Lian gong

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Lian Gong)
Ir para: navegação, pesquisa

Lian gong em dezoito terapias (em chinês: 练功十八法 pinyin: Liàn gōng shí bā fǎ) é um dos primeiros sistemas de prática corporal oriental que integra a tradição milenar das artes corporais chinesas aos modernos conhecimentos da medicina ocidental.

Histórico[editar | editar código-fonte]

O Lian Gong Shi Ba Fa foi criado em 1974 pelo médico ortopedista chinês Dr. Zhuang Yuan Ming, residente em Shangai.

Por desenvolver esta técnica de exercícios para prevenir e tratar de dores no corpo e restaurar a sua movimentação natural, ele recebeu do governo chinês o Prêmio de Pesquisa Científica de Resultado Relevante.

Ao criar sua técnica, o Dr. Zhuang se inspirou em outras sequências tradicionais de exercícios terapêuticos chineses, tais como o Ba Duan Jin (Exercícios dos Oito Brocados da Seda), O Jogo dos Cinco Animais e o Yi Jin Jing (Exercício dos Camponeses), dentre outros.

A prática do Lian Gong se fundamenta nos mesmos conceitos básicos da Medicina Tradicional Chinesa que fundamentam a massagem Tui Na, a Acupuntura, a Fitoterapia chinesa e o Qi Gong: o Qi, os Meridianos e a relação Yin e Yang.

As três séries de exercícios[editar | editar código-fonte]

O Dr. Zhuang complementou esta prática desenvolvendo mais 2 sequências de 18 exercícios:

  • A 1ª sequência é conhecida como "18 Terapias Anterior", dividida em 3 séries
    • 1ª série: Exercícios para a prevenção e tratamento de dores no pescoço e ombros
    • 2ª série: Exercícios para a prevenção e tratamento de dores nas costas e região lombar
    • 3ª série: Exercícios para a prevenção e tratamento de dores nos glúteos e nas pernas
  • A 2ª sequência é conhecida como "18 Terapias Posterior", dividida em 3 séries*
  • A 3ª sequência é conhecida como "I Qi Gong", planejada para fortalecer as funções do coração-pulmão e prevenir e tratar infecções das vias respiratórias.

Os exercícios são praticados seguindo o ritmo de músicas tradicionais chinesas.

O Lian Gong no Brasil[editar | editar código-fonte]

III Encontro Nacional de Lian Gong em 18 Terapias, no Ginásio do Centro de Convenções da UNICAMP.

O Lian Gong foi introduzido no Brasil em 1987 por Maria Lúcia Lee, professora de filosofia e artes corporais chinesas.

A seu convite o Dr. Zhuang visitou o Brasil duas vezes, em 1997 e 1999, realizando cursos de aperfeiçoamento na técnica e participando do I e II Encontros Nacionais de Lian Gong em 18 Terapias, em São Paulo e Santos, respectivamente.

Em setembro de 2004, aconteceu o III Encontro Nacional de Lian Gong em 18 Terapias, no Ginásio Multidisciplinar do Centro de Convenções da UNICAMP, Campinas, SP, idealizado pelo Professor Nelson Iba e realizado pelo Instituto IDEAIS, em parceria com Maria Lúcia Lee.

O III Encontro contou com a presença de 3000 pessoas.

O Ministério da Saúde incluiu o Lian Gong em 18 Terapias entre as práticas da MTC a serem oferecidas à população pelo SUS, através da Portaria 971 de 3 de maio de 2006.[1]

Em dezembro de 2006, aconteceu o IV Encontro Nacional de Lian Gong em 18 Terapias, também no Ginásio Multidisciplinar do Centro de Convenções da UNICAMP, Campinas, SP, realizado pelo Instituto IDEAIS, contando com a presença do Mestre Zhuang Jian Shen, filho e sucessor do Dr. Zhuang Yuan Ming.

O IV Encontro contou com a presença de 4000 pessoas.[2] [3]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Maria Lúcia Lee, "Lian Gong em 18 Terapias - Forjando um Corpo Saudável", São Paulo: Ed. Pensamento, 2ª Ed.
  • Dr. Zhuang Yuan Ming e Zhuang Jian Shen "Lian Gong Shi Ba Fa (Lian Gong em 18 Terapias)" (CD de áudio encartado), São Paulo: Ed. Pensamento, 2001.
  • Dr. Zhuang Yuan Ming e Zhuang Jian Shen, "I Qi Gong (Continuação do Lian Gong)" (CD de áudio encartado), São Paulo: Ed. Pensamento, 2002.
  • Fádua Gustin, "LIAN GONG EM 18 TERAPIAS: prevenção e tratamento de dores no corpo" in http://www.entreterraeceu.com.br/liangongem18terapias.pdf.
  • Fádua Gustin, "O Lian Gong em 18 Terapias na chegada da Primavera", in http://www.entreterraeceu.com.br/liangongnaprimavera.pdf.

Notas e referências

Ver também[editar | editar código-fonte]