Lashkar-e-Taiba

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Lashkar-e-Taiba (em urdo: لشکرطیبہ, transl. laškar-ĕ ṯayyiba; lit. "Exército de Deus", traduzido como "Exército dos Justos" ou "Exército dos Puros"), também conhecido pelas transliterações Lashkar-i-Tayyaba, Lashkar-e-Tayyaba, Lashkar-e-Tayyiba, Lashkar-i-Taiba, Lashkar Taiba, ou pela sigla LeT, é um das organizações terroristas maiores e mais ativas da Ásia Meridional. Foi fundada por Hafiz Muhammad Saeed e Zafar Iqbal,[1] [2] na província de Kunar, no Afeganistão, e atualmente está sediada em Muridke, perto de Lahore, no Paquistão, onde opera diversos campos de treinamento na Caxemira administrada pelo Paquistão.[3] Membros do Lashkar-e-Taiba realizaram grandes ataques contra a Índia; seu objetivo é introduzir um Estado islâmico da Ásia Meridional e "liberar" os muçulmanos que vivem na Caxemira administrada pela Índia.[2] [4] Alguns membros dissidentes do grupo foram acusados de realizar ataques no Paquistão, especialmente em Karachi, para indicar sua oposição às políticas do ex-presidente Pervez Musharraf.[5] A organização foi banida como organização terrorista pela própria Índia e Paquistão, além dos Estados Unidos,[6] Reino Unido,[5] União Europeia,[7] Rússia[8] e Áustralia.[9] Oficiais dos serviços de inteligência americanos acreditam que a principal agência de inteligência paquistanesa, a Inter-Services Intelligence (ISI), ainda fornece auxílio e proteção a membros do LeT.[10]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre política, partidos políticos ou um político é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.