Lago Kasumigaura

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Translation arrow.svg
Este artigo foi traduzido de uma versão noutra língua (versão original). Você pode continuar traduzindo ou colaborar em outras traduções.
Question book.svg
Este artigo não cita fontes fiáveis e independentes. (desde agosto de 2011). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Lago Kasumigaura (霞ヶ浦, Kasumigaura?)
Lago Kasumigaura
Localização
Coordenadas 36° 2′ N 140° 23′ E
Localização Prefeitura de Ibaraki
País  Japão
Localidades mais próximas Tsuchiura, Kasumigaura
Características
Tipo Lago monomíctico
Área * 220 km²
Perímetro * 252 km
Profundidade média 4 m
Profundidade máxima 7 m
Volume * 0,848 km³
Afluentes Rios Sakura e Naka e mais 30 pequenos rios
Efluentes Rio Tone
* Os valores do perímetro, área e volume podem ser imprecisos devido às estimativas envolvidas, podendo não estar normalizadas.
Lago Kasumigaura visto da cidade de Namegata.

O Lago Kasumigaura (霞ヶ浦, Kasumigaura?) é o segundo maior lago do Japão, localizado a 60 km a nordeste de Tóquio. Lago Kasumigaura é atualmente o nome dado a um grupo de lagos contínuos, que incluem o lago principal, Nishiura (西浦, Nishiura?, literalmente "baía oeste") e dois lagos menores, Kitaura (北浦, Kitaura?, literalmente "baía norte") e Sotonasakaura (外浪逆浦, Sotonasakaura?), e também abrange rios, conectando-os. Cerca de 45% da área que cerca o lago é de paisagem natural e 43,5% são de terras agricultáveis.

História[editar | editar código-fonte]

Os lagos de Kasumigaura formavam uma profunda baía marinha, mas foram então desligados do Oceano Pacífico através do assoreamento de rios adjacentes e do progresso da subsidência tectônica desde o início do período terciário. O lago era famoso por sua pesca tradicional durante o Período Edo, mas hoje a produção pesqueira caiu drasticamente devido a deterioração da qualidade da água, que foi parcialmente causada pelo fechamento da comporta marítima, em 1963, para fins de dessalinização.

Uso[editar | editar código-fonte]

Hoje o Lago Kasumigaura é usado para pesca, irrigação, turismo, lazer e para consumo pelo público que o cerca e pela indústria local.

Uma variedade de peixes podem ser pegos das águas do Lago Kasumigaura, incluindo esperlanos, icefishes japoneses, pimpões, cabozes, enguias japonesas e camarões-d'água-doce. A pesca mais popular é a da carpa cultivada, seguida do esperlano e do caboz. Outro tesouro cultivado no Lago Kasumigaura é a bela pérola Kasumi de água doce. Elas eram conhecidas por seu alto brilho e tons rosados, que são um resultado de quatro anos de cultivo. No entanto, em 2006, o cultivo foi interrompido, já que pérolas de água doce baratas chinesas provaram ser muito difíceis de se competir contra.

A água do Lago Kasumigaura tem sido usada há muito tempo para a irrigação de arrozais na planície aluvial das cercanias e campos nos planaltos em terraços diluviais cobertos por espessos depósitos de poeira vulcânica. As principais culturas são arroz e raiz de lótus (uma especialidade local). Outros cultivos incluem tomate, pepino, berinjela, melancia, milho, edamame, batata doce, kabocha, nabo e amendoim.

Muitos turistas vêm ao lago no verão para ver os hobikisen (帆引き船, Hobikisen?, literalmente "barco empurrado à vela"), barcos de pesca à vela que são exclusivos do Lago Kasumigaura. O parque aquático Suigo, localizado em Tsuchiura, Ibaraki, é popular durante os meses mais quentes, enquanto que o parque do moinho de vento de Kasumigaura é um local popular às margens do lago durante o ano todo, mais especialmente na primavera, quando as tulipas estão florescendo.

O lago também é um local de lazer. Entusiastas da pesca esportiva e pescadores podem ser encontrados próximos à costa e ao redor da foz dos rios que cercam o lago. Embarcações de recreio como iates, lanchas rápidas, barcos à vela e jet skis comumente desfrutam os quentes fins de semana no lago. As extensas zonas úmidas nas cercanias são ótimas para a observação de aves, já que um grande número de aves aquáticas pode ser observado, principalmente durante o período de invernada. Cormorões japoneses, cisnes-de-bewick, garcinhas-brancas, garças-reais-europeias, patos-reais, piadeiras, garças-reais verdes, pilritos-acuminados, uguisus, maçaricos-bastardos, felosas palustres japonesas, escrevedeiras-dos-caniços japonesas e galeirões-comuns são um pouco das aves que podem ser observadas ao redor do lago.

O Lago Kasumigaura gera mais de 60 toneladas de água por segundo, das quais a maioria vai para a agricultura (83%). O resto é fornecido à indústria local (13%) e ao público (4%) das prefeituras de Ibaraki, Chiba e Tóquio.

Desafios[editar | editar código-fonte]

A eutrofização é um sério problema para o Lago Kasumigaura. Uma legislação foi decretada em 1982 para ajudar a previni-la, incluindo um banimento do uso e venda de detergentes sintéticos contendo fosfato e o controle de conteúdo de nitrogênio e fósforo em efluentes de fábricas.

De modo a ajudar a manter o lago, obras de dragagem estão sendo realizadas em suas margens e estuários dos principais rios afluentes, como o rio Sakura (桜川, Sakuragawa?).

Ligações externas[editar | editar código-fonte]