Lagoas da Nova Caledónia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Pix.gif Lagoas da Nova Caledonia *
Welterbe.svg
Património Mundial da UNESCO

Lagoons and Reefs of New Caledonia May 10, 2001.jpg
Porção Norte de Grande Terre
País  França
Tipo Natural
Critérios vii, ix, x
Referência 1115
Região** Europa e América do Norte
Coordenadas 20° 24′ S 164° 33′ E
Histórico de inscrição
Inscrição 2008  (32ª sessão)
* Nome como inscrito na lista do Património Mundial.
** Região, segundo a classificação pela UNESCO.

As Lagoas da Nova Caledonia são formadas pela segunda maior barreira de corais do mundo, só perdendo para a Grande Barreira de Corais na Austrália. Localizadas na Nova Caledónia, uma possessão francesa.

A Barreira de Recifes da Nova Caledónia ao redor de Grande Terre, a maior ilha da Nova Caledónia, bem como a Ile des Pins e muitas outras pequenas ilhas, chegam a alcançar mais de 1500 Km de extensão. Os recifes formam lagoas de 24 Km2, com profundidade média de 25 m. A extensão noroeste atinge as Ilhas Belep e outros cayos de areia. Muitas passagens naturais levam ao oceano. A Passagem Boulari, que leva à Noumea, capital e principal porto da Nova Caledónia, possui o Farol Amédée.

Os recifes acomodam uma grande variedade de espécies com alto nível de endemia, e é lar do dugongo, bem como um importante local de aninhamento da Tartaruga-verde.

A maioria dos recifes estão em boas condições. Alguns recifes da região leste foram danificados pela extração de níquel da região de Grande Terre. Sedimentação graças a mineração e agricultura tem afetado muito os recifes próximos das bocas de rio, o que foi piorado graças a destruição dos manguezais, que ajuda a reter os sedimentos. Alguns recifes foram enterrados sob muitos metros de silte.

Nas Lagoas da Nova Caledónia há muitas espécies marinhas que vão desde o plancton a peixes grandes e até mesmo tubarões.

Patrimônio Mundial[editar | editar código-fonte]

Em Janeiro de 2002 o governo francês propôs à UNESCO a inclusão dos recifes da Nova Caledónia como Patrimônio Mundial. A UNESCO listou os recifes com o nome de Lagoas da Nova Caledónia: Diversidade de Recifes e Ecossistemas Associados em 7 de julho de 2008.[1] As Lagoas foram inclusas em três categorias:

  1. Fenômeno natural superlativo ou beleza natural
  2. Processos biológicos e ecológicos ativos
  3. Diversidade biológica e espécies ameaçadas

Galeria[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. UNESCO. Página visitada em 12/6/2012.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Lagoas da Nova Caledónia