Lapsarianismo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Lapsarianismo é o conjunto de doutrinas calvinistas descrevendo a ordem teórica do decreto de Deus (na Mente Divina, antes de Criação), nomeadamente no que respeita a ordem de seu decreto para a queda do homem e reprovação. O nome da doutrina vem do latim lapsus que significa "queda".

O lapsarianismo possui duas vertentes:

  • Supralapsarianismo, a visão de que os decretos de Deus da eleição e reprovação logicamente precedeu o decreto da queda. O termo "supra-lapsariano" significa "acima" ou "antes" da "queda". De acordo com este esquema, Deus primeiro planejou salvar alguns para a glória do seu nome e então planejou de o que Ele os salvaria.
  • Infralapsarianismo, no qual se afirma que os decretos de Deus da eleição e reprovação logicamente sucedeu o decreto da queda. O termo "infralapsarianismo" significa "debaixo" ou "após" a "queda". De acordo com este esquema, Deus primeiro viu seu povo como caído e então determinou salvá-lo, escolhendo somente alguns para serem salvos.

Muitos calvinistas rejeitam ambas as visões lapsarianistas por várias razões, dentre elas porque concebem os decretos divinos como eternos. Outros calvinistas (e muitos não-calvinistas ou arminianos) rejeitam as visões lapsarianistas porque percebem qualquer ordenação particular dos decretos como uma especulação desnecessária e presuntiva. Críticos da lapsarianismo muitas vezes argumentam que é impossível conceber um processo temporal pelo qual Deus, na eternidade, emitiria decretos, e é impossível conhecer a mente de Deus sem evidências nas escrituras bíblicas.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]