Lazos de amor

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes (desde agosto de 2010). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Lazos de Amor
Laços de Amor (BR)
Informação geral
Formato Telenovela
Criador(es) Jorge Lozano Soriano
País de origem  México
Idioma original Espanhol
Produção
Diretor(es) Miguel Córcega
Produtor(es) Carla Estrada
Elenco Lucero
Luis José Santander
Juan Manuel Bernal
Orlando Miguel
Marga López
Otto Sirgo
Silvia Derbez
ver todos
Tema de abertura "Lazos de amor", Lucero
Transmissão original México 2 de outubro de 1995México 23 de fevereiro de 1996
N.º de episódios México 100
Cronologia
Último
Último
La dueña
Morir dos veces
Próximo
Próximo

Laços de Amor é uma telenovela mexicana produzida por Carla Estrada para a Televisa e exibida pelo Canal de las Estrellas entre 2 de outubro de 1995 e 23 de fevereiro de 1996.

Na trama Lucero deu vida a trigêmeas idênticas: as protagonistas Maria Guadalupe e Maria Fernanda e a antagonista principal Maria Paula. Destaque para Luis José Santander, Marga López e Otto Sirgo.

No Brasil, foi exibida pelo SBT entre 3 de abril e 7 de julho de 2006, às 14:15, substituindo a reprise de Café com aroma de mulher.

Enredo[editar | editar código-fonte]

Esta é a dramática e trágica história das irmãs trigêmeas idênticas, mas de personalidades diferentes, que não têm absolutamente nada em comum. Maria Guadalupe, Maria Paula e Maria Fernanda só reforçam a ideia de que nem sempre a convivência entre irmãos pode ser tão fácil e tranquila.

Seus pais morreram em um fatal acidente de carro quando elas tinham apenas três anos. A pequena Maria Guadalupe estava no dia do acidente e todos pensavam que ela havia morrido afogada no rio. Porém, na realidade, ela se salvou e foi encontrada e acolhida pela humilde e bondosa Ana, que resolveu ajudá-la, já que Maria Guadalupe havia perdido a memória e não lembrava de nada, ficando sem nenhuma recordação do seu passado ou de sua origem.

Ana, que estava sofrendo muito com a morte de sua mãe, a cria como sua filha, até mesmo depois de descobrir a verdadeira identidade dela. Muitos anos se passam e as pequenas crianças se transformam em lindas jovens, cada qual com sua vida. A diferença entre elas é algo bastante visível, tanto em seu modo de se vestir e de falar como no seu jeito de ser.

Maria Fernanda perdeu a visão no acidente, mas é uma moça boa, doce, generosa e sincera. Mesmo assim, acredita que a irmã esteja viva e faz um grande esforço para encontrá-la. Sua timidez a impede de ter muitos amigos e namorados, porém o amor surge para ela quando conhece Geraldo e nota que sua felicidade está mesmo ao lado dele.

Maria Paula é muito diferente das suas irmãs. É uma mulher caprichosa, egoísta, metida e fútil, que quer estar sempre no centro das atenções, especialmente com sua avó, Dona Mercedes, e com o seu tio, Eduardo, de quem é louca para arrancar dinheiro. Por isso, todos os seus esforços se concentram em acabar com a vida da noiva dele.

Longe da família, Maria Guadalupe e Ana levam sua vida humilde, até o dia em que decidem ir embora do lugar de onde viveram, deixando tudo para trás, em busca de tentar a vida na capital, Cidade do México.

Na capital, Maria Guadalupe conhece Nicolas, o grande amor de sua vida, por quem se apaixona. Nicolas é um rapaz bom, motorista de táxi humilde que vive na grande Cidade do México com seu avô. Com medo que alguém reconheça sua filha, Ana restringe as "saídas" de Maria Guadalupe. Mas a avó de Nicolas descobre o segredo de Ana. Nicolas ama Guadalupe, mas os dois terão que enfrentar grandes e perigosos obstáculos no caminho até conseguirem ficar juntos, e isso inclui principalmente Maria Paula, a quem fará de tudo para destruir a felicidade deles.

Por fim, os laços de amor unem as três irmãs, apesar de Maria Paula ter feito de tudo para evitar o encontro. Ela não suporta a ideia de ter que dividir o dinheiro e o amor de sua família com mais uma irmã.

