Libaneses

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto (desde dezembro de 2011).
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Libaneses
Khalil Gibran.jpgCarlos Slim Helú.jpg

Gibran Khalil Gibran · Carlos Slim Helú
População total

~15 milhões

Regiões com população significativa
 Brasil 7 milhões[1]
Líbano 3.971.941[2]
 Argentina 1 milhão[3]
 Estados Unidos 440 mil[4]
 México 400 mil[5]
 Canadá 250 mil[6]
 Austrália 181 mil[7]
 Chile 90 mil[8]
Uruguai 70 mil[9]
Senegal 30 mil[10]
 Reino Unido 10.459[11]
 Israel 2.500[12]
Línguas
Árabe, francês, grego, armênio, fenício (extinto)
Religiões

O povo libanês (em árabe: الشعب اللبناني) é um conjunto de pessoas originárias do que é hoje o país do Líbano, incluindo aqueles que tinham habitado o Monte Líbano antes da criação do moderno estado libanês. O patrimônio cultural e linguístico do povo libanês é uma rica mistura da cultura indígena e das culturas estrangeiras que dominaram o seu povo ao longo de milhares de anos.

Um facto curioso sobre o povo libanês é que as maiorias deles não vive no Líbano. Tal como acontece com os seus antecessores, os libaneses sempre viajaram pelo mundo, e muitos deles resolveram imigrar definitivamente, mais notavelmente nos últimos dois séculos. Atualmente existem cerca de 4 milhões de pessoas no Líbano de entre um número estimado de 15 milhões de pessoas de ascendência libanesa no mundo, a maioria delas no Brasil.[13]

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre o Líbano é um esboço relacionado ao Projeto Ásia. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.