Laranja FD&C N.º 1

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Laranja FD&C N.º 1
Alerta sobre risco à saúde
Orange No. 1.svg
Nome IUPAC FD&C Orange Number 1
Outros nomes Laranja ácido 20

Orange I
4-[2-(4-oxonaftaleno-1-ilideno)hidrazina-1-il]benzenessulfonato de sódio

Identificadores
Número CAS 523-44-4
PubChem 23666138
Número EINECS 208-346-6
ChemSpider 7844542
Número RTECS DB7085000
SMILES
Referência Beilstein 3826844
Propriedades
Fórmula química C16H11N2NaO4S
Massa molar 350.3 g mol-1
Riscos associados
Frases S S22, S24/25
Compostos relacionados
Azocompostos relacionados Alaranjado II (isômero)
Excepto onde denotado, os dados referem-se a
materiais sob condições PTN

Referências e avisos gerais sobre esta caixa.
Alerta sobre risco à saúde.

Laranja FD&C N.º 1 foi um dos primeiros corantes alimentares solúveis em água a ser comercializado, e um dos sete corantes alimentares originais permitidos sob o Pure Food and Drug Act de 30 de junho de 1906. [1] No início dos anos 1950, após diversos casos relatados de doença em crianças que tinha ingerido quantidades excessivas do corante, a FDA conduziu novos e mais rigorosos testes em corantes alimentareas. O laranja 1 foi proibido para alimentos em 1956.[2]

É um isômero do corante alaranjado II.

Referências

  1. "News of Food; U. S. May Outlaw Dyes Used to Tint Oranges and Other Foods", The New York Times, 1954-01-19. Página visitada em 2007-08-21. “The use of artificial colors to make foods more attractive to the eye may be sharply curtailed by action of the United States Food and Drug Administration. Three of the most extensively used coal tar dyes are being considered for removal from the Government's list of colors certified as safe for internal and external use and consumption.”
  2. Maga, Joseph A.; Anthony T. Tu. Food additive toxicology. [S.l.]: CRC Press, 1995. 542 pp. p. 182. ISBN 0-8247-9245-9