La cambiale

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
La cambiale
A Letra (PT)
 Itália
1959 • pb • 91 min 
Realização Camillo Mastrocinque
Argumento Roberto Gianviti
Elenco Totò, Peppino De Filippo, Vittorio Gassman, Ugo Tognazzi
Género Comédia
Idioma Italiano
Página no IMDb (em inglês)

La cambiale (pt: A Letra) é um filme italiano de 1959[1] , dirigido por Camillo Mastrocinque.

Estreou em Portugal a 1 de Setembro de 1961.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

O commendator Bruscatelli (Aroldo Tieri), antes de ser detido, deixa aos primos Posalaquaglia (Totò e Peppino De Filippo, uma letra, que eles passam a Temistocle Bisogni (Luigi Pavese) em compensação dos danos que ambos fizeram na sua tabacaria. A letra protestada passa de mão em mão e acaba de novo nas mãos de Bisogni que a passa aos Posalaquaglia a troco de um falso testemunho. Descobertos, os dois são presos e encontram na cadeia a Bruscatelli, que lhes renova a letra com outra equivalente.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre um filme é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.