Lambda Muscae

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
λ Muscae
Dados observacionais (J2000)
Constelação Musca
Asc. reta 11h 45m 36,4s[1]
Declinação -66° 43′ 43,5″[1]
Magnitude aparente 3,65[1]
Características
Tipo espectral A7 V[1]
Cor (U-B) 0,15[2]
Cor (B-V) 0,16[2]
Astrometria
Velocidade radial 15,0 km/s[1]
Mov. próprio (AR) -100,35 mas/a[1]
Mov. próprio (DEC) 33,49 mas/a[1]
Paralaxe 25,65 ± 0,34 mas[1]
Distância 127 ± 2 anos-luz
39,0 ± 0,5 pc
Magnitude absoluta 0,70
Detalhes
Raio 3,5[3] R
Gravidade superficial 3,70 csg (log g)[4]
Temperatura 8 042[5] K
Metalicidade 0,27 (186% solar)[4]
Rotação 57,7 ± 1,7 km/s
(período de 2,6 dias)[5]
Outras denominações
CPD-66 1640, FK5 442, HR 4520, HD 102249, HIP 57363, SAO 251575.[1]
Lambda Muscae
Musca constellation map.png

Lambda Muscae (λ Mus, λ Muscae) é a quarta estrela mais brilhante da constelação de Musca, com uma magnitude aparente de 3,65. Medições de paralaxe mostram que está localizada a aproximadamente 127 anos-luz (39 parsecs) da Terra.[1]

Lambda Muscae é uma estrela de classe A da sequência principal com um tipo espectral de A7 V[1] e temperatura efetiva de 8 042 K,[5] portanto emite luz de cor branca.[6] Com base em seu diâmetro angular de 0,84 milissegundos de arco,[7] possui um raio de aproximadamente 3,5 vezes o raio solar.[3] Sua metalicidade (a abundânca de elementos diferentes de hidrogênio e hélio) equivale a 186% da solar[4] e sua velocidade de rotação projetada é de 57,7 km/s.[5]

Lambda Muscae forma um sistema binário com uma estrela localizada a uma distância média de 6,3 milissegundos de arco na esfera celeste. A órbita tem um período de 1,239 anos e uma excentricidade de 0,2986.[8]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c d e f g h i j k SIMBAD query result - lam Mus SIMBAD. Centre de Données astronomiques de Strasbourg. Página visitada em 17 de março de 2014.
  2. a b Johnson, H. L. et al. (1966). "UBVRIJKL photometry of the bright stars". Communications of the Lunar and Planetary Laboratory 4 (99). Bibcode1966CoLPL...4...99J.
  3. a b Lang, Kenneth R. (2006), Astrophysical formulae, Astronomy and astrophysics library, 1 (3 ed.), Birkhäuser, ISBN 3-540-29692-1, http://books.google.com/books?id=OvTjLcQ4MCQC&pg=PA41 . O raio (R*) é dado por:
    \begin{align} 2\cdot R_*
 & = \frac{(39\cdot 0,84\cdot 10^{-3})\ \text{UA}}{0,0046491\ \text{UA}/R_{\bigodot}} \\
 & \approx 7\cdot R_{\bigodot}
\end{align}
  4. a b c Gray, R. O. et al. (julho de 2006), "Contributions to the Nearby Stars (NStars) Project: spectroscopy of stars earlier than M0 within 40 pc-The Southern Sample", The Astronomical Journal 132 (1): 161–170, doi:10.1086/504637, Bibcode2006AJ....132..161G. 
  5. a b c d Ammler-von Eiff, M.; Reiners, A. (junho de 2012). "New measurements of rotation and differential rotation in A-F stars: are there two populations of differentially rotating stars?". Astronomy & Astrophysics 542: A116, 31 pp. DOI:10.1051/0004-6361/201118724. Bibcode2012A&A...542A.116A.
  6. "The Colour of Stars", Australia Telescope, Outreach and Education (Commonwealth Scientific and Industrial Research Organisation), 21 de dezembro de 2004, http://outreach.atnf.csiro.au/education/senior/astrophysics/photometry_colour.html, visitado em 17 de março de 2014 
  7. Pasinetti Fracassini, L. E. et al. (fevereiro de 2001), "Catalogue of Apparent Diameters and Absolute Radii of Stars (CADARS) - Third edition - Comments and statistics", Astronomy and Astrophysics 367: 521–524, doi:10.1051/0004-6361:20000451, Bibcode2001A&A...367..521P. 
  8. Malkov, O. Yu.; Tamazian, V. S.; Docobo, J. A.; Chulkov, D. A. (outubro de 2012). "Dynamical masses of a selected sample of orbital binaries". Astronomy & Astrophysics 546: id.A69, 5 pp.. DOI:10.1051/0004-6361/201219774. Bibcode2012A&A...546A..69M.
Ícone de esboço Este artigo sobre Estrelas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.