Leila Sterenberg

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde novembro de 2008).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Leila Sterenberg
Leila Braga Sterenberg
Nascimento 17 de setembro de 1971 (42 anos)
Rio de Janeiro
 Brasil
Ocupação Jornalista e apresentadora de televisão
Principais trabalhos Em Cima da Hora
Conta Corrente

Leila Braga Sterenberg (Rio de Janeiro, 17 de setembro de 1971) é uma jornalista brasileira.

Formada pela Escola de Comunicação da UFRJ em 1992, iniciou no jornalismo como repórter da Veja Rio. Após curta temporada nestas funções, viajou para Nova York, onde foi correspondente de O Globo e colaboradora de algumas revistas. Contratada pela Bloomberg, foi a primeira brasileira a fazer rádio e TV na companhia. Passados dois anos em território americano, voltou à imprensa brasileira. Em 1998, mudou-se para Brasília, contratada para ser âncora e editora-chefe da primeira edição do DFTV, jornal local da TV Globo. Ao fim de 1999, tornou-se repórter da Globo News, voltando a residir no Rio de Janeiro em março de 2000. A partir de então, passou a apresentar o Em Cima da Hora, hoje Jornal da Globonews. Fez em diversas ocasiões o Conta Corrente e o Conta Corrente Especial, para o qual entrevistou, entre outras personalidades, Christine Lagarde, à época ministra do governo francês. Também faz entrevistas para outros programas do canal, com destaque para o Milênio, para o qual entrevistou o maestro indiano Zubin Mehta, o escritor e jurista alemão Bernhard Schlink, o deputado do Parlamento Europeu Daniel Cohn-Bendit, a socióloga americana Saskia Sassen, o Prêmio Nobel de Medicina Eric Kandel e o cientista social francês Alain Touraine, entre outros. Para o Almanaque, entre seus entrevistados estiveram a atriz francesa Audrey Tautou e o ator alemão Daniel Brühl. Além do Português (sua língua materna), Leila Sterenberg faz entrevistas em Inglês, Francês, Espanhol e Alemão.

Dentre os prêmios recebidos, estão os prêmios Volvo e Abril. Já na TV Globo, recebeu o prêmio interno da emissora pela cobertura da prisão de Saddam Hussein e pela série "Alemanha 2006: Futebol e História". A série está entre os projetos de reportagem e entrevistas especiais que a jornalista desenvolve periodicamente. Leila Sterenberg realizou a série "Cem anos de Arquitetura", no centenário do arquiteto Oscar Niemeyer; as entrevistas de "Além da Guerra", por ocasião dos 70 anos do início da Segunda Guerra Mundial; e a série de programas especiais para o Ano da Alemanha no Brasil, exibida em 2013.

Desde 2012, Leila Sterenberg comanda o Clube dos Correspondentes, programa que já teve duas temporadas e reúne jornalistas estrangeiros que atuam no Brasil.


Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

Referências

Erro de citação: O elemento <ref> definido em <references> tem o atributo de grupo "", que não aparece no texto anterior.