Lajes (Rio Grande do Norte)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Lajes
"Lajes do Cabugi"
Bandeira de Lajes
Brasão de Lajes
Bandeira Brasão
Hino
Aniversário 03 de Dezembro
Fundação 25 de novembro de 1914
Gentílico lajense
Lema Minha Terra, Meu Lugar
Prefeito(a) Luiz Benes Leocádio de Araújo (PMDB)
(2009–2012)
Localização
Localização de Lajes
Localização de Lajes no Rio Grande do Norte
Lajes está localizado em: Brasil
Lajes
Localização de Lajes no Brasil
05° 42' 00" S 36° 14' 42" O05° 42' 00" S 36° 14' 42" O
Unidade federativa  Rio Grande do Norte
Mesorregião Central Potiguar IBGE/2008 [1]
Microrregião Angicos IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes Norte: Jandaíra, Pedra Preta e Pedro Avelino
Sul: São Tomé e Cerro Corá
Leste: Pedra Preta, Caiçara do Rio do Vento e Jardim de Angicos
Oeste: Pedro Avelino, Angicos e Fernando Pedroza
Distância até a capital 125 km[2]
Características geográficas
Área 676,417 km² [3]
População 10 530 hab. (RN: 63º) –  IBGE/2012[4]
Densidade 15,57 hab./km²
Altitude 199 m [5]
Clima clima muito quente e semi-árido
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,624 médio PNUD/2010[6]
PIB R$ 40 027,674 mil IBGE/2008[7]
PIB per capita R$ 3 728,01 IBGE/2008[7]
Página oficial

Lajes, município no estado do Rio Grande do Norte (Brasil), localizado na microrregião de Angicos.

História[editar | editar código-fonte]

Uma fazenda pertencente a Francisco Pedro de Gomes Melo, nos idos de 1825, representou os primeiros sinais de povoamento no lugar.

A localidade de Lajes, por estar estrategicamente situada nos caminhos do sertão, tornou-se um importante ponto de encontro e descanso de boiadeiros e fazendeiros em viagens à procura de negócios, que aproveitavam a parada obrigatória para refrescar o comboio e completar a carga vendida.

No ano de 1914, a estrada de ferro Sampaio Correia chegou à localidade, trazendo com ela o progresso e impulsionando o desenvolvimento local. Em 25 de novembro do mesmo ano, pela Lei no 360, foi criado o município de Lajes, que na oportunidade incorporou a sede do município de Jardim de Angicos.

O município mudou de nome por força do Decreto no 268, de 30 de dezembro de 1943, passando a ser chamado de Itaretama, que significa região de pedras.

Dez anos depois, em 11 de dezembro de 1953, pela Lei no 1.032, retornou ao antigo nome; voltou a ser Lajes.

Geografia[editar | editar código-fonte]

De acordo com o censo realizado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) no ano 2000, sua população é de 9.399 habitantes. Área territorial de 666 km².Possui um famoso pico no Rio Grande do Norte, o pico do Cabuji, com 590 metros de altitude.Lajes se localiza na Região Central do Estado, distante 125 km da capital.

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Visitado em 11 de outubro de 2008.
  2. FEMURN. Distâncias dos Municípios do Rio Grande do Norte a Natal-RN. Visitado em 3 de março de 2011.
  3. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Visitado em 5 dez. 2010.
  4. ESTIMATIVAS DA POPULAÇÃO RESIDENTE NOS MUNICÍPIOS BRASILEIROS COM DATA DE REFERÊNCIA EM 1º DE JULHO DE 2012 (PDF) Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (30 de agosto de 2011). Visitado em 31 de agosto de 2012.
  5. Embrapa Monitoramento por Satélite. Rio Grande do Norte. Visitado em 27 de julho de 2011. Cópia arquivada em 27 de fevereiro de 2011.
  6. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil Atlas do Desenvolvimento Humano Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2010). Visitado em 04 de setembro de 2013.
  7. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Visitado em 11 dez. 2010.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado do Rio Grande do Norte é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.