Liberal Fascism

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Liberal Fascism: The Secret History of the American Left, From Mussolini to the Politics of Meaning
Liberal Fascism (cover).jpg
Capa do livro na edição americana
Autor (es) Jonah Goldberg
Idioma inglês
País  Estados Unidos
Assunto Liberalismo, nazismo e socialismo
Género Não ficção
Editora Doubleday
Formato Capa dura
Lançamento 2008
Páginas 496
ISBN 0-385-51184-1

Liberal Fascism: The Secret History of the American Left, From Mussolini to the Politics of Meaning é um livro do escritor conservador Jonah Goldberg, sobre as origens e a natureza dos movimentos fascistas. Publicado em janeiro de 2008, alcançou o # 1 lugar na lista do New York Times dos livros de não-ficção mais vendidos nos Estados Unidos, em sua sétima semana na lista.[1] Goldberg é um colunista conservador e editor do National Review Online.

Resumo do conteúdo[editar | editar código-fonte]

No livro, Goldberg afirma que os movimentos fascistas foram e são da esquerda política. Ele afirma que tanto o liberalismo moderno e o fascismo se originaram do progressismo, e que antes da Segunda Guerra Mundial "o fascismo era amplamente visto como um movimento social progressista, com muitos adeptos liberais e de esquerda na Europa e nos Estados Unidos".[2]

Goldberg escreveu que havia mais no fascismo do que intolerância e genocídio, e argumenta que essas características não eram tanto uma característica do fascismo italiano, mas sim do nazismo alemão, e que teria sido forçada aos fascistas italianos após os nazistas invadiram o norte da Itália e criarem o governo fantoche em Salò.[3]

Ele argumenta que, ao longo do tempo, o termo fascismo perdeu o seu significado original e tornou-se semelhante ao significado da palavra moderna para 'herege', que marca um indivíduo digno de excomunhão do corpo político, lembrando que em 1946, o escritor socialista e antifascista George Orwell descreveu a palavra como já não ter qualquer significado, exceto para significar algo não desejável.[4] [5]

Origem do título e capa[editar | editar código-fonte]

Goldberg disse em entrevistas que o título Liberal Fascism foi tirado de um discurso de 1932 pioneiro de ficção científica e socialista[6] H. G. Wells em Oxford.[7] [8]

Referências

  1. Hardcover Nonfiction New York Times (March 9, 2008). Página visitada em 15 novembro 2013.
  2. Goldberg 2008, p. 9.
  3. Goldberg 2008, p. 25
  4. Goldberg 2008, p. 4
  5. Politics and the English Language George Orwell, 1946.
  6. "H. G. Wells: A Political Life", Journal article by John S. Partington; Utopian Studies, Vol. 19, 2008.
  7. The Glenn and Helen Show: Jonah Goldberg on Hillary, Huckabee, and Liberal Fascism (2007-12-27)..
  8. Goldberg 2008, p. 21.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre um livro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

‏‎‏‎