Lana Del Rey (EP)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Lana Del Rey
EP de Lana Del Rey
Lançamento 10 de janeiro de 2012
Gravação 2012
Gênero(s) indie pop, baroque pop, hip-hop alternativo
Gravadora(s) Stranger, Interscope
Produção Emile Haynie, Patrick Berger, Robopop
Cronologia de Lana Del Rey
Último
Último
Lana Del Ray A.K.A. Lizzy Grant
(2010)
Born to Die
(2012)
Próximo
Próximo

Lana Del Rey é o segundo extended play (EP) da cantora e escritora norte-americana Lana Del Rey. Seu lançamento ocorreu em 10 de janeiro de 2012 nos Estados Unidos, pela Stranger Records e Interscope Records. O EP tem quatro faixas e foi liberado para antecipar a estréia de Del Rey em uma grande gravadora. Musicalmente, é uma obra indie pop, influenciada por diversos gêneros como baroque pop e hip-hop alternativo, enquanto o seu conteúdo lírico é maioritariamente sobre o amor.

Lana Del Rey recebeu revisões majoritariamente positivas da mídia especializada, que denominaram a cantora como uma "mulher fatal", considerando que no entanto, foi apenas uma "prévia do álbum". Seu primeiro single, "Video Games", obteve êxito nas tabelas musicais, liderando a da Alemanha, e ficando entre as dez primeiras colocações na Áustria, Bélgica, Países Baixos, França, Irlanda, Suíça, e Reino Unido.

Antecedentes e lançamento[editar | editar código-fonte]

Em junho de 2011, Del Rey assinou um contrato com a gravadora Stranger Records, para lançar seu primeiro single "Video Games". Ao ser entrevistada por Rosie Swash, do jornal The Observer, ela revelou: "Comecei a divulgar a música há alguns meses, porque era a minha favorita. Para ser honesta, pensava em ser a única, mas as pessoas têm realmente entendido a canção. Eu choro as vezes quando ouço-a, fico muito triste também." Ferdy Unger-Hamilton presidente da gravadora afirmou que: "A cantora já tem músicas suficientes para três discos, músicas brilhantes. Ela é uma compositora realmente talentosa e uma letrista extraordinária." O extended play tem quatro faixas e foi liberado para antecipar a estréia de Del Rey em uma grande gravadora. Seu lançamento ocorreu em 10 de janeiro de 2012 nos Estados Unidos, pela Stranger Records e Interscope Records.

Composição[editar | editar código-fonte]

Parte da canção "Off to the Races" onde demonstra Del Rey cantando hip-hop.[1]

Problemas para escutar este arquivo? Veja a ajuda.

O EP inicia-se com "Video Games", uma canção de gênero indie pop, majestosa ao seu sinos, harpas, e acordes de piano que chamam os ouvintes em todo o tempo.[2] A inspiração da faixa veio de seu ex-namorado, ela comentou: "Havia algo de celestial sobre aquela vida - Eu ia trabalhar enquanto ele ia jogar os seus videogames."[3] A cantora também afirmou que usou vocais mais baixos para a música, porque sentiu que o público não a via como uma cantora séria.[4] A faixa "Born to Die", também descrita como indie pop, funciona de forma tranquila com elementos de orquestra e guitarra.[5] [2] Segundo a cantora, a canção é uma "homenagem ao amor verdadeiro, e é um tributo para viver a vida no lado selvagem.[6] Alguns críticos musicais disseram que a canção tinha um tom "apocalíptico suave" em sua letra.[7] [8] "Blue Jeans" que segundo o portal POPLine é potencialmente o melhor single de sua carreira até o momento, tem batidas de hip-hop alternativo.[9] A faixa consiste no uso de bateria, baixo e teclado.[10] "Off to the Races" tem ênfase de hip hop e rock alternativo, a canção funciona de forma tranquila com elementos de piano e guitarra.[11]

Recepção da crítica[editar | editar código-fonte]

Críticas profissionais
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
About.com 4.5 de 5 estrelas.Star full.svgStar full.svgStar full.svgStar half.svg
Allmusic 2.5 de 5 estrelas.Star full.svgStar half.svgStar empty.svgStar empty.svg

