Lella Lombardi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Lella Lombardi
Informações pessoais
Nome completo Maria Grazia Lombardi
Nacionalidade Itália italiana
Nascimento 26 de Março de 1941
Frugarolo, Flag of Piedmont.svg Piemonte
Morte 3 de Março de 1992 (50 anos)
Milão, Flag of Lombardy.svg Lombardia
Registros na Fórmula 1
Temporadas 1974-1976
Equipes 3 (March, Williams e RAM)
GPs disputados 12
Títulos 0
Vitórias 0
Pódios 0
Pontos 0.5
Pole positions 0
Voltas mais rápidas 0
Primeiro GP GP da Grã-Bretanha (1974)
Último GP GP da Áustria (1976)

Maria Grazia Lombardi, mais conhecida por Lella Lombardi (Frugarolo, 26 de Março de 1941 - Milão, 3 de Março de 1992) foi uma das raras mulheres automobilistas de Fórmula 1.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Lella começou sua carreira em meados dos anos 1960, no turismo local, corridas de carros e comícios, dirigindo para a Escuderia Moroni of Lodi. Em 1968 mudou-se para corridas de circuito, competindo na Fórmula 875-Monza, ganhando sua terceira corrida da história. A piloto progrediu através de Fórmulas Júnior no mercado interno, obteve êxito e em 1970 terminou em 3º o Campeonato Italiano de Fórmula Ford. Ela terminou em 10º o Campeonato Italiano de Fórmula 3, em 1972 dirigindo um Jolly Club.[1]

Sua estréia na Fórmula 1 foi no GP da Grã-Bretanha de 1974, pela equipe Brabham. No ano de 1975 Lella disputou 12 das 14 provas da temporada. No GP da Espanha, ela conquistou a melhor colocação de uma mulher na categoria, com a sexta posição que lhe valeu meio-ponto. Até hoje Lella é a única mulher a marcar ponto na categoria.[2]

Em 1976, após falhar ao tentar se classificar para a corrida de abertura da temporada no Brasil, ela foi substituída pelo sueco Ronnie Peterson. Ainda em 1976, ela fez três tentativas com um Brabham pela equipe RAM, mas não teve sucesso. O que marcou sua saída da F1.[3] Entretanto, naquele ano Lella fez história junto à Divina Galica no Grande Prêmio da Grã-Bretanha, o único na história em que duas mulheres estavam inscritas, porém ambas não se classificaram.[4]

Após sua saída da F1 ela teve uma carreira de sucesso com carros de turismo e até participou de uma corrida da NASCAR em Daytona em 1977. Lella obteve considerável sucesso com Giorgio Francia em Osella e mais tarde com o Alfa Romeo GTV6. Ela continuou a correr no final dos anos 1980 quando foi diagnosticada com câncer. Ela faleceu por conta da doença aos 50 anos de idade.[3]

Posição de chegada nas corridas de Fórmula 1[editar | editar código-fonte]

(Legenda: Corridas em negrito indicam pole position; corridas em itálico indicam volta mais rápida.)

Ano Equipe Chassi Motor 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 Classificação Pontos
1974 Brabham-Ford Brabham BT42 Cosworth V8 ARG
NP
BRA
NP
AFS
NP
ESP
NP
BEL
NP
MON
NP
SUÉ
NP
PSB
NP
FRA
NP
GBR
NQ
ALE
NP
AUT
NP
CAN
NP
ITA
NP
EUA
NP
0
1975 March-Ford March 741 Cosworth V8 ARG
NP
BRA
NP
AFS
Ret
ESP
6
MON
NQ
BEL
Ret
SUÉ
Ret
PSB
14
FRA
18
GBR
Ret
ALE
7
AUT
17
ITA
Ret
21ª 0.5
Williams Williams FW04 USA
NL
1976 March-Ford March 761 Cosworth V8 BRA
14
AFS
NP
OEU
NP
ESP
NP
BEL
NP
MON
NP
SUÉ
NP
FRA
NP
36º 0
Brabham-Alfa Romeo Brabham BT44B GBR
NQ
ALE
NQ
Brabham-Ford Brabham BT44B AUT
12
PSB
NP
ITA
NP
CAN
NP
EUA
NP
JPO
NP

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre Automobilismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.