Lady Macbeth

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Lady Macbeth sonâmbula (Johann Heinrich Füssli, 1781-84, Louvre)

Lady Macbeth é um dos principais personagens da tragédia Macbeth, escrita pelo dramaturgo inglês William Shakespeare c. 1603-1606.[1] Ela é a esposa do protagonista da obra, o nobre escocês Macbeth. Após convencê-lo a matar o rei Duncan, o casal Macbeth torna-se rei e rainha da Escócia, mas ela acaba severamente atormentada pela culpa. Morre na parte final da obra, aparentemente por suicídio.[1]

Historicamente, o rei Macbeth da Escócia (1005-1057) sucedeu Duncan I após vencê-lo numa batalha ou instigar seu assassinato.[2] Sua segunda mulher foi Gruoch, nascida por volta de 1005 de família nobre, cujo primeiro marido, Gillecomgain, morreu num incidente em que Macbeth também poderia haver estado envolvido.[2] Em algum momento na história - talvez fruto da tradição oral - Gruoch/Lady Macbeth passou a ser considerada uma personagem sinistra, que incitou o assassinato de Duncan por Macbeth. Shakespeare tomou contato com essa tradição através das Crônicas da Inglaterra, Escócia e Irlanda (1587), uma obra historiográfica sobre as Ilhas Britânicas compilada inicialmente por Raphael Holinshed, em que a esposa de Macbeth é retratada como uma mulher ambiciosa e sem escrúpulos, que impulsa seu marido a cometer o crime.[2] Outra possível influência é o Livro das Crônicas da Escócia (c. 1535), de William Stewart, versão em verso da História do Povo Escocês de Hector Boece.[2]

No mundo anglófono, o papel foi desempenhado ao longo do tempo por várias atrizes notáveis, incluindo Sarah Siddons, Helen Faucit, Ellen Terry, Vivien Leigh, Glenda Jackson, Francesca Annis, Judith Anderson, Judi Dench e Keeley Hawes. Jeanette Nolan personificou Lady Macbeth na adaptação cinematográfica de Orson Welles em 1948.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b William Shakespeare. Macbeth. Introduction by Cedric Watts. Wordsworth Editions. 2005. ISBN 978 185326 035 3
  2. a b c d Rosalind Kay Marshall. Scottish Queens, 1034-1714. Dundurn Press Ltd., 2003. ISBN 1-86232-271-6 [1]