Lawrence Block

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Lawrence Block, nascido em 24 de Junho de 1938, é um dos mais famosos escritores norte-americanos de mistérios. Seus livros mais famosos são de duas séries, ambas passadas na cidade de Nova Iorque e têm como personagens principais o detetive particular Matthew Scudder, que luta contra o alcoolismo e o ladrão boa-praça, bibliófilo e livreiro nas horas vagas, Bernard Rhodenbarr. Block recebeu o título de “Grande Mestre” pela Mystery Writers of America em 1993, o mais prestigioso prêmio da área.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Nascido na cidade de Búffalo, no estado de Nova Iorque, Lawrence Block cursou a Faculdade Antioch, mas abandonou o curso antes de sua graduação. Seus primeiros trabalhos, publicados sob um pseudônimo, na década de 1950, foram principalmente para a indústria pornográfica de baixa qualidade, um aprendizado dividido com seu colega, também autor de mistérios, Donald E. Westlake. O primeiro de seus trabalhos publicados em seu nome foi a história “You Can’t Loose”, de 1957. Desde então, publicou mais de 50 novelas e mais de 100 contos, além de séries de livros para escritores.

Block viveu na cidade de Nova Iorque por décadas e ambientou boa parte de seus textos nesta cidade e, por isso, é muito associado com o lugar. Ele é casado com Lynne Block e tem três filhas de um casamento anterior. Com Lynne, ele acabou por conhecer mais de 100 países, mas continua considerando Nova Iorque como sua cidade preferida.

Matthew Scudder[editar | editar código-fonte]

A criação mais famosa de Block, Matthew Scudder, foi introduzido no livro “The Sins of the Fathers” (traduzido no Brasil como “Os pecados dos Pais”) como um ex-policial alcoólatra trabalhando como um detetive particular sem licença em Hell’s Kitchen. Originalmente publicados como brochuras, as primeiras novelas são intercambeáveis. As segunda e terceira publicações – “In the Midst of Death” (1976) e “Time to Murder and Create” – foram escritas na ordem oposta. O livro “Eight Million Ways to Die”, de 1982 (filmado em 1988 por Hal Ashby, sem muito sucesso nas bilheterias), quebra a tendência dos títulos anteriores, já que o livro acaba com Scudder se apresentando em uma reunião dos Alcoólicos Anônimos. Com a condição de ex-alcoólatra, presumia-se o fim da série, mas uma antiga promessa de Block a um editor amigo com um Scudder original, resultou em “By the Dawn’s Early Light”, uma história sobre os dias de bebedeira do personagem, mas narrado sobre a perspectiva de um alcoólatra recuperado. Block expandiu a série a partir disso com “When the Sacred Ginmill Closes”, que se mostrou não apenas mais um de seus livros, mas um dos textos favoritos do autor e de seus fãs. A partir daí, as circunstâncias de Scudder jamais se mantém as mesmas; o livro “A Ticket for the Boneyard” (título traduzido no Brasil como “Um Bilhete para o Cemitério”), de 1990, por exemplo, reúne o personagem com Elaine Mardell, uma prostituta dos seus dias de policial, com quem ele se casa alguns livros a frente. Uma leitura horripilante e que ao mesmo tempo retém seus leitores é o livro “A Dance at the Slaughterhouse”. Assim como o livro anterior, um dos pontos altos do autor é o “A Long Line of Dead Man” (no Brasil, “Uma Longa Fila de Homens Mortos”). Com um quebra-cabeças engenhoso, envolvendo uma decrescente fraternidade conhecida como o “Clube dos 31”. O 16º livro da série, “All the flowers Are Dying”, foi publicado nos EUA no começo de 2005.

Embora tem sido sugerido que a guerra de Scudder com o alcoolismo seja em parte autobiográfico, Block tem se negado, repetidamente, a discutir o assunto, alegando a própria preferência dos Alcoólicos Anônimos de se manter no anonimato.

Bernie Rhodenbarr[editar | editar código-fonte]

