Leslie Feist

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém uma ou mais fontes no fim do texto, mas nenhuma é citada no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde dezembro de 2011)
Por favor, melhore este artigo introduzindo notas de rodapé citando as fontes, inserindo-as no corpo do texto quando necessário.
Leslie Feist
Leslie Feist ao vivo en São Francisco, 2006.
Informação geral
Também conhecido(a) como Feist
Nascimento 13 de Fevereiro de 1976 (38 anos)
Origem Amherst, Nova Escócia
País  Canadá
Nacionalidade Canadense
Gênero(s) Folk
Indie pop
Indie rock
Pop barroco
Ocupação(ões) Musicista
Compositora
Instrumento(s) Vocal
Guitarra
Piano
Banjo
Bateria
Período em atividade 1991 - atualmente
Gravadora(s) Arts & Crafts
Cherrytree Records
Interscope Records
Afiliação(ões) By Divine Right
Broken Social Scene
Peaches
Chilly Gonzales
Mastodon
Kings of Convenience
Mountain Man
AroarA
Página oficial Site Oficial

Leslie Feist (Calgary, Alberta, 13 de Fevereiro de 1976) é uma cantora canadense. Ela apresenta com o nome Feist, e participa da banda Broken Social Scene.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Leslie Feist Nasceu em Amherst, Nova Scotia. Aos 15 anos, iniciou-se na música. A moça fundou e era a vocalista de uma banda punk de Calgary, chamada Placebo (não confundir com a famosa banda inglesa, Placebo). O grupo venceu um concurso de bandas local e recebeu como prêmio o direito de tocar num show cuja atração principal eram os Ramones. Em 1998, a cantora mudou-se de Calgary para Toronto. No ano seguinte, tornou-se guitarrista da banda By Divine Right e lançou o seu álbum primeiro álbum solo Monarch (Lay Your Jewelled Head Down).

Em 2000, Feist mudou-se para um apartamento na Queen street West "um apartamento lendário chamado 701", em cima do sexshop Come as you are com um amigo de um amigo Merrill Nisker, que então começou a tocar como músico electro-punk "Peaches". Feist apareceu como vocalista convidado em The Teaches of Peaches. Também conheceu o músico Gonzales durante este tempo. Enquante esteve na Europa colaborou com o duo de Noruegueses Kings of Convenience como vocalista convidada no álbum Riot on a Empty Street. Ela também aparece no álbum de The New Deal's, Gone Gone Gone de 2003, e no álbum de Apostle of Hustle's Folkloric Feel de 2004.

Feist gravou o seu segundo álbum a solo, Let It Die, em Paris em 2002 e 2003. Este álbum continha uma combinação de jazz, bossa nova e indie rock, foi aplaudido como um dos melhores álbuns pop do Canadá de 2004 e atraiu uma significante audiência internacional. Nas gravações e nas performances, Feist tocou com uma Guild Starfire 1965 que a ajudou no tom de jazz.

Festival de verão Quebec - 2008

O single "Mushaboom", de Let It Die, fez parte de um anúncio para um perfume Lacoste. Devido à sua popularidade na França, onde gravou Let it Die. Em 2005, contribuiu para a música da UNICEF "Do They Know It's Hallowe'en?"

No início de 2006, Feist voltou à Europa para gravar o álbum sucessor de Let It Die com Gonzales, Mocky, Jamie Lidell, and Renaud Letang. O terceiro álbum solo de Feist, The Reminder, foi lançado em 23 de Abril de 2007 na Europa, e foi lançado em 1 de Maio no Canadá, nos EUA e no resto do Mundo. Recentemente colaborou com o seu colega de apartamento Peaches numa faixa intitulada de " Give 'Er", que apareceu no álbum de Peaches: Impeach My Bush. Feist contribuiu para as vozes de fundo. Emprestou também a sua voz para duas faixas "La Meme Histoires" e "We're All in the Dance" na banda sonora do filme Paris je t'aime.

Feist viu vários artistas fazerem "covers" das suas músicas como: Nova Scotians Travis MacRae e Buck 65, bem como a sua bem conhecidada banda Broken Social Scene e colega de turné Bright Eyes. Buck 65, com quem Feist fez turnes como abertura de show, apareceu no videoclipe "One Evening". Feist colaborou também com The Postal Service.

Feist namora Kevin Drew, líder da banda Broken Social Scene.

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns[editar | editar código-fonte]

Broken Social Scene[editar | editar código-fonte]

Colaborações[editar | editar código-fonte]

Singles[editar | editar código-fonte]

Covers[editar | editar código-fonte]

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

2003[editar | editar código-fonte]

  • Prêmio Juno Award para Álbum Alternativo do Ano - "You Forgot It in People" na banda Broken Social Scene

2005[editar | editar código-fonte]

  • Prêmio Juno Award para Álbum Alternativo do Ano - Let It Die
  • Prêmio Juno Award para Novo Artista do Ano
  • Indicação Juno Award para Vídeo do Ano - "One Evening" Dirigido por George Vale.

2006[editar | editar código-fonte]

  • Indicação Juno Award para Single do Ano - "Inside and Out"
  • Prêmio Juno Award para Álbum Alternativo do Ano - "Broken Social Scene" na banda Broken Social Scene
  • Indicação MuchMusic Video Award - "Mushaboom"

2007[editar | editar código-fonte]

  • Indicação Polaris Music Prize - The Reminder
  • Indicação CBC Radio 3 Bucky Award para Melhor canção que pode ser um futuro clássico - "1234"
  • Indicação MuchMusic Video Award - "My Moon My Man"

2008[editar | editar código-fonte]

  • Indicações no Grammy Award:
    • Melhor vocal pop feminino
    • Melhor novo artista
    • Melhor álbum de vocal pop – The Reminder
    • Melhor vídeo musical curto – "1234"
  • Indicação Brit Award - Melhor Artista Internacional Feminino
  • Prêmio Shortlist Music Prize - The Reminder
  • Prêmio no Juno Award:
    • Artista do ano – "Feist"
    • Compositor do ano – "Feist, por '1234', 'My Moon My Man', e 'I Feel It All'"
    • Single do ano – "1234"
    • Álbum do ano – The Reminder
    • Álbum pop do ano – The Reminder
  • Independent Music Awards:
    • Prêmio Álbum do ano - The Reminder
    • Prêmio Artista Solo Favorito - "Feist"
    • Indicação Single do ano - "1234"
    • Indicação Vídeo do ano - "1234" Dirigido por Patrick Daughters

Ligações externas[editar | editar código-fonte]