Lana Del Rey recebeu análises mistas dos críticos contemporâneos. Bill Lamb, do About.com, recebeu o EP com quatro de cinco estrelas, e descreveu o estilo vocal de Del Rey e o arranjo instrumental como "presos".[12] Lamb ainda acrescentou que o conteúdo da obra é muito similar, questionando a capacidade da cantora manter uma atenção dos ouvintes ao longo de um álbum completo.[12] Apesar dos sons semelhantes, Lamb mostrou grande apreço pela capacidade da interprete de gerar algum mistério pessoal em ser muito seletiva á revelar detalhes sobre si mesma durante todo o trabalho.[12] John Bush, da Allmusic, considerou a cantora uma "mulher fatal, com uma voz rouca e uma imagem abatida."[13] No entanto, Bush classificou o extended play com 2 estrelas e meia em uma escala que vai até cinco, considerando-o apenas "como um teaser do álbum".[13]

Singles[editar | editar código-fonte]

Del Rey em apresentação no Bowery Ballroom, onde interpretou "Born to Die".[14]

"Video Games" foi lançada como o primeiro single de Lana Del Rey em 29 de julho de 2011.[15] [16] A canção conseguiu destacar-se em várias paradas musicais em diversos países. Obteve êxito comercial em 2011, liderando tabelas do Reino unido e Alemanha.[17] [18] Ainda alcançou as dez primeiras posições nas paradas mais exitosas da Áustria, Bélgica, Holanda, França, Irlanda, Suíça.[19] [20] No final de 2011, a canção ocupou a quadragésima posição na parada anual da Bélgica,[21] na trigésima segunda colocação da Austrália e na décima nona da Alemanha.[22] [23] Foram feitas algumas apresentações ao vivo pda canção, destacando-se no programa de televisão Saturday Night Live, do canal americano NBC.[24] Sua apresentação recebeu muitas críticas negativas por ela estar nervosa e por sua desafinação.[25] [26] O redator da NBC, Brian Williams, afirmou que a apresentação de Del Rey foi a pior performance de toda a história do Saturday Night Live.[27]

A faixa "Born to Die" foi disponibilizada para compra no iTunes Store em 30 de dezembro de 2011.[28] No Reino Unido, "Born to Die" atingiu a nona posição da parada UK Singles Chart, sendo a segunda canção da cantora a ficar entre as dez primeiras posições nas paradas britânicas.[29] O single veio a estrear na compilação irlandesa Irish Singles Chart no 21° lugar e,[30] no mesmo mês, ficou na décima colocação da escocesa divulgada pela companhia mencionada anteriormente.[31] O compacto ainda desempenhou-se nas paradas musicas da Eslováquia,[32] Dinamarca,[33] Holanda,[34] Bélgica e Espanha.[35] [36] Obteve respectivamente a décima quinta, décima terceira, quadragésima quinta, vigésima nona nas paradas da Itália, Finlândia e França, República Checa e Alemanha.[37] [32] [38] [39] [40] Em junho de 2012, "Born To Die" foi certificada como disco de ouro pela Australian Recording Industry Association (ARIA) por mais de trinta e cinco mil cópias vendidas na Austrália.[41] Mais tarde sendi também autenticada como disco ouro pela empresa italiana FIMI por mais de quinze mil cópias comercializadas.[42]

Outras canções[editar | editar código-fonte]

"Blue Jeans" teve sua estréia na parada da França, SNEP, na edição datada a 15 de outubro de 2011,[43] onde mais tarde teve seu auge na 16ª posição.[44] Na Suíça, a canção alcançou a 63ª posição na parada Schweizer Hitparade.[45] "Off to the Races" alcançou a quadragésima posição na parada Rock Songs.[46]

Lista de faixas[editar | editar código-fonte]

Del Rey esteve envolvida em todo processo de composição junto a Justin Parker na primeira e segunda faixa, com Emile Haynie e Dan Heath na terceira e contou com o auxílio de Tim Larcombe na quarta. A produção esteve a cargo de Robopop, Patrik Berger e Haynie.[47]

EP digital
N.º Título Compositor(es) Produtor(es) Duração
1. "Video Games"   Elizabeth Grant, Justin Parker Robopop 4:44
2. "Born to Die"   Grant, Parker Emile Haynie 4:46
3. "Blue Jeans"   Grant, Haynie, Dan Heath Haynie 3:30
4. "Off to the Races"   Grant, Tim Larcombe Patrik Berger, Haynie 5:00
Duração total:
17:57

Desempenho nas tabelas musicais[editar | editar código-fonte]

