Libertad Lamarque

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Libertad Lamarque
Fotografia de Libertad Lamarque
Nome completo Libertad Lamarque de Bouza
Nascimento 24 de Novembro de 1908
Rosário Santa Fé  Argentina
Nacionalidade Argentinaargentina
México mexicana
Morte 12 de Dezembro de 2000 (92 anos)
Cidade do México,  México
Ocupação Atriz e cantora
Cônjuge Emilio Romero (1926-1945)
Alfredo Malerba (1945-1994)
Atividade (1930-2000)
Indicações
(1999) Melhor Primeira Atriz em La Usurpadora
IMDb: (inglês)

Libertad Lamarque de Bouza (Rosário, 24 de Novembro de 1908Cidade do México, 12 de Dezembro de 2000) foi uma atriz argentina radicada no México.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Filha de um uruguaio de origem francesa e de uma imigrante espanhola, desde os primeiros anos de vida Libertad mostrou grande talento para a atuação e principalmente para cantar, razão pela qual sua mãe apoiou-a em tudo o que pode, aos sete anos estreou-se numa peça de teatro, e aos doze anos já era uma profissional.

Em 1922, a família Lamarque foi viver em Buenos Aires onde Libertad poderia alcançar um futuro artístico. Quando Libertad completou dezoito anos, em 1926, gravou o seu primeiro álbum de tangos, que foi um admirável sucesso. Os êxitos sucederam-se, mas Libertad sentia necessidade de amar e ser amada em casa com Emílio Romero, com quem teve uma filha em 1928 de nome Mirtha. Passados anos as decepções começam a surgir e Libertad pede o divórcio, mas naquele tempo era muito difícil.

Após este fato, Libertad começa a sofrer de depressões e com o desespero tenta suicidar-se atirando-se de uma janela de um hotel em Santiago do Chile, mas felizmente o toldo do hotel a salva. Logo o seu ex-marido, rapta sua filha e leva-a para o Uruguai.

Libertad acompanhada de polícia e amigos parte para Montevideu, com o propósito de recuperar a sua filha. Mas a sua carreira continuou e sempre com êxitos, embora uma grande discussão com a colega de teatro Eva Duarte (mais tarde conhecida mundialmente como Eva Perón), levou-a a sair da Argentina e ir para o México acompanhada pelo seu segundo marido.

Em 1945 no México todos conheciam Lamarque como uma excelente atriz dramática, uma ótima cantora de tangos, boleros e canções folclóricas da América Latina, e por estes motivos começaram a chamar-lhe a “Noiva da América”.

Quando volta a Buenos Aires, depois da queda de Peron, entrou na peça “La Dolly Levy” de Hello Dolly, o povo ansioso por aquela magnífica voz, aclamou-a com admiração, respeito e amor. Em toda a América do Sul Libertad junta multidões. Os anos passaram e em 1996 decidiu radicar-se em Miami, Flórida, acompanhada de sua ajudante Irene Lopez, e sua filha Mirtha, seu genro, cinco netos e dez bisnetos ficaram em Buenos Aires.

Com 92 anos Libertad continuava ativa, alegre, cordial e muito feliz porque participava da telenovela Carinha de Anjo.

Numa manhã, sentiu-se mal e teve de ser internada de urgência no Hospital do Distrito Federal mexicano, onde esteve hospitalizada dez dias, e no dia 12 de Dezembro de 2000 (dia da Virgem de Guadalupe), a Dama do Tango, a Noiva da América veio a falecer. Seu corpo foi cremado e as suas cinzas deitadas na costa de Miami.

Filmes[editar | editar código-fonte]

  • La mamá de la novia (1978) ....
  • La loca de los milagros (1975) .... Aurora Durban
  • Negro es un bello color (1974) .... Eugenia
  • Hoy he soñado con Dios (1972) .... Lina Alonso
  • La sonrisa de mamá (1972) .......
  • Rosas blancas para mi hermana negra (1970) .... Laura
  • El hijo pródigo (1969) .... Alegría Román
  • Arrullo de Dios (1967) ......
  • Los hijos que yo soñé (1965)
  • Canta mi corazón (1965) .... Luisa Lamas
  • Canción del alma (1964) .... María Maragón
  • El cielo y la tierra (1962)
  • El pecado de una madre (1962) .... Ana María
  • Bello recuerdo (1961)... aka Así era mi madre (Mexico)
  • Amor en la sombra (1960) .... Claudia
  • Creo en ti (1960) ... aka Esposa o amante (Mexico: subtitle)
  • La cigüeña dijo sí (1960)
  • Yo pecador (1959)
  • Mis padres se divorcian (1959) .... Diana Valdez
  • Sabrás que te quiero (1958) ......
  • Música de siempre (1958).....
  • Cuatro copas (1958)......
  • La mujer que no tuvo infancia (1957)
  • Bambalinas (1957) .....
  • Bodas de oro (1956) ......
  • Historia de un amor (1956) .... Elena Ramos
  • Escuela de música (1955) .... Laura Galván
  • La mujer X (1955) ......
  • Si volvieras a mi (1954) .... Alejandra
  • Cuando me vaya (1954) .... María Grever
  • La infame (1954) .... Cristina Ferrán
  • Reportaje (1953) .... Unemployed Singer
  • Ansiedad (1953) .... María de Lara
  • Nunca es tarde para amar (1953)
  • Acuérdate de vivir (1953) .... Yolanda
  • Rostros olvidados (1952) .... Rosario Velazquez
  • Mi campeón (1952)
  • Te sigo esperando (1952)
  • La loca (1952)
  • La mujer sin lágrimas (1951)
  • La marquesa del barrio (1951) .... Cristina Payares/La Marquesa
  • Huellas del pasado (1950)
  • Otra primavera (1950)
  • La dama del velo (1949)
  • Soledad (1947)
  • Gran Casino (Tampico) (1947) .... Mercedes Irigoyen
  • Romance musical (1947)
  • La cabalgata del circo (1945) .... Nita
  • El fin de la noche (1944) .... Lola Morel
  • Eclipse de sol (1943)
  • En el viejo Buenos Aires (1942)
  • Una vez en la vida (1941)
  • Yo conocí a esa mujer (1941)
  • Cita en la frontera (1940)
  • La casa del recuerdo (1940)
  • Caminito de Gloria (1939)
  • Puerta cerrada (1939) .... Nina Miranda
  • Madreselva (1938)
  • La ley que olvidaron (1938) .... María
  • Besos brujos (1937)
  • Ayúdame a vivir (1936) .... Luisita
  • El alma de bandoneón (1935)
  • ¡Tango! (1933) .... Elena
  • Adiós Argentina (1930) .... Bride of Homeless

Telenovelas[editar | editar código-fonte]

Músicas[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]