Laís Bodanzky

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Laís Bodanzky (São Paulo, 23 de setembro de 1969) é uma cineasta e roteirista brasileira, diretora do premiado filme Bicho de Sete Cabeças e do documentário Cine Mambembe - O Cinema Descobre o Brasil.

A diretora teve muita dificuldade para captação de recursos para o filme Bicho de sete cabeças, porque a maioria das empresas não queria ver o nome vinculado a um filme que falava de drogas, preconceito e hospícios. Entretanto e, ainda assim, o filme foi realizado, tendo no elenco os atores Rodrigo Santoro, Cássia Kiss e Gero Camilo, entre outros.

É co-autora do roteiro do curta-metragem Pedro e o Senhor, dirigido por Luiz Bolognesi e que tem no elenco nomes como William Amaral, Nando Bolognesi e Gerson Steves.

Em 2010, estreou o longa chamado As Melhores Coisas do Mundo, cujo elenco engloba Denise Fraga, Paulo Vilhena e Caio Blat. No ano seguinte, participou do projeto Mundo Invisível, dirigindo o segmento "O Ser Transparente".

Cine Tela Brasil[editar | editar código-fonte]

A cineasta e o marido, Luiz Bolognesi, mantêm desde 2005 um projeto itinerante de exibição gratuita de filmes em cidades dos estados brasileiros de São Paulo, Rio de Janeiro e Paraná. Denominado Cine Tela Brasil, o projeto é mantido com o apoio cultural do Sistema CCR (Companhia de Concessões Rodoviárias), empresa que comanda várias concessionárias brasileiras de rodovias, entre elas a NovaDutra (que controla a Via Dutra, principal ligação rodoviária entre São Paulo e Rio de Janeiro).

Dentro de um caminhão, o Cine Tela Brasil consiste em uma grande tenda de 13m x 15m, onde são instaladas 225 cadeiras, equipamento profissional de projeção 35mm (cinemascope), tela de 7m x 3m, som estéreo surround e ar condicionado. Toda a estrutura é montada e desmontada a cada visita, sendo transportada por um caminhão próprio, que durante as sessões transforma-se em cabine de projeção. As sessões têm duração média de uma hora e 30 minutos, sempre com a exibição de um filme brasileiro de longa-metragem. O projeto promove quatro sessões diárias de cinema.

Até final de julho de 2007, o projeto havia visitado 111 cidades, promovendo 1.355 sessões, e abrangendo um público de mais de 260 mil pessoas (taxa média de ocupação da sala foi de 86%).

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Como diretora[editar | editar código-fonte]

Prêmios[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre cineastas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.