Lamborghini

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto (desde Outubro de 2012).
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Automobili Lamborghini S.p.A.
Lamborghini logo.svg
Tipo Subsidiária da Volkswagen AG
Indústria Automotiva
Fundação 30 de outubro de 1963, em Sant'Agata Bolognese[1]
Fundador(es) Ferruccio Lamborghini
Sede Sant'Agata Bolognese,  Itália[2]
Proprietário(s) Volkswagen AG (desde 1998)
Página oficial www.lamborghini.com

Automobili Lamborghini S.p.A é uma fabricante italiana de automóveis desportivos de luxo e de alto desempenho para competir com a Ferrari com sede no município Modena de Sant'Agata Bolognese. A companhia, que foi fundada em 1963 por Ferruccio Lamborghini (19161993) como uma filial da sua bem-sucedida fábrica de tratores Lamborghini Trattori S.p.A., atualmente a Volkswagen AG e tem como subsidiaria a Audi AG onde intercambia tecnologias entre Audi R8 e os modelos mais recentes da Lamborghini.

História[editar | editar código-fonte]

Ferruccio decidiu instalar-se em Sant’Agata Bolognese e contratou uma série de engenheiros de renome para construir os seus carros, como foi o caso de Bizzarrini, Dallara e Stanzani.[3]

Em 1964 foi produzido o primeiro carro Lamborghini, o modelo 350 GT, que combinava um chassis desenhado por Dallara com um motor V12 concebido por Bizzarrini. O carro fez bastante sucesso e foi produzido até 1968, depois de ter sido renovado em 1966.[4] Ainda em 1966 foi lançado o mítico Lamborghini Miura, desenhado por Luigi Bertone e dotado também de um potente motor V12. Também este modelo foi um tremendo sucesso de vendas, sendo produzido até 1973.

Entretanto, em 1968 tinha sido apresentado o Lamborghini Islero, destinado a substituir o 400 GT, que havia surgido como desenvolvimento do 350GT. Também em 1968 apareceu o Lamborghini Espada, o primeiro carro da marca com capacidade para quatro pessoas. Dois anos depois o Islero foi substituído pelo Lamborghini Jarama.

Em 1972 o Lamborghini Urraco permitiu à marca italiana entrar no segmento dos pequenos super-carros.

Ainda nesse ano a Lamborghini vendeu 51% das suas acções a um empresário suíço, com os restantes 49% a serem entregues a outro suíço em 1974.

Pelo meio, em 1973 o Miura foi substituído por um outro modelo que também fez história no mundo dos carros de características desportivas, o Countach. Este carro tinha um design extremamente angular e aerodinâmico e estava dotado de um potente motor V12 traseiro de 4000 cc. O carro foi produzido com estas características até 1988, ano em que o motor passou a ter uma cilindrada de 5000cc.

Gallardo da polícia italiana.

No entanto, a empresa estava há muito tempo em dificuldades financeiras e em 1981 tinha sido vendida aos irmãos Mimram, que revitalizaram a marca.

Nesse sentido, no ano de 1981 surgiu o Lamborghini Jalpa, que teve por base o Urraco, e em 1982 o Lamborghini LM002, uma novidade na marca, já que se tratava de um veículo off-road. Este jipe estava dotado de um motor Countach.

Em 1987, a marca norte-americana Chrysler comprou a Lamborghini e, além do substituto do Countach, começou a preparar um motor para equipar carros de Fórmula 1. A estreia nesta competição automobilística ocorreu em 1989, mas nunca teve sucesso. Desde 1998 a Lamborghini pertence ao grupo Volkswagen.

Já o substituto do Countach, o Diablo, foi apresentado em 1990 e obteve grande sucesso, mantendo-se em produção para além do ano 2000.

A mais nova Lamborghini é a Huracán que chegou em 2014 para substituir a Gallardo. A Lamborghini Huracán traz uma nova tecnologia que é o chassis híbrido, feito de carbono e alumínio, o que deixa o carro 10% mais leve que seu antecessor e com uma carroceria 50% mais rígida.

Criação da Lamborghini[editar | editar código-fonte]

Ferruccio Lamborghini era um rico construtor de tratores e fazendeiro, descendente de toureiros, e assim como a maior parte da sociedade de elite da época, utilizava automóveis da marca Ferrari. Certo dia, porém, Ferruccio encontrou Enzo Ferrari, criador da montadora, enquanto fazia uma revisão de sua Ferrari na fábrica, e foi reclamar a respeito do sistema de embreagem de sua Ferrari, com o qual Ferruccio já andava há tempos insatisfeito.

Tratado com displicência por Enzo, recebeu uma resposta de nível semelhante a: "Você é um agricultor! Continue, então, dirigindo seus tratores e não fale dos meus carros". Ferruccio, sentindo-se ofendido, respondeu: "Ah, é? Então, eu vou lhe mostrar como se faz um carro esportivo".

Alguns anos depois, Ferruccio apresentou seu primeiro protótipo, o 350 GTV, que se transformou no primeiro carro de produção da Automobili Lamborghini, o 350 GT.

A escolha do logotipo e dos nomes dos carros[editar | editar código-fonte]

Gallardo, Diablo, Murciélago, Reventón, Huracán entre outros, são todos nomes de touros. Ferruccio Lamborghini, além de ser do signo de Touro, era fanático pelas touradas e adorava os animais, daí a razão de quase todos os carros da Lamborghini terem nomes de touros (e seu logotipo ter um touro estilizado).

Modelos produzidos[editar | editar código-fonte]

Lamborghini

Ver também[editar | editar código-fonte]

Notas

  1. Lyons et al. 1988, p. 8.
  2. Volkswagen AG 2012, p. 151.
  3. Jolliffe & Willard 2004, p.15.
  4. Sackey 2008, p. 15.

Referências[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Lamborghini
Ícone de esboço Este artigo sobre uma empresa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.