descobre toda a verdade, a jovem rapariga recupera as suas memórias e vai procurar a sua família biológica, em especial Inês, que considera ser a culpada pelo que lhe sucedeu no passado. A partir daqui, o seu grande objectivo será só um: vingança. Diana irá tentar destruir a irmã e reconquistar a vida que nunca chegou a viver, passando por bens materiais, até ao namorado de Inês, João. Ao seu lado terá Ricardo (Carlos Vieira), com quem se envolverá.

Fim

Para desaparecer sem deixar rasto, Diana simula a sua morte. A vilã toma um químico para reduzir as batidas cardíacas. O médico legista avisa-a de que pode ser perigoso mas a vilã está determinada a cumprir o seu plano. E é dada como morta. Apesar das maldades de Diana, Graciete (Margarida Carpinteiro) decide fazer um funeral à filha adotiva. Inês e João acompanham as celebrações, pois a irmã da vilã quer certificar-se de que ela está mesmo morta. O coveiro que Diana contratou para a desenterrar é desafiado por um colega para ir com ele beber uma cerveja, logo depois do funeral da vilã. O homem tenta resistir mas acaba por ir com o colega. Os dois começam a beber e quando o coveiro decide voltar ao cemitério para libertar Diana sofre um acidente de moto e é levado para o hospital. Depois do funeral, Inês e João voltam para casa para junto do filho. Tiago celebra o primeiro aniversário e toda família festeja a ocasião. Porém, o médico está de serviço e tem de abandonar a festa. Assim que chega ao hospital, João tem de atender um ferido que acabou de ter um acidente de moto. Trata-se, nada mais, nada menos, do que do coveiro que Diana contratou. O médico ainda tenta ajudar o homem, mas já não há nada a fazer. João declara a hora do óbito. Quando o coveiro é dado como morto, Diana acorda dentro do caixão. A jovem fica em pânico pois, naquela altura, o homem já a devia ter desenterrado tal como combinado. Aflita, tira o telemóvel que tem no bolso e liga para o 112. A chamada tarda em ser atendida e quando do outro lado da linha alguém responde, a vilã já não respira. Diana morre asfixiada e enterrada viva.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Susana Vieira fez uma participação especial como Lara Romero.
Ator Personagem
Diana Chaves Inês Nogueira
Diogo Morgado João Caldas Ribeiro
Joana Santos Diana Silva / Marta Nogueira
Custódia Gallego Geraldina Natércia "Gi" Coutinho
João Ricardo Armando Coutinho
Joana Seixas Rita Ribeiro Fonseca
Carlos Vieira Ricardo Carvalhais
Margarida Carpinteiro Graciete Silva
Lia Gama Eunice Nogueira
Pepê Rapazote Luís Barros
Gracinda Nave Isabel Barros
Ricardo Carriço Jaime Vilar
Alexandre de Sousa Gastão Carvalhais
Sofia Sá da Bandeira Adelaide Carvalhais
António Cordeiro Álvaro Brito
Emília Silvestre Francisca Sobral
Pompeu José António Silva
Carla Maciel Gabriela Miranda
Sílvia Filipe Fátima Brito
Jorge Mourato Lourenço Miranda
Ana Guiomar Liliana Pimentel
Rui Santos Manuel Dantas
Teresa Tavares Catarina Marques
Manuel Wiborg Vicente Fonseca
Hugo Sequeira Bernardo Coutinho
Dânia Neto Marisa Pereira
Débora Ghira Sheila Baptista
Pedro Diogo César Martins
Sisley Dias Tiago Nogueira
Tomás Alves Sidério "Tremoço" Gameiro
Juana Pereira da Silva Sandra Machado
Ângelo Rodrigues Orlando Aires
João Baptista Zé Gonçalves
José Carlos Garcia Domingos Machado

Elenco Infantil:

