Lepidoptera

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaLepidoptera
Heraclides thoas

Heraclides thoas
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Arthropoda
Classe: Insecta
Superordem: Endopterygota
Ordem: Lepidoptera
Diversidade
44 super-famílias e 127 famílias

Lepidoptera (Lepidópteros) é uma ordem de insectos muito diversificada, que inclui as borboletas e um grupo chamado de traças em Portugal ou mariposas no Brasil. O grupo inclui insectos com dois pares de asas membranosas cobertas de escamas e peças bucais adaptadas a sucção. O ciclo de vida dos lepidópteros é holometabólico e engloba quatro etapas: ovo, larva (quando é especificado por lagarta), pupa (especificada como crisálida) e imago (a fase adulta).

Existe boa diversidade de formas e comportamentos dentre os lepidópteros. É comum em varias especies o uso de aposematismo, mimetismo e camuflagem (tanto na fase adulta quanta na larval) como meios de defesa contra predadores. Algumas também apresentam toxinas no corpo, sendo que no caso de algumas lagartas esta pode ser "injetada" em seus atacantes por meio de cerdas que o animal possui no dorso.

Algumas espécies possuem um tempo de vida extremamente curto quando chegam à fase adulta, em muitos casos apenas o necessario para a reprodução. Geralmente nestes casos, o animal adulto nem sequer se alimenta, possuindo o aparelho bucal atrofiado, sendo que acumulam toda a energia necessaria para viver no estagio larval. As que se alimentam na fase adulta o fazem através da sucção de liquidos, geralmente o nectar de flores ou o sumo de frutos em decomposição. Muitas especies tem grande importância na polinização de diversas plantas.

Ilustração com algumas especies: Rothschildia aurota (no centro), Orsotriaena medus (acima, vista ventral, e abaixo, vista dorsal, de R. aurota), Pyrrhogyra neaerea (parte superior) e Junonia atlites (parte inferior); sendo as duas ultimas com visão dorsal a esquerda e ventral a direita.

Taxonomia[editar | editar código-fonte]

Há cerca de 180 000 espécies de lepidópteros, classificadas em 127 famílias. Destas, seis estão em perigo crítico de extinção, 36 estão ameaçadas e 116 são consideradas vulneráveis. O Brasil é considerado o quarto pais com maior diversidade de lepidópteros do mundo, tendo cerca de 5000 especies conhecidas. Destas, 57 espécies são consideradas em risco de extinção.

Sistematicamente, a ordem é dividida em quatro subordens: Zeugloptera, Dachnonypha, Monotrysia e Ditrysia. Informalmente a ordem é dividida em dois grupos: Rhophalocera (borboletas) e Heterocera (traças/mariposas).

As 127 familias se agrupam em 44 super-famílias de lepidópteros, das quais apenas duas (Hesperioidea e Papilionoidea) são consideradas Rhophalocera (borboletas), o que corresponde a cerda de 12% (cerca de 22.000 especies). As seguintes familias são consideradas como borboletas: Hesperiidae, Papilionidae, Pieridae, Nymphalidae, Lycaenidae e Riodinidae. As restantes são designadas por traças/mariposas.


Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Commons Imagens e media no Commons
Wikispecies Diretório no Wikispecies

Ligações externas[editar | editar código-fonte]