Land of the Pharaohs

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Land of the Pharaohs
A Terra dos Faraós (PT)
Terra de Faraós (BR)
 Estados Unidos
1955 • cor • 105 min 
Direção Howard Hawks
Roteiro Harold Jack Bloom
William Faulkner
Harry Kurnitz
Elenco Jack Hawkins
Joan Collins
Género drama, épico
Idioma inglês
Página no IMDb (em inglês)

Land of the Pharaohs (A Terra dos FaraósEU ou Terra de FaraósBR) é um filme de drama dos Estados Unidos de 1955, realizado por Howard Hawks.

Resumo[editar | editar código-fonte]

No Egipto um faraó (Jack Hawkins), ao regressar de uma conquista vitoriosa, decide começar a construir uma pirâmide enorme, onde quer ser enterrado juntamente com seu tesouro, que segundo a sua crença espera viver uma segunda vida. Para garantir que nada será roubado ele aceita a ideia de um arquitecto seu, que é igualmente seu prisioneiro, juntamente com o restante povo.

Eles acabam por fazer um acordo, em que consiste em construir essa magnífica pirâmide e os prisioneiros serão libertados pouco a pouco durante a sua construção. Mas a obra acaba por demorar mais, e assim o faraó vai cobrar mais impostos dos territórios conquistados para poder erguer a sua gigantesca pirâmide. A província de Cipros não manda nenhum imposto a não ser uma linda princesa (Joan Collins).

O faraó acaba por se casar com ela, que se torna a segunda mulher. Mais tarde, ao ver os tesouros do faraó, ela acaba por seduzir o guarda do tesouro e começa a preparar uma maneira de ser a nova rainha do Egipto e ficar com todo aquele ouro e mandar no reino. Para isso a princesa mata a rainha, e como tal, passa a ser ela a única mulher do faraó. E para ser a única a governar o Egipto, manda um escravo matar o Faraó, mas não consegue. Quando o Faraó se apercebe que foi a princesa já estava fraco e acaba por morrer. A princesa alegrou-se, pensando que ia ser rainha, mas só passado trinta dias poderia ser. Quando foi feito o fonural do faraó, foram até à pirâmide a princesa, o sacerdote e alguns guardas que a tramaram e acabaram por morrer todos dentro do túmulo´fechado.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Applications-multimedia.svg A Wikipédia possui o

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

  • O Egito proibiu o filme na época, pois o enredo sugere que os judeus é que construíram a pirâmide.[1]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. EWALD FILHO, Rubens. Os Filmes de Hoje na TV. São Paulo: Global, 1975.