Leggo My Meg-O

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
"Leggo My Meg-O"
20º episódio da 10ª temporada de Family Guy
Informação geral
Escrito por: Brian Scully
Produzido por: Shannon Smith
Kara Vallow
Direcção John Holmquist
Edição Harold McKenzie
Karyn Finley Powell
Código de produção 9ACX16
Duração 30 minutos
Exibição original 6 de Maio de 2012
Convidados
Cronologia
Último
Último
"Mr. and Mrs. Stewie"
"Tea Peter"
Próximo
Próximo
Lista de episódios

"Leggo My Meg-O" é o vigésimo episódio da décima temporada da série de televisão de animação norte-americana Family Guy, e o centésimo octogésimo quinto da série em geral. A sua transmissão original nos Estados Unidos ocorreu na rede de televisão FOX Broadcasting Company na noite de 6 de Maio de 2012. Os artistas convidados para "Leggo My Meg-O" foram Omid Abtahi, Bill English, Ralph Garman, Mark Hentemann, Jerry Lambert, Rachael MacFarlane, Natasha Melnick, Kim Parks, Julius Sharpe, Danny Smith, Alec Sulkin, Fred Tatasciore, John Viener e Lisa Wilhoit.

No episódio, Meg viaja para Paris com a sua amiga Ruth após ser mal-tratada na escola, mas a sua aventura excitante chega a uma paragem quando ela é raptada. Brian e Stewie embarcam numa missão cheia de acção para encontrá-la antes que seja tarde demais. O enredo do episódio é uma paródia ao filme Busca Implacável (2008).

"Leggo My Meg-O" teve o seu enredo escrito por Brian Scully e foi dirigido por John Holmquist. Recebeu opiniões mistas e favoráveis de críticos especialistas em televisão, que elogiaram o seu enredo e as referências culturais. De acordo com o serviço de mediação de audiência Nielsen Ratings, durante a sua transmissão original, o episódio foi assistido em 5.64 milhões de domicílios norte-americanos.

Produção e referências culturais[editar | editar código-fonte]

Ralph Garman fez uma participação como o professor de ginástica de Meg.

"Leggo My Meg-O" foi escrito por Brian Scully e dirigido por John Holmquist. Danny Smith, Alec Sulkin e Wellesley Wild foram os produtores executivos, enquanto James Purdum e Domonic Bianchi trabalharam como directores supervisores.[1]

Artistas convidados e actores recorrentes no episódio incluem Omid Abtahi, Bill English, Ralph Garman, Mark Hentemann, Jerry Lambert, Rachael MacFarlane, Natasha Melnick, Kim Parks, Julius Sharpe, Danny Smith, Alec Sulkin, Fred Tatasciore, John Viener e Lisa Wilhoit.[2]

Algumas referências culturais foram inclusas no episódio, começando com o seu enredo, que é baseado no filme francês Busca Implacável (2008). A chamada telefónica de Peter para os raptores é uma referência ao filme. Outro filme que é parodiado em "Leggo My Meg-O" é a série Men In Black, na cena em que Stewie usa um neuralizador  — uma arma usada nos filmes  — em Meg. O traficante humano que mantinha Brian e Stewie como reféns faz uma alusão ao filme norte-americano Sex and the City 2 (2010).[3] [4]

Enredo[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Esta secção contém revelações sobre o enredo.

Após ser atacada por todos durante um jogo de dodgeball, Meg fala com a sua amiga Ruth sobre como odeia ir a escola e questiona-se se consegue aguentar até ao resto do semestre. Ela então descobre que Ruth irá passar um semestre em Paris e é convidada a juntar-se a ela no programa em que está inscrita. Usando o dinheiro que salvou de empregos de tempo parcial, Meg fica apta para se inscrever no programa. A família vê-a partir à medida que ela entra no aeroporto. Quando Meg e Ruth aterram em Paris, conhecem um homem que se oferece a partilhar uma corrida de táxi com elas, uma vez que elas vão ao seu apartamento. Quando as duas chegam no apartamento, um grupo de homens aparece repentinamente e rapta Ruth, enquanto Meg fala ao telefone com Peter. Quando conta ao seu pai o que acabou de testemunhar, ele diz-lhe para se esconder debaixo da cama, ao que ela cumpre, mas os homens encontram-na e levam-na.[5]