Ator Personagem
Bernardo Oliveira David Barros
Daniela Marques Filipa Pereira
João Maria Maneira Marco Brito

Actores Convidados:

Ator Personagem
Sinde Filipe Frederico Caldas Ribeiro
Maria Botelho Moniz Alice Caldas Ribeiro Dantas
José Fidalgo Joaquim Nogueira (jovem)
Leonor Seixas Eunice Nogueira (jovem)
Margarida Cardeal Graciete Silva (jovem)
Pedro Carraça António Silva (jovem)

Participações Especiais

Ator Personagem
Virgílio Castelo Henrique Sobral
Sandro Pedroso Namorado de Lara
Max Fercondini Doutor Ricardo
Ricardo Pereira Hélio
Gonçalo Waddington Daniel
Miguel Raposo Phillipe
Rúben Gomes Nuno Magalhães
Sandra Barata Belo Júlia Fernandes
Inês Castel-Branco Mónica
Cândido Ferreira Ernesto
Manuela Cassola Laura
Joana Barradas Petra
Sara Barros Leitão Luna
Rui Porto Nunes Sérgio Pedrosa
Rui Mello Amaral
Paula Bobone Professora de etiqueta de Armando Coutinho
Paulo Futre Ele mesmo
Filipe Crawford Padre Jerónimo Freitas
Ana Marta Ferreira Susana
Susana Vieira Lara Romero[4]

Elenco Adicional

Ator Personagem
Adérito Lopes Médico
Alexandre Ferreira
Amélia Videira Maria da Graça Coutinho
Carlos Oliveira Médico
Carlos Queiroz Paulo
Carloto Cotta André
Eduardo Viana Varatojo
Helena Afonso Custódia da Conceição Antunes
Jorge Oliveira Dr. Sérgio
José Boavida Antero
Luís Vicente Matoso
Luzia Paramés Directora Creche
Maria Simões Antónia
Paula Mora Maria do Céu
Pedro Barbeitos Médico
Ronaldo Bonacchi Homem que perdeu os documentos
Sandra B. Dolores
Dimitry Bogomolov Dr. Sergei
Carmen Santos Luísa
João de Carvalho Dono de uma Cadeia de Hoteis
Rodrigo Saraiva Editor do Livro de Jaime
Undina de Sousa D.Madalena

Banda Sonora[editar | editar código-fonte]

Laços de Sangue
Os três protagonistas de «Laços de Sangue»
Banda sonora de Vários artistas
Idioma(s) Português
Inglês
Formato(s) 2 CDs

CD[editar | editar código-fonte]

N.º Título Música Personagem Duração
1. "Estou Além"   Ana Vieira Genérico  
2. "Voar"   Tim & Companheiros de Aventuras João  
3. "Cara de Anjo Mau"   Jorge Palma Diana  
4. "Eu Sei..."   Sara Tavares Inês  
5. "Tento Saber"   Nuno Guerreiro João e Inês  
6. "O Teu Nome"   Miguel Gameiro    
7. "This Is the Life"   Amy Macdonald    
8. "Simple Words"   Fingertips    
9. "Ordena Que Te Ame"   Mundo Cão Ricardo e Diana  
10. "Dá-me Tudo"   Mister Lizard Bernardo Coutinho  
11. "Dizer Que Não"   Lúcia Moniz Gabriela e Lourenço  
12. "Amanhecer (Sempre Mais Uma Vez)"   Susana Félix    
13. "Alentejanas e Amorosas"   Vitorino Núcleo do Alentejo  
14. "Maria Lisboa"   Amália Rodrigues    
15. "Vocês Sabem Lá"   Maria de Fátima Bravo    
16. "Guerra dos Sexos"   The Fevers    
17. "A História de Lilly Braun"   Susana Vieira    

Audiência[editar | editar código-fonte]

Laços de Sangue esteve em grelha mais de um ano e, no total, foram transmitidos 322 episódios que registaram 9.7% de audiência média e 27.8% de share. A estreia da novela, a 13 de Setembro de 2010, alcançou 9.5% de audiência média e 23.4% de share. O último capítulo, transmitido no domingo, 2 de Outubro, obteve 16.2% de audiência média e 37.8% de share e foi assim o que registou melhor desempenho.

