Leopardo-árabe

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaLeopardo-árabe
Leopardo-árabe no Centro de Reprodução de Endangered Arabian Wildlife, em Sharjah.

Leopardo-árabe no Centro de Reprodução de Endangered Arabian Wildlife, em Sharjah.
Estado de conservação
Status iucn3.1 CR pt.svg
Em perigo crítico
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Mammalia
Ordem: Carnivora
Família: Felidae
Género: Panthera
Espécie: P. pardus
Subespécie: P. p. nimr
Nome trinomial
Panthera pardus nimr
(Hemprich e Ehrenberg, 1833)

O leopardo-árabe (Panthera pardus nimr) é a menor subespécie de leopardo e é nativo da península arábica (embora testes genéticos o mostre muito semelhante ao leopardo africano, tirando o leopardo-árabe da condição de subespécie), é um leopardo menor que seus primos da África e da Ásia.

Essa subespécie está criticamente ameaçada de extinção, existem menos de 200 exemplares e sua população continua a diminuir devido à caça ilegal.

Características[editar | editar código-fonte]

Os machos pesam de 24 a 34 kg, as fêmeas pesam de 18 a 23 kg. Possuem até 2 metros de comprimento total (do focinho até o final na cauda) no caso dos machos, já as fêmeas possuem de 1,60 a 1,90 metros de comprimento total.

Habita áreas montanhosas que contenham alimento, água e vegetação necessária.

Vivem sozinhos e só se juntam na época de acasalamento, o que dura em média 5 dias.

Distribuição[editar | editar código-fonte]

O leopardo-árabe vive em Israel, Arábia Saudita, Emirados Árabes Unidos, Iêmen e Omã.

Ícone de esboço Este artigo sobre Felídeos, integrado ao WikiProjeto Mamíferos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.