Lajedo do Tabocal

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde setembro de 2010).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Município de Lajedo do Tabocal
Bandeira desconhecida
Brasão desconhecido
Bandeira desconhecida Brasão desconhecido
Hino
Aniversário 13 de Junho
Fundação 13 de junho de 1989
Gentílico lajedense
Lema lIVRE PARA O DESENVOLVIMENTO
Prefeito(a) Mariangela Borges (PSB)
(2009–2012)
Localização
Localização de Lajedo do Tabocal
Localização de Lajedo do Tabocal na Bahia
Lajedo do Tabocal está localizado em: Brasil
Lajedo do Tabocal
Localização de Lajedo do Tabocal no Brasil
13° 28' 30" S 40° 13' 26" O13° 28' 30" S 40° 13' 26" O
Unidade federativa  Bahia
Mesorregião Centro-Sul Baiano IBGE/2008[1]
Microrregião Jequié IBGE/2008[1]
Municípios limítrofes Itiruçu, Maracás,planaltino,Lafaiete Coutinho
Distância até a capital 365 km
Características geográficas
Área 423,785 km² [2]
População 8 305 hab. IBGE/2010[3]
Densidade 19,6 hab./km²
Clima Não disponível
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,584 baixo PNUD/2010[4]
PIB R$ 39 990,066 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 4 481,68 IBGE/2008[5]
Página oficial

Lajedo do Tabocal é um município brasileiro do estado da Bahia.

Lajedo do Tabocal distante aproximadamente 365 km da capital, no sudoeste da Bahia, é conhecido por possuir um clima de frio típico europeu, em dias de frio a temperatura chega a 12º, sua cultura é forte em pecuária,o município fica a 890 ms do nível do mar, por isso faz calor durante o dia e frio durante a noite.

História[editar | editar código-fonte]

A comunidade surgiu por volta de 1900, devido a concentração de famílias atraídas pela fertilidade do solo e disponibilidade de terras. Inicialmente denominado de Lajedo de José Anacleto, depois de Manoel Grande e posteriormente Lajedo do Tabocal. A denominação de Lajedo do Tabocal se deve a existência da grande quantidade de Tabocas (bambu) nas proximidades de um lajedo.

Durante a fase inicial de exploração agrícola, houve conflitos de terras, solucionados em 1922 através do programa de distribuição de terras. A boa adaptabilidade do solo na plantação de café, fumo, mandioca e feijão; contribuiu consideravelmente para a fixação das famílias na região.

Como área de influência, tem os povoados do Peixe, Morro das Rosas e concentração de mini e pequenos produtores na Fazenda Nova, Santana, Angico, Caboclo, São Pedro e Figueiredo. A comunidade vive em função da lavoura cafeeira no que tange à tratos culturais, colheitas e etc.

Na área de influência apresenta diversificação na exploração agropecuária sendo inclusive, parte integrante do Projeto Jaguaquara, recém criado e já em fase inicial de implantação.

Interligado a BR 116 por estrada de pavimentação asfáltica, importante no escoamento da produção e no fluxo de pessoas, ainda apresenta deficiência na infra- estrutura econômica e social.

A comunidade, apesar de ser unida, não participava de atividade comunitária conjunta, só após o movimento em prol da emancipação política vem despertando interesse. Certificando-se de que a unidade poderá gerar-lhe melhores condições, Adalício Almeida da Silva, Reivaldo Moreira Fagundes e comunidade ingressaram na luta pela emancipação em 1985, quando surgiu a comissão pré-emancipação política de Lajedo do Tabocal, formando plebiscito pela emancipação em 13 de junho de 1989. O governador em exercício sancionou a Lei nº 5504, que transformou Lajedo do Tabocal em município, constituído apenas pelo distrito sede de mesmo nome.

Lajedo do Tabocal teve nomes que ficaram na "Historia". Pessoas com altas qualidades e distintas personalidades ficaram conhecidas, Alvaro Fagundes, Principal fundador do Município, Reivaldo fagundes, Adalicio Almeida, O vereador Nô, Maria Augusta, "Didi Brandão", Iara Rocha, Marilene Almeida, Dentre outras peças Fundamentais para a construção de Lajedo. Todos com um mesmo objetivo, transformar lajedo em cidade de primeiro mundo, trazendo melhorias e melhor expectativa de vida.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Sua população estimada em 2010 era de 9.305 habitantes.

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Página visitada em 5 dez. 2010.
  3. Censo Populacional 2010 Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Página visitada em 11 de dezembro de 2010.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2010). Página visitada em 25 de agosto de 2013.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 11 dez. 2010.
Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado da Bahia é um esboço relacionado ao WikiProjeto Nordeste do Brasil. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.