Life of Pi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Life of Pi
As AVENTURAS de PI (PT)
A Vida de Pi (BR)
Autor (es) Yann Martel
Género Aventura
Fantasia
Editora Mariner Books
Formato romance
Lançamento 2001
Páginas 326
ISBN 0156027321
Edição portuguesa
Edição brasileira
Tradução Maria Helena Rouanet
Editora Nova Fronteira Participações S.A.
Lançamento 2012
Páginas 371
ISBN 978-85-209-3310-7

Life of Pi é um romance de aventura e fantasia por Yann Martel, publicado em 2001.

O romance foi rejeitado por pelo menos cinco editoras de Londres,[1] antes de ser aceito pela Knopf Canadá, que publicou em setembro de 2001. A edição britânica ganhou o Prémio Man Booker no ano seguinte.[2]
À época da premiação, Martel foi acusado de plágio, por sua história ter muitos pontos similares a um conto do livro Max e os Felinos, do escritor gaúcho Moacyr Scliar[3] . Nele, uma família indiana, vegetartiana e dona de um jardim zoológico está com graves condições econômicas e decide mudar-se para o Canadá, em um barco. Após o seu naufrágio, ele encontra-se perdido no oceano dividindo um bote com um tigre, uma hiena, um orangotango e uma zebra. A hiena matou a zebra e o orangotango e o tigre comeu a hiena, mas foi domesticado pelo rapaz. O rapaz vê-se obrigado a comer peixes e alguns animais em uma ilha flutuante. A história é narrada pelo rapaz, já adulto. Posteriormente, Martel admitiu ter se baseado na mesma premissa do livro brasileiro e inseriu uma nota de agradecimento no prefácio de sua obra.

Adaptação para o cinema[editar | editar código-fonte]

Em 2012, o escritor David Magee adaptou o livro para o cinema, o longa-metragem foi dirigido por Ang Lee com lançamento em 21 de novembro de 2001

Referências

  1. Fiachra Gibbons (24 de outubro de 2002). Principais editoras rejeitaram o livro vencedor Guardian. Visitado em 24 de outubro de 2012.
  2. David Kipen (23 de outubro de 2002). Canadian wins Booker Prize / 'Life of Pi' is tale of a boy who floats across ocean from India San Francisco Chronicle. Visitado em 24 de outubro de 2012.
  3. Colin Blackstock (08 de novembro de 2002). Booker winner in plagiarism row. Guardian. Página visitada em 14 de dezembro de 2012.
Ícone de esboço Este artigo sobre um livro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.