Augusta Murray

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Lady Augusta Murray)
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto (desde janeiro de 2014).
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Augusta Murray
Nascimento 27 de Janeiro de 1768
Londres, Reino Unido
Morte 5 de março de 1830 (62 anos)
Ramsgate, Kent, Reino Unido
Nacionalidade Britânica
Parentesco John Murray, 4.º Conde de Dunmore
Lady Charlotte Stewart
Cônjuge Augusto Frederico, duque de Sussex

Augusta Murray (27 de janeiro de 1768 - 5 de março de 1830) foi a primeira esposa do príncipe Augusto Frederico, duque de Sussex, o sexto filho do rei Jorge III. Como o casamento não cumpria as normas do Decreto de Casamentos Reais de 1772, foi considerado ilegal aos olhos da lei e Augusta não pôde receber o título de duquesa de Sussex.

Primeiros anos[editar | editar código-fonte]

Augusta Murray nasceu em Londres, filha de John Murray, 4.º Conde de Dunmore e da sua esposa, Lady Charlotte Stewart, por sua vez filha de Alexander Stewart, 6.º Conde de Galloway. Recebeu o tratamento de Lady Augusta Murray quando nasceu, o título de cortesia normalmente entregue às filhas de condes.

Casamento[editar | editar código-fonte]

Augusta casou-se em segredo com o príncipe Augusto Frederico, sexto filho do rei Jorge III, no dia 4 de Abril de 1793 numa cerimónia anglicana realizada no Hotel Sarmiento em Roma, Itália. O casal repetiu a cerimónia na Igreja de São Jorge, em Hanover Square, Londres, no dia 5 de dezembro do mesmo ano. Nesta cerimónia usaram os seus nomes verdadeiros, mas não revelaram as suas identidades completas. As cerimónias não cumpriam as normas do Decreto de Casamentos Reais de 1772, e por isso o casamento foi anulado. Lady Augusta não pôde receber o título de princesa da Grã-Bretanha nem o tratamento de Sua Alteza Real.

O casal teve dois filhos:

Apesar do anulamento, o príncipe Augusto continuou a viver com Lady Augusta até 1801, altura em que recebeu um empréstimo do parlamento no valor de doze mil libras. O rei deu-lhe os títulos de duque de Sussex, conde de Inverness e barão Arklow no pariato do Reino Unido, e cavaleiro da Ordem da Jarreteira a 27 de novembro de 1801.

Últimos anos[editar | editar código-fonte]

Depois de 1801, o casal separou-se. Em 1806, lady Augusta recebeu uma autorização real para usar o apelido De Ameland em vez de Murray.[1] Lady Augusta ficou com a custódia dos seus dois filhos e recebia uma pensão de quatro mil libras por ano. Morreu em Ramsgate, no Kent. Após a morte de lady Augusta, o duque de Sussex casou-se com Cecília Underwood, com quem viveu no Palácio de Kensington.

Referências

  1. London Gazette: no. 15966. p. 1364. 18 de Outubro de 1806.