Lama vermelha

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes. (desde dezembro de 2012). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Extração de bauxita: A lama vermelha é composta por resíduos tóxicos da transformação de bauxita em alumíniov
Luftaufnahmen Nordseekueste 2012-05-by-RaBoe-478.jpg

A lama vermelha é um resíduo poluente, de coloração vermelha, produzido pelo processamento de bauxita.

Composição[editar | editar código-fonte]

Sua composição varia conforme o método de fabricação: em média 24-45% de óxidos de ferro, 15-28% de óxido de alumínio, 3-11% de dióxido de titânio, 50-20% de sílica, 5-12% de óxido de sódio e 1-3% de óxido de cálcio. Em quantidades inferiores a 1% encontra-se gálio, vanádio e terras raras. O hidróxido de sódio (soda cáustica) faz com que a lama seja altamente corrosiva.

Impacto Ambiental[editar | editar código-fonte]

  • Alta concentração de hidróxido de sódio é perigosa. Os efeitos são de curto prazo, pois se dilui em água. Mas o efeito corrosivo destrói a vegetação.
  • Metais pesados contaminam solo e lençóis freáticos. Pode comprometer o abastecimento de água potável. Beber água contaminada com metais pesados pode acarretar doenças e danos neurológicos, cardiovasculares, metabólicos e genéticos. Seres humanos se contaminam ao consumir alimento feito a partir de animais contaminados.

Utilização[editar | editar código-fonte]

  • Produção de titânio
  • Compostos betuminosos, para construção de estradas
  • Produção de aço
Ícone de esboço Este artigo sobre ambiente é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.