Leonel de Antuérpia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Leonel de Antuérpia (29 de Novembro de 1338 - 17 de Outubro de 1368), Duque de Clarence e Conde de Ulster, foi o terceiro filho do rei Eduardo III de Inglaterra e de Filipa de Hainaut. O seu sobrenome é informal e derivado de ter nascido na cidade de Antuérpia, actualmente na Bélgica.

Em 1352, Leonel casou com Elizabeth de Burgh, herdeira do importante Condado de Ulster na Irlanda. Em 1362, Eduardo III faz dele Duque de Clarence e governador da Irlanda, com o objectivo de assegurar a autoridade inglesa na ilha. Seus esforços para garantir uma efetiva autoridade sobre as suas terras irlandesas foram apenas moderadamente bem sucedidos, e após a realização de um parlamento em Kilkenny, que passou o famoso Estatuto da Kilkenny, em 1367, ele abandonou a tarefa com desgosto e retornou à Inglaterra. Leonel tornou-se viúvo em 1363, quando Elizabeth morreu durante o trabalho de parto da sua filha Filipa. O segundo casamento surgiu em 1368, já depois do seu regresso definitivo a Inglaterra. A noiva era Violante Visconti, filha de Galeazzo Visconti, senhor de Pavia, que a dotara com uma soma astronómica. O casamento efectuou-se em Itália no mês de Junho. Leonel morreu ainda em Itália em Outubro do mesmo ano.

Precedido por
nova criação
Duque de Clarence
13 de Novembro de 136217 de Outubro de 1368
Sucedido por
extinto
Precedido por
Matilde de Lancastre
Conde de Ulster por casamento
135217 de Outubro de 1368
com Elizabeth de Burgh (até 1363)
Sucedido por
Edmundo Mortmer
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.