Le città invisibili

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Le città invisibili
Autor (es) Italo Calvino
País  Itália
Género romance
Editora Companhia das Letras
Lançamento 1972 (em italiano)
1974 (em inglês)
Páginas 150 (1ª edição brasileira)
ISBN [[Special:Booksources/ISBN 8571641498|ISBN 8571641498]]

Le città invisibili (no Brasil, As cidades invisíveis) é um romance do escritor italiano Italo Calvino, publicada em 1972.

Nesta obra, o autor apresenta as cidades e a memória, as cidades e o desejo, as cidades e os símbolos, as cidades delgadas, as cidades e as trocas e outras cidades. Apresentado em 150 páginas de magia, geometria, conceitos geográficos que se tornam-se símbolo complexo e inesgotável da existência humana. Cidades únicas por serem abordadas com leveza, multiplicidade, exatidão.

A analogia entre as viagens de Marco Polo ao Oriente e seus dialogos com o imperador Kublai Kan criam uma ficção de interpretações atuais e vibrantes. As surpresas e ideais contidas nas entrelinhas fascinam a leitura, caracterizada por um visão não apenas geométrica e racional do espaço urbano mas intensamente subjetiva e reflexiva. As diversas cidades de nomenclatura feminina são assistidas por sua essência e indagações pertinentes às varias funções urbanas para a existência humana.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este sobre um livro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.