A outra série de Block, com textos muito mais leves, relatam as aventuras do gentil ladrão Bernard Rhodenbarr. Diferente de Scudder, Rhodenbarr não têm uma idade aparente. O personagem é essencialmente o mesmo desde o primeiro livro “Burglars Can’t be Choosers”, de 1977, até o último, o “The Burglar on the Prowl”, de 2004. A única modificação importante na vida do personagem é no terceiro volume da série, “The Burglar Who Liked to Quote Kipling”, de 1979, que narra a compra de uma livraria com as economias conseguidas como produto dos roubos anteriores. Neste livro também é introduzida na série a sua “alma gêmea” lésbica e parceira de crimes de Bernie, Carolyn Kaiser. Os livros têm um padrão bastante claro: Bernie invade e rouba uma casa, normalmente no bairro de Upper West Side, em Manhattan e, após uma série de eventos poucos plausíveis, Bernie envolve-se em uma investigação de uma morte – geralmente como suspeito principal. O hiato que a obra passou entre 1983 (“The Burglar Who Painted Like Mondrian” – no Brasil traduzido como “O Ladrão que pintava como Mondrian”) e 1994, com o livro “The Burglar Who Traded Ted Willians” não fez com que a fórmula fosse modificada. Nos últimos livros, Bernie teve uma mudança. O relutante detetive é, ele mesmo, um livreiro e fã do gênero policial, apto a fazer referências a Agatha Christie, E.W. Hornung (seu gato é chamado "Raffles"), Dashiel Hammett, Raymond Chandler e Sue Grafton, entre outros. No livro The Burglar Who Thought He Was Bogart (1995, traduzido no Brasil como “O Ladrão que achava que era Bogart”), a história acontece durante um festival de filmes estrelados por Humpfrey Bogart. As situações dos filmes que o personagem assiste acabam por aparecer durante a história do livro. O livro The Burglar in the Library (1997), imagina um encontro entre Hammet e Chandler em um hotel na Nova Englaterra na década de 1940, mostrando um texto inspirado em um volume escrito por Hammet para Chandler como fosse seu próprio O Falcão Maltês.

Outros Trabalhos[editar | editar código-fonte]

Além de Scudder e Rhodenbarr, Block escreveu oito novelas sobre Evan Tanner, um aventureiro e revolucionário acidental que, como resultado de um ferimento na Guerra da Coréia, não conseguia dormir. Todas as novelas, com exceção da última foram publicadas nas décadas de 1960 e 1970. O último livro publicado nos Estados Unidos em 1998, reviveu o personagem depois de um hiato de quase 30 anos.

Duas novelas episódicas (Hit Man e 'Hit List) retrabalha e combina uma série de histórias sobre Keller, um tristonho solitário que estreou como personagem quase regular na revista Playboy na década de 1990.

O ano de 2003 foi a estréia do primeiro livro de Block, em 15 anos, que não pertence a uma série, “Small Town”. Este livro detalha uma série de respostas de Nova-Iorquinos aos Ataques de 11 de Setembro de 2001. O livro “Enough Rope”, de 2002, contém 83 pequenas histórias.

Bibliografia Selecionada[editar | editar código-fonte]

N.T.: Todos os anos de lançamento dos livros e filmes deste texto se referem a data de publicação do livro nos Estados Unidos.Os títulos em português referem-se aos títulos publicados no Brasil.

Livros sobre Matthew Scudder[editar | editar código-fonte]

  1. The Sins of the Fathers (Os Pecados dos Pais) (1976)
  2. In the Midst of Death (1976)
  3. Time to Murder and Create (1977)
  4. A Stab in the Dark (1981)
  5. Eight Million Ways to Die (1982)
  6. When the Sacred Ginmill Closes (Quando Nosso Boteco Fecha as Portas) (1980)
  7. Out on the Cutting Edge (na linha de frente) (1989)
  8. A Ticket to the Boneyard (Um Bilhete para o Cemitério) 1990)
  9. A Dance at the Slaughterhouse (Um Baile no Matadouro) (1991)
  10. A Walk Among the Tombstones (1992)
  11. The Devil Knows You're Dead (1993)
  12. A Long Line of Dead Men (Uma Longa Fila de Homens Mortos) (1994)
  13. Even the Wicked (1997)
  14. Everybody Dies (1998)
  15. Hope to Die (2001)
  16. All the Flowers are Dying (2005)
  17. A Drop of the Hard Stuff (2011)

Livros com Bernie Rhodenbarr[editar | editar código-fonte]

  1. Burglars Can't Be Choosers (1977)
  2. The Burglar in the Closet (O Ladrão no Armário) (1978)
  3. The Burglar Who Liked to Quote Kipling (1979)
  4. The Burglar Who Studied Spinoza (O Ladrão que Estudava Espinoza) (1980)
  5. The Burglar Who Painted Like Mondrian (O Ladrão que Pintava como Mondrian) (1983)
  6. The Burglar Who Traded Ted Williams (1994)
  7. The Burglar Who Thought He Was Bogart (O Ladrão que Pensava que era Bogart) (1995)
  8. The Burglar in the Library (1997)
  9. The Burglar in the Rye (1999)
  10. The Burglar on the Prowl (2004)

Há também três histórias curtas sobre Bernie Rhodenbarr: “Like A Thief in the Night” (1982), "The Burglar Who Dropped In On Elvis" (1990) e "The Burglar Who Smelled Smoke" (1997).

