Legio II Traiana Fortis

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Legio II Traiana Fortis (ou (segunda) forte legião de Trajano) foi uma legião romana recrutada pelo imperador Trajano em 105. O último registo da actividade desta legião surge em meados do século V, no Egipto. O símbolo desta legião foi o deus Hércules.

Trajano criou a II Traiana Fortis, juntamente com a XXX Ulpia Victrix, para as campanhas que resultaram na anexação da Dácia no início do século II. Após a vitória, a II Traiana Fortis acompanhou o imperador na sua campanha contra o Império Persa, que se iniciou em 115. Em 117, a legião foi estacionada na Judeia, como força de manutenção de paz numa província dada a revoltas. Em 125, a II Trajana Fortis foi transferida para o Egipto, onde partilhou o campo de Alexandria com a XXII Deiotariana. Entre 132 e 136, a legião foi uma vez mais mobilizada para a Judeia para lidar com outra revolta dos judeus.

No final do século II, a II Trajana Fortis desempenhou um papel importante na subida de Septímio Severo ao trono ao desertar à última hora do exército do governador Pescinnius Niger. Já no século III, a legião esteve ao serviço de Caracala na Germânia e recebeu o cognome Germanica.

absbottom
Legiões Romanas

I Adiutrix - I Italica - II Adiutrix - II Italica - III CyrenaicaIII Augusta - III Gallica - IV Macedonica - V Alaudae - IX Hispana - X Gemina - XIII Gemina - XVII - XVIII - XIX - XX Valeria Victrix - XXI Rapax - XXII Primigenia - mais...