Após ter sido lançado somente no Canadá e Estados Unidos, Lana Del Rey conseguiu desempenhar-se na décima oitava no Canadian Albums Chart na edição de 21 de janeiro de 2012.[48] Nos Estados Unidos, seu desempenho expandiu por quatro paradas. Na principal Billboard 200, o extended play alcançou a vigésima posição, enquanto no periódico digital obteve a sétima posição.[49] Nas tabelas destinadas aos álbuns de rock e música alternativa, respectivamente, Rock Albuns e Alternative Albums, posicionou-se na sexta colocação.[20]

Posições[editar | editar código-fonte]

Paradas (2012) Posição
 Canadá - Canadian Albums Chart[48] 18
 Estados Unidos - Billboard 200[20] 20
 Estados Unidos - Rock Albums[20] 6
 Estados Unidos - Alternative Albums[20] 6
 Estados Unidos - Top Digital Albuns[49] 7

Histórico de lançamento[editar | editar código-fonte]

País Data Formato
 Estados Unidos[50] 10 de janeiro de 2012 descarga digital
 Canadá[51]

Referências

  1. Critic Reviews: Born To Die (em inglês) Stupnik. Visitado em 28 de Fevereiro de 2012.
  2. a b Lana Del Rey Video Games – Digital Sheet Music Music Notes EMI Music Publishing. Visitado em 30 de dezembro de 2011.
  3. Original Sin: An Interview With Lana Del Rey thequietus.com. Visitado em 13 de maio de 2012.
  4. Lana Del Rey: 'People didn't take me seriously with a high voice' Copsey Robert Digital Spy (23 de novembro 2011). Visitado em 20 de dezembro 2011.
  5. Alex Alves (08 de dezembro de 2011). Termômetro: Lana Del Rey – Born To Die Popline. Visitado em 25 de agosto de 2012.
  6. Lana Del Rey: "Born To Die" prefiz.com. Visitado em 23 de agosto de 2012.
  7. Snapes, Laura (NME). "Lana Del Rey – 'Born To Die'" (em inglês) 6 de dezembro de 2011.
  8. Neyland, Nick (2 de dezembro de 2011). "Lana Del Rey: "Born To Die"" (em inglês) Prefix Mag.. Visitado em 8 de abril de 2012.
  9. Alex Alves (08 de dezembro de 2011). Termômetro: Lana Del Rey – Born To Die Popline. Visitado em 25 de agosto de 2012.
  10. Blue Jeans - Lana Del Rey Digital Sheet Music musicnotes.com. Visitado em 29 de agosto de 2012.
  11. Off to the Races - Lana Del Rey Digital Sheet Music musicnotes.com. Visitado em 29 de agosto de 2012.
  12. a b c Lamb, Bill (10 de janeiro de 2012). Lana Del Rey – Lana Del Rey EP (em inglês) About.com. Visitado em 20 de agosto de 2012.
  13. a b Bush, John (10 de janeiro de 2012). Lana Del Rey EP (em inglês) Allmusic. Visitado em 11 de fevereiro de 2012.
  14. Glazer, Eliot (6 de dezembro de 2011). "Watch Lana Del Rey Perform ‘Video Games’ Live at Bowery Ballroom" (em inglês) New York Magazine. New York Media, LLC.. Visitado em 8 de abril de 2012.
  15. Lana Del Rey's Biography Guardian News and Media The Guardian. Visitado em 22 de dezembro 2011.
  16. Lana Del Rey announces U.S. live debut Battan Carrie Pitchfork (8 de setembro 2011). Visitado em 8 de abril 2012.
  17. 2012 Top 40 Independent Singles Archive Officialcharts.com. Visitado em 12 de abril de 2012.
  18. "Lana Del Rey, Video Games" (em alemão) (Media Control. charts.de). Visitado em 8 de abril de 2012.
  19. "Ultratop.be – Lana Del Rey – Video Games" (em alemão) (Ultratop 50. Ultratop & Hung Medien / hitparade.ch).
  20. a b c d e Lana Del Rey - Video Games acharts.com. Visitado em 21 de abril de 2012.
  21. JAAROVERZICHTEN 2011 (em Dutch). Visitado em 29 de dezembro de 2011.
  22. JAAROVERZICHTEN — SINGLE 2011 (em Dutch). Visitado em 29 de dezembro de 2011.
