Laguna Araruama

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Lagoa de Araruama)
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita fontes fiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde agosto de 2014). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Laguna Araruama
Praia do Sudoeste, laguna Araruama
Localização
Localização Região dos Lagos
País  Brasil
Localidades mais próximas Araruama, Iguaba Grande, Saquarema, São Pedro D'Aldeia, Cabo Frio e Arraial do Cabo
Características
Área * 210[1]  km²
* Os valores do perímetro, área e volume podem ser imprecisos devido às estimativas envolvidas, podendo não estar normalizadas.
Laguna Araruama na região de Iguaba Grande
Canal do Itajuru, o elo de ligação entre a Laguna e o Oceano Atlântico

A laguna Araruama, conhecida erroneamente como Lagoa de Araruama,[nota 1] localiza-se na Região dos Lagos, no estado do Rio de Janeiro, Brasil. É a maior laguna hipersalina do mundo, já que sua salinidade gira em torno de 52%, índice que é uma vez e meia a do oceano, e se deve ao fato da característica climática da região onde a evaporação é grande e chove pouco, além de pouquíssimo riachos a desaguarem nela.[2]

Topônimo[editar | editar código-fonte]

Araruama é uma palavra de origem tupi que tem significado controverso. Pedro Guedes Alcoforado, em O tupi na geografia fluminense, afirma significar «abundância de conchas» ou «local de muitas ostras».[3]

A versão mais aceita, contudo, é a de Teodoro Sampaio, o qual afirma que o termo provém de arara-uama e significa «comedouro (ou bebedouro) das araras».[4]

Características[editar | editar código-fonte]

A laguna apresenta um grande corpo d'água com saída para o mar através do Canal do Itajuru, banhando por Araruama, Iguabinha, Iguaba Grande, São Pedro da Aldeia, Cabo Frio, Arraial do Cabo e Praia Seca. Está separada do oceano Atlântico por extensos cordões litorâneos, compondo a restinga de Massambaba.

A sua história econômica está relacionada à extração de sal (pela elevada salinidade de suas águas), à pesca (principalmente tainha, carapeba e camarões) e à extração de moluscos para moagem. O primeiro defeso da história adotado na Laguna Araruama ocorrereu de 1º de agosto e 31 de outubro de 2013.[5]

É considerada uma das melhores raias de vento do país, sendo procurada para a prática de esportes náuticos, como o windsurf e o kitesurf.






Galeria[editar | editar código-fonte]

Ressaca provocada pelo vento sudoeste na praia do Sudoeste, São Pedro da Aldeia 
Laguna de Araruama no verão 
Área próxima à ponta de Roberto Marinho, na praia do Sudoeste, São Pedro da Aldeia 
Laguna de Araruama 
Pôr do Sol na Laguna 
Vista da Orla 


Ligações Externas[editar | editar código-fonte]

Notas

  1. Tal nomenclatura não se ajusta, pois é um corpo d'água que se conecta com o mar através do Canal do Itajuru, além de ser salobra, características portanto de uma laguna.

Referências

  1. Araruama, uma laguna ameaçada Ciência Hoje. Visitado em 06 jun. 2012.
  2. Araruama, uma laguna ameaçada Ciência Hoje. Visitado em 13 jun. 2012.
  3. Centro de Documentação e Informação do Congresso Nacional. Anais da Câmara dos Deputados. [S.l.]: Departamento de Imprensa Nacional, 1974.
  4. SAMPAIO, Teodoro. Vocabulário geográfico brasileiro. [S.l.]: Editora da Universidade de São Paulo, 1955. 146 pp.
  5. [www.diarioaldeense.blogspot.com.br/2013/05/primeiro-defeso-da-historia-da-laguna.html Primeiro defeso da história da Laguna Araruama começa em agosto.] Diário Aldeense. Visitado em 08 jul. 2013.