Prémios[editar | editar código-fonte]

Ano Prémio Categoria Resultado
2011 Prémios Emmy Internacional Melhor Telenovela Venceu
2012 Troféus TV 7 Dias Troféu de Melhor Novela 2011 Venceu

Reacção[editar | editar código-fonte]

Laços de Sangue, venceu o Emmy Internacional de melhor telenovela. O prêmio Emmy é considerado o Óscar da televisão mundial.

Laços de Sangue foi reconhecida como a melhor na categoria internacional de Telenovela. Durante mais de um ano de exibição a trama de Laços de Sangue mereceu a preferência dos portugueses e agora foi a vez do júri internacional a destacar. A já chamada "novela da nossa gente" venceu, a 21 de novembro em Nova Iorque, o Emmy para a melhor telenovela no 39th International Emmy Awards. O prémio foi entregue ao diretor-geral da SIC, Luís Marques, e ao diretor de entretenimento internacional da Rede Globo, Guilherme Bokel.

A telenovela portuguesa da SIC concorreu com outros três finalistas: ‘Araguaia’, da Rede Globo, ‘Contra las Cuerdas’, da Argentina e ‘Precious Hearts’, das Filipinas. Ao todo, foram 1000 programas inscritos, de 61 países, para disputar os títulos das 10 diferentes categorias, que foram analisados por mais de 800 jurados de 67 países.

Cquote1.svg este Emmy é um prémio à persistência, ao risco, ao fazer diferente e ao acreditar que é possível com uma boa equipa e um bom projeto ter sucesso Cquote2.svg
Reacção de Luís Marques, Director geral da SIC
Cquote1.svg a coroação de um trabalho conjunto de duas grandes equipas- Brasil e Portugal- e três grandes produtoras: Globo SIC e SP Cquote2.svg
Reacção de Guilherme Bokel, Director de Entretenimento Internacional da Globo
Cquote1.svg É motivo de satisfação de todo o Grupo Impresa Cquote2.svg
Reacção de Francisco Pinto Balsemão, Presidente do Grupo Impresa
Cquote1.svg “Este prémio destaca a qualidade da ficção produzida em Portugal Cquote2.svg
Reacção de Cavaco Silva, Presidente da República

Transmissão[editar | editar código-fonte]

Estreia pelo mundo
País Canal Título local Estreia Final
Flag of Portugal.svg Portugal SIC Laços de Sangue 13 de setembro de 2010 2 de outubro de 2011
Flag of Portugal.svg Portugal Globo Portugal Laços de Sangue 8 de setembro de 2013 26 de julho de 2014
Flag of Angola.svg Angola TV Zimbo Laços de Sangue 31 de março de 2014 TBA
Flag of Italy.svg Italia Rai 1 Legàmi 24 de Maio de 2014 TBA
Predefinição:Dados de país/Bulgaria Bulgaria bTV Lady Свързани съдби 13 de Outubro de 2014 TBA

Notas

  1. De salientar que a estação emissora SIC passou durante algum tempo dois episódios seguidos por isso a sic apresentou a novela completa em 312 capítulos.

Referências

  1. SP Televisão. LAÇOS DE SANGUE passa a 322 episódios. Visitado em 24-09-2014.
  2. Veje on-line. Indicados ao Emmy Internacional 2011. Visitado em 13-10-2013.
  3. onversei. Brasil e Portugal nomeados na edição de 2011 dos Emmys Internacionais. Visitado em 03-10-2010.
  4. televisao.uol.com.br. Susana Vieira grava "Laços de Sangue" em Portugal. Visitado em 24-09-2014.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]