Li Ching Yuen

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Mestre taoísta Li Ching-Yuen

Mestre Li Ching-Yuen ou Li Ching Yun (Pinyin: lǐ qīng yún; Chinês Tradicional: 李清雲) (Chyi Jiang Hsien, Szechuan,1677- 6 de Maio de 1933) foi um mestre taoísta chinês, herbalista e praticante de Chi Kung que fontes chinesas alegam ter vivido até a idade de 256 anos.

O segredo da longevidade[editar | editar código-fonte]

O artigo "Tartaruga-Pombo-Cão" da Revista Time registra a resposta do Mestre Li Ching Yuen sobre qual o seu segredo para conquistar uma vida tão longa:

  • Manter o coração calmo,
  • sentar como uma tartaruga,
  • andar vigorosamente como um pombo
  • e dormir como um cão.

Referências sobre o Mestre Li Ching Yuen[editar | editar código-fonte]

Segundo o artigo da Revista Time ("Time Magazine"), em 1930 o Professor Wu Chung-chieh, diretor do Departamento de Educação da Universidade de Chengtu, encontrou registros do Governo Imperial Chinês datados de 1827 congratulando Li Ching Yuen por seu aniversário de 150 anos.

Em seu livro "Ancient Secrets of Youth" Peter Kelder registra a história de Li Ching Yuen contada por um de seus discípulos, o Mestre de Tai Chi Chuan Da Liu. Ele conta que com 130 anos o Mestre Li encontrou nas montanhas um eremita de idade ainda maior que lhe ensinou o Pa-Kua e um conjunto de práticas de Chi Kung, que incluíam treinamentos de respiração, movimentos coordenados com sons, e recomendações sobre a alimentação e o uso de ervas medicinais. Segundo Da Liu seu mestre dizia que sua longevidade "é devida ao fato que realizei estes exercícios a cada dia, regularmente, corretamente, e com sinceridade por 120 anos."

O Dr. Yang Jwing-Ming, em seu livro "Muscle/Tendon Changing and Marrow/Brain Washing Chi Kung." declara que Li Ching-Yuen foi um herbalista chinês praticante de Chi Kung que passou a maior parte de sua vida nas montanhas. Em 1927 o General Yang Sen (揚森), membro do Exército Nacional Revolutionário chinês o convidou para ir à sua residência em Wann Hsien, província de Szechuan, onde a fotografia reproduzida neste artigo foi feita.

O General Yang Sen publicou um estudo relatando suas pesquisas sobre ele, "Um Registro Factual sobre o "Homem de Sorte" de 250 anos.", onde descreve a aparência do Mestre Li Ching Yuen quando o conheceu: "Sua visão era perfeita e e sua pele firme; Li tinha sete pés de altura, unhas muito longas e compleição forte."

Stuart Alve Olson escreveu em 2002 o livro "Ensinamentos de Qigong de um Imortal Taoísta: Os oito Exercícios Essênciais do Mestre Li Ching Yun". Neste livro o autor transmite a prática do Chi Kung dos Oito Panos de Seda ("Eight Brocade Qigong"), que aprendeu com o mestre de Tai Chi Chuan T. T. Liang. Liang por sua vez aprendeu estes treinamentos diretamente com o próprio General Yang Sen, responsável por trazer o Mestre Li Ching Yuen a público e autor do livro em chinês sobre suas práticas com orientações do Mestre Li que Olson traduziu e incorporou em seu livro.

Os praticantes da arte marcial Jiulong Baguazhang, também conhecida como Nine Dragon Eight Diagram Palm, alegam que sua arte foi concebida pelo sábio taoísta Li Ching Yuen.

O Mestre Liu Pai Lin mantinha no espaço em que dava suas palestras em São Paulo uma foto sua, onde eram visíveis suas longas unhas espiraladas. Ele destacava a importância que este mestre, que conhecera pessoalmente na China, dava ao cultivo do Vazio (Wu Wei). Seu filho, Mestre Liu Chih Ming, ensina no Centro de Estudos da Medicina Tradicional e Cultura Chinesa (CEMETRAC) uma sequência de exercícios transmitida por Li Ching Yuen, o Chi Kung das Doze Sedas.

