Lalibela

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Uma das inúmeras igrejas localizadas na cidade de Lalibela

Lalibela é uma cidade da Etiópia onde se encontram igrejas monolíticas, esculpidas na rocha viva, por ordem do rei Lalibela (século 12 da era cristã). Àquela altura, os cristãos tinham por tradição visitar ao menos uma vez na vida a cidade de Jerusalém (como hoje os muçulmanos fazem com a cidade de Meca, seu centro religioso). Como Jerusalém estava dominada pelos árabes, os cristãos não podiam exercer essa tradição. Assim, enquanto os católicos europeus passaram a se voltar para Roma (até hoje, ocorrem peregrinações à cidade italiana a cada 25 anos, nos anos terminados em 0, 25, 50 e 75, de cada século), Lalibela decidiu construir uma réplica de Jerusalém em seu reino. A Etiópia tem uma das mais antigas tradições cristãs. Para seus fiéis, de tradição copta, a peregrinação a Lalibela tem o caráter de uma viagem a Jerusalém.


Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia da Etiópia, integrado ao Projeto África é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.