Laços de Amor se destaca pela sua cena final. No último capítulo, pressupõe-se que Maria Paula se suicidou após matar seu tio Eduardo, que tentava salvar suas irmãs. No entanto, algum tempo depois, Maria Guadalupe, já casada com Nicolas, está com ele vendo as fotos do casamento. A câmera pouco a pouco se aproxima do casal e, de repente, o que se vê é a heroína repetindo o gesto característico da vilã (o toque do dedo mindinho na sobrancelha), fazendo que muitos pensassem, que na verdade, foi Maria Paula quem sobreviveu, matando a irmã, de uma forma que a outra, Maria Fernada, que é cega, não percebesse.

Foi um final tão assustador, que em janeiro de 1997, a Televisa produziu o especial '"Lazos de Amor, el Desenlace"', que atingiu 40,5 pontos por lá. Na última cena deste especial, vemos Lucero dizer que quem sobreviveu foi Maria Guadalupe, ao mesmo tempo em que faz o gesto de Maria Paula, confundindo propositalmente o telespectador.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Ator Personagem
Lucero Maria Paula / Maria Guadalupe / Maria Fernanda Rivas Iturbe
Luis José Santander Nicolás Miranda
Juan Manuel Bernal Geraldo Sandoval
Orlando Miguel Osvaldo Larrea
Marga López Dona Mercedes Iturbe
Otto Sirgo Eduardo Rivas
Maty Huitrón Ana Salas
Felícia Mercado Nancy
Sílvia Derbez Dona Milagres
Luís Bayardo Edmundo Sandoval
Guillermo Murray Alejandro
Mariana Karr Susana Ferreira
Demián Bichir Valente
Verónica Merchant Virginia Altamirano
Ana Luisa Peluffo Aurora Campos
Fabián Robles Geno
Gastón Tuset Néstor Miranda
Angélica Vale Tereza
Crystal Soledad
Barbara Corcega Flor
Nerina Ferrer Irene
Alejandra Peniche Julieta
Guillermo Zarur Professor
Erik Rubín Carlos León
Ernesto Laguardia Bernardo Rivas
Guillermo Aguilar Pablo Altamirano
Rozenda Bernal Sonia Altamirano
Emma Teresa Felisa
Enrique Becker Sergio Campos
Vítor Carpintero Javier
Juan Carlos Colombo Samuel
Giovan D'angelo Armando
Mónika Sánchez Diana
Lucero León Eugenia
Luís de Icaza Gordo
Karla Talavera Rosi
Mónica Miguel Dona Chole
Paty Thomas Cecilia
Raul Velasco condutor do concurso "Minha Canção"

Personagens[editar | editar código-fonte]

Maria Paula[editar | editar código-fonte]

Interpretada por Lucero

Uma das trigêmeas, ambiciosa e gananciosa quer toda a fortuna de seu tio Eduardo (Otto Sirgo) e de sua avó Dona Mercedes (Marga Lopez). Quando descobre o paradeiro de Maria Guadalupe, faz de tudo para a afastar cada vez mais de sua família.

Maria Guadalupe[editar | editar código-fonte]

Interpretada por Lucero

Separada de suas irmãs ao sofrer um acidente de carro, foi adotada por Ana (Maty Huitron) e vive em um povoado muito distante de suas outras irmãs. Sonhadora e romântica, ela sonha em ser cantora profissional, não sabe da existência das suas outras duas irmãs gêmeas.

Maria Fernanda[editar | editar código-fonte]

Interpretada por Lucero

Ingênua, é sempre passada para trás por sua irmã Maria Paula, que a manipula. Ela é cega, mas não deixa de ser feliz e sonha com seu casamento com Geraldo (Juan Manuel Bernal).

Trilha sonora[editar | editar código-fonte]

Prêmios[editar | editar código-fonte]

Prêmios Eres[editar | editar código-fonte]

Categoria Indicação Resultado
Melhor atriz jovem (mejor actriz joven) Lucero Venceu

Prêmios TVyNovelas 1996[editar | editar código-fonte]

Categoria Indicação Resultado
Melhor telenovela (mejor telenovela) Carla Estrada Venceu
Melhor atriz protagonista (mejor actriz protagónica) Lucero
Melhor ator protagonista (mejor actor protagónico) Luis José Santander Venceu
Melhor atriz principal (mejor primera actriz) Marga López
Melhor ator coadjuvante (mejor actor de reparto) Otto Sirgo Venceu
Melhor direção de câmeras (mejor dirección de cámaras) Isabel Basurto
Alejandro Frutos
Melhor direção de cenas (mejor dirección de escenas) Córsega Miguel
Mônica Miguel
Venceu

Sites relacionados[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre telenovelas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.