Lethocerus indicus

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaLethocerus indicus
Lethocerus indicus.jpg

Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Arthropoda
Classe: Insecta
Ordem: Hemiptera
Família: Belostomatidae
Género: Lethocerus
Espécie: L. indicus
Nome binomial
Lethocerus indicus
(Lepeletier & Serville, 1825)

Lethocerus indicus (barata-de-água-gigante) é um inseto aquático gigante, pertencente à família Belostomatidae, cujos membros são também conhecidos como baratas-de-água. É nativo do Sudeste Asiático. Caça peixes, aves, anfíbios, cobras e outros animais, vivendo na água, abaixo da superfície.[1] Foi inicialmente classificado como Belostoma indicum, tendo essa classificação sido posteriormente alterada, por ser considerada incorreta. É uma espécie conhecida por ser comestível, sendo usada na gastronomia de diversos países, de diversas maneiras diferentes.

Na culinária do Vietname[editar | editar código-fonte]

O nome vietnamita para o inseto e para a sua essência é cà cuống. Esta última, uma feromona produzida pelos machos para atraírem as fêmeas, é recolhida através da extração das bolsas onde o líquido é produzido.[2] O líquido é então colocado em pequenos recipientes de vidro. Existe alguma escassez destes insetos, sendo a procura da essência elevada. Por esta razão, a maior parte da essência de cà cuống no mercado é apenas uma imitação, atingindo a verdadeira preços elevados.

A essência de cà cuống é tipicamente consumida com bánh cuốn (crepes de massa de arroz).

Na culinária da Tailândia[editar | editar código-fonte]

Baratas-de-água-gigantes fritas

Na região do nordeste da Tailândia, o consumo de insetos é comum. Esta espécie (localmente conhecida como mang dah- แมงดา) é uma iguaria popular, sendo consumida inteira e frita.[3]

Referências