Liga de Amadores Brasileiros de Rádio Emissão

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Liga de Amadores Brasileiros de Rádio Emissão - LABRE
Fundação 2 de Fevereiro de 1934
Tipo Organização Civil
Sede Brasília - DF
Línguas oficiais Português
Filiação International Amateur Radio Union - IARU
Presidente Gustavo de Faria Franco PT2ADM
Sítio oficial labre.org.br

A Liga de Amadores Brasileiros de Rádio Emissão (LABRE) é uma associação civil que tem por objetivo reunir os adeptos do radioamadorismo de todo o Brasil.

Fundada em 2 de fevereiro de 1934, a LABRE é constituída sob o regime confederativo e por administrações estaduais, também designadas LABREs estaduais. A liga é reconhecida pelo Ministério das Comunicações, filiada à International Amateur Radio Union (Região II) e integrante do Sistema Nacional da Defesa Civil através da RENER.

Objetivos da LABRE[editar | editar código-fonte]

I. o desenvolvimento do radioamadorismo, em todas as suas modalidades;

II. a pesquisa científica e o desenvolvimento técnico-operacional de seus associados, no campo das telecomunicações;

III. as atividades filantrópicas, sociais, assistenciais, culturais, de ensino educativas, recreativas, desportivas, visando desenvolver o espírito associativo, a harmonia e a coesão do quadro social;

IV. a colaboração com os órgãos governamentais de telecomunicações, na forma da legislação pertinente, e a representação do radioamadorismo junto a essas autoridades governamentais;

V. o intercâmbio técnico científico, social e cultural com entidades congêneres;

VI. a perfeita integração administrativa e operacional das Labres Estaduais entre si e com a LABRE;

VII. a defesa dos direitos dos associados na área administrativa, respeitada a autonomia das Labres Estaduais;

VIII. as atividades cívicas, morais e intelectuais, visando o culto à pátria, às instituições, à família e a dignificação do homem;

IX: a representação e defesa do radioamadorismo brasileiro junto às autoridades brasileiras e organizações internacionais de radioamadores;

X. a criação, o desenvolvimento e a consolidação de escolas destinadas à formação e desenvolvimento de radioamadores em todas as modalidades de operação;

XI. a participação do radioamadorismo brasileiro em competições nacionais e internacionais;

XII. a manutenção de uma publicação técnica para divulgação de assuntos de eletrônica, eletricidade, e atividades sociais da entidade e do radioamadorismo em geral; e

XIII. o serviço assistencial, desinteressado, à coletividade sempre que a situação o exigir ou as autoridades o solicitar.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Radioamadorismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.