Le città invisibili

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Le città invisibili
Autor (es) Italo Calvino
País  Itália
Género romance
Editora Companhia das Letras
Lançamento 1972 (em italiano)
1974 (em inglês)
Páginas 150 (1ª edição brasileira)
ISBN ISBN 8571641498

Le città invisibili (no Brasil, As cidades invisíveis) é um romance do escritor italiano Italo Calvino, publicada em 1972.

Nesta obra, o autor apresenta as cidades e a memória, as cidades e o desejo, as cidades e os símbolos, as cidades delgadas, as cidades e as trocas e outras cidades. Apresentado em 150 páginas de magia, geometria, conceitos geográficos que se tornam-se símbolo complexo e inesgotável da existência humana. Cidades únicas por serem abordadas com leveza, multiplicidade, exatidão.

A analogia entre as viagens de Marco Polo ao Oriente e seus dialogos com o imperador mongol Kublai Kan criam uma ficção de interpretações atuais e vibrantes. As surpresas e ideais contidas nas entrelinhas fascinam a leitura, caracterizada por um visão não apenas geométrica e racional do espaço urbano mas intensamente subjetiva e reflexiva. As diversas cidades de nomenclatura feminina são assistidas por sua essência e indagações pertinentes às varias funções urbanas para a existência humana.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um livro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.