Livros Com Evan Tanner[editar | editar código-fonte]

  1. The Thief Who Couldn't Sleep (1966)
  2. The Canceled Czech (1966)
  3. Tanner's Twelve Swingers (1967)
  4. The Scoreless Thai (também conhecido como Two for Tanner) (1968)
  5. Tanner's Tiger (1968)
  6. Here Comes a Hero (1968)
  7. Me Tanner, You Jane (1970)
  8. Tanner on Ice (1998)

Novelas Chip Harrison (como Chip Harrison)[editar | editar código-fonte]

  1. No Score (1970)
  2. Chip Harrison Scores Again (1971)
  3. Make Out With Murder (a.k.a. The Five Little Rich Girls) (1974)
  4. The Topless Tulip Caper (1975)

"As Dark As Christmas Gets" (1997) é uma história curta de Chip Harrison escrita específicamente para clientes da loja Mysterius Bookshop, de Otto Penzler. Ela foi impressa em formato de livreto para a temporada de férias de 1997.

Novelas Keller[editar | editar código-fonte]

  1. Hit Man (1998)
  2. Hit List (2000)
  3. Hit Parade (2006)
  4. Hit and Run (2008)
  5. Hit Me (a ser lançado em Fevereiro de 2013)

Outras ficções[editar | editar código-fonte]

  1. Cinderella Sims (também conhecido como $20 Lust) (1961)
  2. Coward's Kiss (também conhecido como Death Pulls a Doublecross) (1961)
  3. Grifter's Game (também conhecido como Mona, também conhecido como Sweet Slow Death) (1961)
  4. You Could Call it Murder (1961)
  5. The Girl With the Long Green Heart (1965)
  6. Deadly Honeymoon (1967)
  7. After the First Death (1969)
  8. The Specialists (1969)
  9. Such Men Are Dangerous (como Paul Kavanagh) (1969)
  10. Ronald Rabbit is a Dirty Old Man (1971)
  11. The Triumph of Evil (como Paul Kavanagh) (1971)
  12. Not Comin' Home to You (como Paul Kavanagh) (1974)
  13. Ariel (1980)
  14. Random Walk (1988)
  15. Enough Rope (histórias) (2002)
  16. Small Town (2003)
  17. My Blueberry Nights (2007)
  18. Lucky at Cards (2007)
  19. Getting off, uma novela de Sexo e Violência (2011)

Livros para escritores[editar | editar código-fonte]

  1. Writing the Novel From Plot to Print (1979)
  2. Telling Lies for Fun & Profit (1981)
  3. Write For Your Life (1986)
  4. Spider, Spin Me a Web (1987)
  5. The Liar’s Bible (2011)

Memórias[editar | editar código-fonte]

  1. Step by Step: A Pedestrian Memoir (2009)

Prêmios[editar | editar código-fonte]

Vitórias estão destacadas

Anthony Awards[editar | editar código-fonte]

Prêmios Edgar[editar | editar código-fonte]

  • 1978, Melhor Brochura Original, Time to Murder and Create
  • 1983, Melhor Novela, Eight Million Ways to Die
  • 1985, Melhor Conto, "By Dawn's Early Light"
  • 1991, Melhor Conto, "Answers to Soldiers"
  • 1992, Melhor Novela, A Dance at the Slaughterhouse
    • Melhor Conto, "A Blow For Freedom"
  • 1994, Prêmio Grande Mestre
    • Melhor Conto, "Keller's Therapy"
  • 1995, Melhor Novela, A Long Line of Dead Men
  • 1999, Melhor Conto, "Looking for David"

Prêmios Shamus[editar | editar código-fonte]

  • 1982, Melhor Novela, A Stab in the Dark
  • 1983, Melhor Novela, Eight Million Ways to Die
  • 1985, Melhor Conto, "By the Dawn's Early Light"
  • 1987, Melhor Novela, When the Sacred Ginmill Closes
  • 1990, Melhor Novela, Out on the Cutting Edge
  • 1991, Melhor Novela, A Ticket to the Boneyard
  • 1992, Melhor Novela, Dance at the Slaughterhouse
  • 1994, Melhor Novela, The Devil Knows You're Dead
    • Melhor Conto, "The Merciful Angel of Death"
  • 1995, Melhor Novela, A Long Line of Dead Men
  • 2002, Lifetime Achievement Award ("The Eye")
  • 2009, Prêmio por Melhor Personagem ("The Hammer") para Matt Scudder

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Fontes[editar | editar código-fonte]

Artigo original sobre o Lawrence Block na Wikipedia em Inglês

Títulos em português brasileiro: biblioteca própria do tradutor.

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.