Leila Lopes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde outubro de 2011).
Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
Leila Lopes
Leila Lopes
Nome completo Leila Gomes Lopes
Nascimento 19 de Novembro de 1959
São Leopoldo, Rio Grande do Sul
 Brasil
Nacionalidade  brasileira
Morte 3 de dezembro de 2009 (50 anos)
São Paulo, São Paulo
 Brasil
Ocupação Atriz, apresentadora, jornalista
Atividade 1988-2009

Leila Gomes Lopes (São Leopoldo, 19 de novembro de 1959[1]São Paulo, 3 de dezembro de 2009) foi uma atriz, jornalista e apresentadora de televisão brasileira, conhecida por seus papéis em telenovelas da Rede Globo e, posteriormente, por ter iniciado carreira no cinema pornográfico.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Filha de Reúcio Lopes e Natália Gomes Lopes (ex-vereadora), Leila era professora em Esteio (RS), cidade em que morava com seus pais até que ficou nacionalmente conhecida, principalmente por dois papéis que interpretou em telenovelas veiculadas pela Rede Globo: a professorinha Lu, em Renascer, em 1993, e Suzane, em O Rei do Gado, em 1996.

Em 1997, fez um ensaio fotográfico para a edição de março da Revista Playboy e em maio de 2008 entrou para o elenco da produtora de filmes pornográficos Brasileirinhas, com o filme Pecados & Tentações.[2] Contudo, muita polêmica foi gerada sobre sua participação no filme. A princípio, Leila negou e ameaçou processar os veículos que divulgaram que ela teria feito um filme pornô. Entretanto, a capa do DVD Pecados & Tentações, dirigido por J.Gaspar, veio à tona e a atriz não teve mais como negar. Logo depois, confirmou ao site Ego que de fato havia gravado cenas para o longa, mas não como a mídia havia divulgado:[3]

Cquote1.svg O que existe é que fiz duas cenas com um só ator. É um filme de época baseado em Nelson Rodrigues. Na semana que vem vou me isolar para gravar o restante. Cquote2.svg

Seus últimos trabalhos foram como apresentadora de programas de TV no Entre 4 Paredes com Leila Lopes, exibido pelo canal de internet JustTV, e Calcinha Justa, pelo Sexprivé.

Morte[editar | editar código-fonte]

A atriz foi encontrada morta em sua residência na madrugada de 3 de dezembro de 2009. Posteriormente, foi confirmado que cometera suicídio ingerindo veneno para rato.[4] Leila Lopes, contudo, deixou uma carta de suicídio para seus familiares na qual expressava o que estava sentindo naquele momento de sua vida e o que a fez partir:

Cquote1.svg Não chorem, não sofram, eu estou ABSOLUTAMENTE FELIZ!!! Era tudo o que eu queria: ter paz eterna com meu Deus e, se possível, com minha mãe. Eu não me suicidei, eu parti para junto de Deus. Fiquem cientes de que não bebo e não uso drogas, decidi que já fiz tudo que podia fazer nessa vida. Tive uma vida linda, conheci o mundo, vivi em cidades maravilhosas, tive uma família digna e conceituada em Esteio, brilhei na minha carreira, ganhei muito dinheiro e ajudei muita gente com ele. Realmente não soube administrá-lo e fui iludibriada [sic] por pessoas de má-fé várias vezes, mas sempre renasci como uma fênix que sou e sempre fiquei bem de novo. Aliás, nunca me importei com o ter.

Bom, tem muito mais sobre a minha vida, isso é só para verem como não sou covarde não, fui uma guerreira, mas cansei. É preciso coragem para deixar esta vida. Saibam todos que tiverem conhecimento desse documento que não estou desistindo da vida, estou em busca de Deus. Não é por falta de dinheiro, pois com o que tenho posso morar aqui, em Floripa ou no Sul. Mas acontece que não quero mais morar em lugar nenhum. Eu não quero envelhecer e sofrer. Eu vi minha mãe sofrer até a morte e não quero isso para mim. Eu quero paz! Estou cansada, cansada de cabeça! Não aguento mais pensar, pagar contas, resolver problemas... Vocês dirão: Todos vivem!!! Mas eu decidi que posso parar com isso, ser feliz, porque sei que Deus me perdoará e me aceitará como uma filha bondosa e generosa que sempre fui. Aos meus fãs verdadeiros, aos jornalistas imparciais, ao Walter Negrão e sua esposa Orphilia, à LBV, ao Eduardo Gomes, ao prefeito de Itu, Herculano Neto, e toda a sua equipe, e ao meu amigo Zé, meu muito obrigada. Às emissoras que trabalhei, obrigada. E aos colegas maravilhosos, muita luz! A todos os sites dignos que acompanharam a minha vida, SUCESSO!!! Ego, Esther Rocha, Thiago, Odair Del Pozzo, Felipe Campos, não se sintam esquecidos. Não posso citar nomes de amigas, pois aí seria um livro, mas Sueli você é a irmã que não tive. Márcia, seja sempre feliz amiga. Magrid, obrigada por tudo! Andréia, do TV Fama, beijo amiga. Tadeu (di Pietro) cadê você??? Desculpe a quem esqueci, a vida foi muito mais maravilhosa do que sofrida para mim. Obrigada, Jesus, Nossa Senhora e meu Deus, perdoem-me e recebam-me como a filha honesta e bondosa que sempre procurei ser! Fiquem com Deus, todos! Leila Lopes

Se existe sentimento maior que o amor, desconheço![5] [6]

Cquote2.svg
Leila Lopes

Carreira[editar | editar código-fonte]

Televisão[editar | editar código-fonte]

Teatro[editar | editar código-fonte]

Atuou em 33 espetáculos diferentes, entre eles:

Cinema[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Leila Lopes
Este artigo sobre uma atriz é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.