Lambda Crucis

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
λ Crucis
Dados observacionais (J2000)
Constelação Crux
Asc. reta 12h 54m 39,2s[1]
Declinação -59° 08′ 48,1″[1]
Magnitude aparente 4,602[1]
Características
Tipo espectral B4 Vne[1]
Cor (U-B) -0,60[2]
Cor (B-V) -0,15[2]
Variabilidade β Cephei[3]
Astrometria
Velocidade radial 12,0 km/s[1]
Mov. próprio (AR) -32,92 mas/a[1]
Mov. próprio (DEC) -14,60 mas/a[1]
Paralaxe 8,50 ± 0,21 mas[1]
Distância 384 ± 9 anos-luz
118 ± 3 pc
Magnitude absoluta –1,2[4]
Detalhes
Massa 5,0 ± 0,1[5] M
Raio 3,4[6] R
Gravidade superficial 3,62 cgs (log g)[7]
Luminosidade 4 800[7] L
Temperatura 17 300[7] K
Rotação 300 km/s[7]
Idade 53,3 ± 8,1 milhões[5] de anos
Outras denominações
CD-58 4794, HR 4897, HD 112078, HIP 63007, SAO 240368.[1]
Lambda Crucis
Crux constellation map.png

Lambda Crucis (λ Cru, λ Crucis) é uma estrela na constelação de Crux. Tem uma magnitude aparente média de 4,60,[1] o que significa que é visível a olho nu em boas condições de visualização. Com base em medições de paralaxe, está localizada a aproximadamente 384 anos-luz (118 parsecs) da Terra.[1] A essa distância, sua magnitude aparente sofre redução de 0,036 devido à extinção causada por gás e poeira.[8]

Lambda Crucis é uma estrela de classe B da sequência principal com um tipo espectral B4 Vne,[1] em que a notação 'e' indica a presença de linhas de emissão em seu espectro, o que a torna uma estrela Be, enquanto a notação 'n' indica que suas linhas de absorção estão largas e nebulosas devido a uma alta velocidade de rotação, de mais de 300 km/s.[7] Lambda Crucis tem cerca de 5 vezes a massa solar,[5] 3,4 vezes o raio solar[6] e está brilhando com 4 800 vezes a luminosidade solar.[7] Sua atmosfera irradia essa energia a uma temperatura efetiva de 17 300 K,[7] o que dá à estrela a coloração azul-branca típica de estrelas de classe B.[9] Sua idade é estimada em cerca de 53 milhões de anos.[5]

Lambda Crucis pertence ao subgrupo Centaurus-Crux Inferior da associação Scorpius–Centaurus, a associação OB mais próxima do Sol.[8] Não possui estrelas companheiras conhecidas.[10] É também uma estrela variável do tipo Beta Cephei; sua magnitude aparente tem uma varição de 0,02 ao longo de um período de 0,3951 dias.[3]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c d e f g h i j k l SIMBAD query result - lam Cru. SIMBAD. Centre de Données astronomiques de Strasbourg. Página visitada em 4 de março de 2014.
  2. a b Johnson, H. L.; Iriarte, B.; Mitchell, R. I.; Wisniewskj, W. Z.. (1966). "UBVRIJKL photometry of the bright stars". Communications of the Lunar and Planetary Laboratory 4 (99). Bibcode1966CoLPL...4...99J.
  3. a b Samus, N. N.; Durlevich, O. V.; et al (janeiro de 2009), "General Catalogue of Variable Stars (Samus+ 2007-2013)", VizieR, Bibcode2009yCat....102025S, http://cdsarc.u-strasbg.fr/viz-bin/Cat?cat=B/gcvs& 
  4. de Geus, P. T.; de Zeeuw; Lub, J. (junho de 1989), "Physical parameters of stars in the Scorpio-Centaurus OB association", Astronomy and Astrophysics 216 (1-2): 44–61, Bibcode1989A&A...216...44D 
  5. a b c d Tetzlaff, N.; Neuhäuser, R.; Hohle, M. M. (janeiro de 2011), "A catalogue of young runaway Hipparcos stars within 3 kpc from the Sun", Monthly Notices of the Royal Astronomical Society 410 (1): 190–200, doi:10.1111/j.1365-2966.2010.17434.x, Bibcode2011MNRAS.410..190T 
  6. a b Pasinetti Fracassini, L. E.; Pastori, L.; Covino, S.; Pozzi, A. (fevereiro de 2001). "Catalogue of Apparent Diameters and Absolute Radii of Stars (CADARS) - Third edition - Comments and statistics". Astronomy and Astrophysics 367: p.521-524 pp.. DOI:10.1051/0004-6361:20000451. Bibcode2001A&A...367..521P.
  7. a b c d e f g Levenhagen, R. S.; Leister, N. V. (setembro de 2006). "Spectroscopic analysis of southern B and Be stars". Monthly Notices of the Royal Astronomical Society 371 (1): pp. 252-262 pp.. DOI:10.1111/j.1365-2966.2006.10655.x. Bibcode2006MNRAS.371..252L.
  8. a b Chen, Christine H.; Pecaut, Mark; Mamajek, Eric E.; Su, Kate Y. L.; Bitner, Martin. (setembro de 2012). "A Spitzer MIPS Study of 2.5-2.0 M ⊙ Stars in Scorpius-Centaurus". The Astrophysical Journal 756 (2): artigo 133, 24 pp. pp.. DOI:10.1088/0004-637X/756/2/133. Bibcode2012ApJ...756..133C.
  9. "The Colour of Stars", Australia Telescope, Outreach and Education (Commonwealth Scientific and Industrial Research Organisation), 21 de dezembro de 2004, http://outreach.atnf.csiro.au/education/senior/astrophysics/photometry_colour.html, visitado em 4 de março de 2014 
  10. Rizzuto, A. C et al. (dezembro de 2013). "Long-baseline interferometric multiplicity survey of the Sco-Cen OB association". Monthly Notices of the Royal Astronomical Society 436 (2): p.1694-1707 pp.. DOI:10.1093/mnras/stt1690. Bibcode2013MNRAS.436.1694R.
Ícone de esboço Este artigo sobre Estrelas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.