  23. Single Jahrescharts 2011 (em German) MTV Germany. MTV Networks (31 de dezembro de 2011). Visitado em 7 de janeiro de 2012.
  24. Lana Del Rey - Video Games (Live on SNL) Vevo (15 de janeiro de 2012). Visitado em 1 de maio de 2012.
  25. Lana Del Rey adia início da turnê após fiasco na TV, diz jornal folha.com (7 de fevereiro de 2012). Visitado em 9 de abril de 2012.
  26. Atuação de Lana Del Rey mal recebida pelo público (16 de janeiro de 2012). Visitado em 9 de abril de 2012.
  27. Daulerio, A.J... "Brian Williams Says Gawker Should Have Torched Lana Del Rey: 'One Of The Worst Outings In SNL History' Gawker. Gawker Media.. Visitado em 9 de abril de 2012.
  28. Born to Die in Singapore sg.7digital.com (30 de janeiro de 2011). Visitado em 13 de janeiro de 2012.
  29. "Archive Chart" (em inglês) UK Singles Chart. Official Charts Company.. Visitado em 8 de abril de 2012.
  30. "Chart Track" 08 de abril de 2012. Visitado em Irish Singles Chart. Irish Recorded Music Association..
  31. "Archive Chart" Scottish Singles Top 40. Official Charts Company.. Visitado em 8 de abril de 2012.
  32. a b "Australian-charts.com – Lana Del Rey – Born To Die" ARIA Top 50 Singles. Hung Medien.. Visitado em 08 de abril de 2012.
  33. "Swedishcharts.com – Lana Del Rey – Born To Die" Sverigetopplistan. Hung Medien.. Visitado em 8 de abril de 2012.
  34. "Dutchcharts.nl – Lana Del Rey – Born To Die" (em alemão) Mega Single Top 100. Hung Medien / hitparade.ch.. Visitado em 08 de abril de 2012.
  35. "Ultratop.be – Lana Del Rey – Born To Die" (em francês) Ultratop 40. Ultratop & Hung Medien / hitparade.ch.. Visitado em 08 de abril de 2012.
  36. Top 50 singles Canciones Top 50. Hung Medien.. Visitado em 08 de abril de 2012.
  37. "Die ganze Musik im Internet: Charts, News, Neuerscheinungen, Tickets, Genres, Genresuche, Genrelexikon, Künstler-Suche, Musik-Suche, Track-Suche, Ticket-Suche – musicline.de" (em alemão) Media Control Charts. PhonoNet GmbH..
  38. "Finnishcharts.com – Lana Del Rey – Born To Die" Suomen virallinen lista. Hung Medien.. Visitado em 08 de abril de 2012.
  39. "Italiancharts.com – Lana Del Rey – Born To Die" Top Digital Download. Hung Medien.. Visitado em 08 de abril de 2012.
  40. "Lescharts.com – Lana Del Rey – Born To Die" (em francês) Les classement single. Hung Medien (.). Visitado em 08 de abril de 2012.
  41. ARIA Top 50 (em inglês) Australian Recording Industry Association Ltd. Visitado em 02-03-2012.
  42. CERTIFICAZIONE Singoli Digitali dalla settimana 1 del 2009 alla settimana 24 del 2012 fimi.it. Visitado em 23 de agosto de 2012.
  43. France Singles Top 100 acharts.us. Visitado em 11 de setembro de 2012.
  44. France Singles Top 100 acharts.us. Visitado em 11 de setembro de 2012.
  45. Swiss Singles Top 75 acharts.us. Visitado em 11 de setembro de 2012.
  46. Lana Del Rey - Chart History - Rock Songs Billboard Prometheus Global Media. Visitado em 01 de dezembro de 2012.
  47. (2012) Créditos do álbum Lana Del Rey (EP) por Lana Del Rey. Stranger Records / Interscope Records.
  48. a b Lana Del Rey EP - Lana Del Rey (em inglês) allmusic.com. Visitado em 29 de abril de 2012.
  49. a b Top Digital Albums 2012-02-04 (em inglês) Billboard Bizz. Visitado em 01 de agosto de 2012.
  50. Lana Del Rey Releases - Lana Del Rey EP Interscope Records.com Interscope Records. Visitado em 10 de setembro de 2012.
  51. Lana Del Rey EP : Awards Allmusic Rovi Corporation. Visitado em 15 de janeiro de 2012.