Leptotes unicolor

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaLeptotes unicolor
Leptotes unicolor Orchi 01.jpg

Classificação científica
Domínio: Eukaryota
Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Liliopsida
Ordem: Asparagales
Família: Orchidaceae
Subfamília: Epidendroideae
Tribo: Epidendreae
Subtribo: Laeliinae
Género: Leptotes
Espécie: L. unicolor
Nome binomial
Leptotes unicolor
Barb.Rodr. 1877
Sinónimos
Leptotes paranaensis Barb.Rodr. 1881

Leptotes unicolor é uma espécie de orquídea epífita de crescimento cespitoso que habita áreas mais secas da mata atlântica nos estados brasileiros de Minas Gerais, e Paraná, no Brasil e também do nordeste da Argentina.[1] São pequenas plantas, que pela morfologia vegetativa poderiam ser comparadas a pequenas Brassavola, devido a suas folhas roliças. No entanto, apesar desta semelhança, são relacionadas mais proximamente à Loefgrenianthus e Pseudolaelia e Schomburgkia.[2]

Apresentam rizoma curto e pseudobulbos muito pequenos que quase imperceptivelmente prolongam-se em uma carnosa folha teretiforme curta, ereta ou pendente, que apresenta um sulco mais ou menos profundo na face. A inflorescência é apical, curta, e comporta poucas flores grandes se comparadas à dimensões da planta, mas pequenas quando comparadas às orquídeas mais frequentemente cultivadas. As flores apresentam-se bastante tombadas. As flores geralmente são de coloração rósea pálida. As pétalas e sépalas são parecidas, o labelo é trilobado, em algumas espécies com margens lisas, possuindo garras que se prendem aos lados da coluna. Esta é curta e possui seis polínias de tamanhos desiguais, quatro grandes e duas pequenas.[3]

Apesar de pelas flores ser mais próximo ao grupo de folhas longas, poderia ser considerada uma espécie de transição pois suas folhas são bem mais curtas que as das outras espécies dete grupo. Pode ser reconhecida por apresentar flores bastante tombadas inteiramente de cores roséas bastante pálidas.[4]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Govaerts, Rafaël et al: World Checklist of Orchidaceae. The Board of Trustees of the Royal Botanic Gardens, Kew. Publicado na Internet (em inglês) (consultada em janeiro de 2009).
  2. Van den Berg, Cássio et al: A phylogenetic analysis of Laeliinae based on sequence data from ITS of nuclear ribosomal DNA. Lindleyana 15(2): pp. 96–114. 2000. Publicado na Internet, em inglês.
  3. Barbosa Rodrigues, João: Leptotes unicolor em Genera et species orchidacearum novarum Vol.1, pp.74. 1877.
  4. Withner, Carl L.: The Cattleyas and Their Relatives, Vol. 3, pp.95. Timber Press, Oregon.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre orquídeas (família Orchidaceae), integrado no Projeto Plantas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.