Os Griffin ligam ao Federal Bureau of Investigation (FBI) para esperançosamente terem Meg de volta, mas o FBI diz que uma pessoa tem de estar desaparecida por 96 horas para que possa ser tomada uma acção. Preocupados com isto, Brian e Stewie vão à Paris para salvarem Meg. Eles descobrem para onde os homens levaram Meg, que está a ser vendida para ser uma escrava sexual. No leilão, Stewie fantasia-se de escravo sexual para conseguir entrar, e é vendido para Brian. Contudo, Brian não tem condições para pagar por Stewie, e os guardas descobrem os seus disfarces. Eles são acorrentados a um cano subterrâneo, mas Brian se solta e domina os guardas, tendo de seguida, juntamente com Stewie, seguido Meg e os seus captores até um iate. A bordo, Meg encontra um rei árabe, que apresenta-a ao seu filho príncipe, que pede-a em casamento, ao que ela aceita. Stewie, então, mata o príncipe, usa um neuralizador em Meg, e leva-a a um hospital francês para ser tratada antes de levá-la sã e salva para casa.[5]

De volta à casa, a família fica feliz por ver Meg, que admite lembrar-se de nada entre o pedido de casamento e estar no hospital. Lois diz a Meg que Ruth foi encontrada com a língua cortada. Peter afirma que guardou o correio de Meg, e então revela que isso é uma brincadeira pois ela não recebeu nenhum correio.[5]

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Transmissão e repercussão[editar | editar código-fonte]

Durante a sua transmissão original na noite de 6 de Maio de 2012 na FOX, "Leggo My Meg-O" foi assistido por uma média de 5.64 milhões de agregados familiares norte-americanos, e foi emitido na mesma noite que American Dad!, outro seriado de Seth MacFarlane. Foi-lhe atribuído uma classificação de 2.7/7 no perfil demográfico dos telespectadores entre os 18 aos 49 anos de idade, tendo a mesma classificação que Desperate Housewives e ultrapassando American Dad!.[6] A audiência reduziu em relação ao episódio anterior, "Mr. and Mrs. Stewie".[7]

"Leggo My Meg-O" recebeu críticas mistas e positivas. Kevin McFarland, do jornal de entretenimento The A.V. Club, deu a classificação de B-, dizendo que "[estava] recheado de mais piadas que o previsto [por ele]". Afirmando que o humor de Meg vem do mesmo lugar de cada vez, ele apreciou as cenas de acção do episódio.[3] Carter Doston, para o blogue TV Fanatic, ofereceu a avaliação de 2.5 a partir de uma escala de 5. Ele notou que o episódio apoiou-se demasiadamente em Taken, contudo, gostou de alguns momentos engraçados. Doston afirmou que "a história segue afincadamente o mesmo arco que o filme, em apenas 20 minutos. Eles encontram os europeus do Leste que venderam-na a escravizadores, entram numa perseguição automóvel para salvá-la e entram em um tiroteio em um barco para salvá-la." Ele continuou: "É claro que há piadas que são lançadas, e desconstruções humorísticas de alguns filmes de acção e do filme que parodia. Por exemplo, a cena de 'perseguição automóvel por GPS'."[4]

Notas de rodapé

  1. Family Guy Episode Guide 2012 Season 10 - Leggo My Meg-O, Episode 20 (em inglês). TV Guide. Página visitada em 10 de Janeiro de 2013.
  2. Family Guy - Leggo My Megg-O (em inglês). Yahoo! TV. Página visitada em 10 de Janeiro de 2013.
  3. a b McFarland, Kevin (7 de Maio de 2012). Family Guy | "Leggo My Meg-O" (em inglês). The A.V. Club. Página visitada em 7 de Maio de 2012.
  4. a b Doston, Carter (7 de Maio de 2012). Family Guy Review: The Road Less Taken (em inglês). TV Fanatic. Página visitada em 12 de Maio de 2012.
  5. a b c "Leggo My Meg-O". MacFarlane, Seth; Scully, Brian; Holmquist, John. Family Guy. FOX Broadcasting Company. 6 de Maio de 2012. No. 20, 10ª temporada. 30 minutos.
  6. Kondolojy, Amanda (8 de Maio de 2012). Sunday Final Ratings: 'Simpsons', 'Amazing Race' Finale, 'Harry's Law' Adjusted Up; 'Desperate Housewives', 'NYC 22' Adjusted Down (em inglês). TV by the Numbers. Zap2it. Página visitada em 9 de Maio de 2012.
  7. Bibel, Sara (3 de Abril de 2012). Sunday Final Ratings:'Once Upon A Time,' 'Bob's Burgers,' '60 Minutes' Adjusted Up (em inglês). TV by the Numbers. Zap2it. Página visitada em 3 de Abril de 2012.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedido por
"Mr. and Mrs. Stewie"
Episódios da décima temporada de Family Guy
Sucedido por
"Tea Peter"