La Sylphide

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde janeiro de 2011).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.

La sylphide, apresentada em 1832 na Ópera de Paris, é um balé de dois atos com coreografia de Fillipo Taglioni, pai de Marie Taglioni, e criador das sapatilhas de ponta.[carece de fontes?]

Este balé, com música de Herman Levenskiold, se passa em algum lugar da Escócia. Um escocês se apaixona por uma sílfide, mas depois cai nas mãos de uma feiticeira, que pede que ele vista um xale mágico e ela morre.

Marie Taglioni foi a primeira bailarina a dançar este balé, pois seu pai coreografou-o especialmente para ela. Ao vê-la dançar, o grande poeta francês Théophile Gauthier, disse que ela era "tão sublime e tão grande como Lamartine e Byron", os dois grandes poetas do Romantismo.

Os figurinos são os famosos tutus românticos, com asinhas de prata na altura acima da cintura.

Trama[editar | editar código-fonte]

Conta a história de James, um camponês escocês, que estava prestes a se casar com Effie, também camponesa. Porém uma Sílfide e James se apaixonam no dia do casamento. Então, James abandona sua noiva, parentes e amigos em seu casamento para ficar com a Sílfide. James percebe que é impossível manter a Sílfide como uma mortal. Uma bruxa chamada Madge vê que os dois estão mesmo apaixonados e dá um lenço mágico para James e diz que ele deve amarrar o lenço na cintura da Sílfide. Ela explica para James que este lenço fará com que as asas da Sílfide caiam e desse modo a Sílfide não poderá mais voar. Quando a Sílfide coloca o lenço, ela cai morta no chão e com ela vai embora a esperança de James viver feliz para sempre com seu grande amor. As sílfides e os amigos da Sílfide a levam embora, e James percebe que Effie está se casando com outro homem. Furioso, James enfrenta Madge que acaba matando-o.

Estreia mundial[editar | editar código-fonte]

Estreou em 12 de março de 1832, no Théâtre de l’Academie Royale de Musique, em Paris.

Ícone de esboço Este artigo sobre Teatro (genérico) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.