As diversas histórias sobre o Mestre Li Ching Yuen destacam seu papel como herbalista, usuário e divulgador do emprego de Gotu Kola (Centella asiatica) e outras ervas medicinais chinesas como Ginseng e Alho para manter a saúde e a longevidade.

Atitude de ceticismo a respeito de sua idade real[editar | editar código-fonte]

Ao conhecer a história de Li Ching Yun, a primeira reação de muitas pessoas é duvidar que um ser humano possa realmente ter atingido tal idade. É pouco provável que sua alegação venha algum dia a ser comprovada por documentos aceitáveis sem qualquer possibilidade de contestações no ocidente.

Se o resultado das pesquisa realizada nos antigos registros oficiais chineses (não reconhecidas oficialmente no ocidente) fosse considerada indiscutível, Li Ching Yun seria reconhecido como a pessoa mais longeva com sua idade atestada por documentos, tendo vivido mais de cem anos além do atual recorde documentado.

O atual recorde oficial de longevidade, atestada por documentos, pertence à francesa Jeanne Louise Calment, que faleceu em 1997 com 122 anos.

Wong Kiew Kit, Mestre de Chi Kung e Tai Chi Chuan, escreveu sobre Li Qing-Yun em sua homepage, respondendo às questões de seus leitores: "Eu não tenho certeza se o "Homem de Sorte" Li Qing Yun foi uma pessoa real ou apenas um mito, mas ele é certamente uma inspiração para nós." Uma inspiração para viver com saúde pelo tempo de vida possível ao ser humano em cada época.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Da Liu, "Taoist Health Exercise Book." Putnam Publishing Group, New York, 1983.
  • KELDER, Peter. "A Fonte da Juventude." Editora: BEST SELLER, 1992. ISBN 8-571232-91-1
  • KELDER, Peter. "The Ancient Secret of the Fountain of Youth" Publisher: Bantam Doubleday Dell Publishing Group, reprint 1998. ISBN 0-385491-62-X
  • LIU, Pai Lin (劉百齢 em japonês, RYU Hyakurei); HAYASHI, Yoshitsugu (林義貢); e SHIODA, Kenichi (塩田憲一). "Transmissão dos Mistérios do Chi Kung da Linhagem Taoísta." [ 秘伝 道家氣功 ] Japão, editora:たま出版, 1995. ISBN 4-88481-426-6
  • OLSON, Stuart Alve. "Qigong Teachings of a Taoist Immortal: The Eight Essential Exercises of Master Li Ching-yun" Healing Arts Press, 2002. ISBN 0-892819-45-6
  • Yang Jwing-Ming (Dr). "Muscle/Tendon Changing and Marrow/Brain Washing Chi Kung: The Secret of Youth." YMAA Publication Center, 1989. ISBN 0-940871-06-8.
  • REID, Daniel "The Complete Book of Chinese Health and Healing." Shambhala, 1994. ISBN 1-570620-71-7
  • Yang Sen (General). "A Factual Account of the 250 Year-Old Good-Luck Man." (Er Bae Wuu Shyr Suey Ren Ruey Shyr Jih). Publicado por "Chinese and Foreign Literature Storehouse" (Jong Wai Wen Kuh), Taipei, Taiwan.

Referências citadas no artigo[editar | editar código-fonte]

  • (em inglês) [1] "Tartaruga-Pombo-Cão", Artigo do "TIME magazine" datado de 15 de Maio de 1933".
  • (em inglês) [2] Referências do livro "Muscle/Tendon Changing and Marrow/Brain Washing Chi Kung" do Dr. Yang Jwing-Ming (1989).
  • (em inglês) [3] Trecho do livro do Dr. Yang Jwing-Ming disponível para download.
  • (em inglês) [4] A história do Mestre Li.
  • (em inglês) [5] O Mestre Da Liu fala de seu Mestre, Li Ching Yuen.
  • (em inglês) [6] Jiulong Baguazhang, também conhecido como "Nine Dragon Eight Diagram Palm", arte marcial concebida pelo sábio Taoísta Li Ching-Yuen.
  • (em inglês) [7] A história do Jiulong Baguazhang.
  • (em inglês) [8] Li Ching Yuen: o mais famoso usuário de Gotu Kola (conhecida na China como fo-ti-tieng)
  • (em inglês) [9] Wong Kiew Kit responde às questões de seus leitores, a Questão 10 é sobre o Mestre Li Qing-Yun.