Lillet

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde Janeiro de 2009).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.

O Lillet é um aperitivo licoroso à base de vinhos rigorosamente seleccionados (85%) e licores de frutos (15%) obtidos após vários meses de maceração no álcool de frutos (laranjas doces do Sul da Espanha, laranjas amargas de Haiti, laranjas verdes de Marrocos ou da Tunísia, quinquina do Peru). É estagiado de maneira tradicional: em barris de carvalho.

A sociedade Lillet Frères (fabricantes de licores e negociantes em vinhos e bebidas espirituosas) foi fundada em Podensac, na Gironde em 1872. O Lillet nasce em 1887. A ideia de associar vinhos de Bordéus e plantas ou frutos exóticos vem do pai Kermann, médico emigrado para o Brasil na época de Louis XVI e regressado para instalar-se em Bordéus onde produz então licores e fortificantes principalmente à base de quinquina. Bordéus é então um dos principais lugares de negócio do vinho e principal porto francês de partida para as Antilhas.

Em 1946, conhece o sucesso nos Estados Unidos graças ao negociante de New-York Michel Dreyfus.

Em 1950 a duquesa de Windsor, grande apreciadora de Lillet, introduz Lillet na alta sociedade parisiense e londrina. Pedia sistematicamente Lillet nos hotéis onde descia. Dizia-se que viajava sempre com uma garrafa de Lillet com ela.

O mercado americano adopta o Lillet nos anos 50: é a bebida "fashion" de New York; a referência Lillet Tinto é desenvolvida noutro lugar por Pierre Lillet em 1962 especialmente para os EUA.

En 2006 , durante o spectaculo de Broadway, Everything Bad and Beautiful, Sandra Bernhard bebeu um trago de Lillet e disse: "Mmmm. Lillet. C'est exquis."

No romance Hannibal, Hannibal Lecter bebe "Lillet com uma rodela de laranja e gelo" que servirá mais tarde a Clarice Starling.

Lillet é primeiro um vinho de aperitivo por excelência: muito frio, sobre gelo com uma fatia de laranja, de limão ou de limão verde, acompanhado de tostas com salmão, com tapenade... Lillet serve-se sempre gelado: 6 a 8°C. É necessário conservar no frigorífico!

Em Casino Royale e em Quantum of Solace, James Bond inventa e pede um Kina Lillet, cocktail que ele nomeia [Vesper] e que segue exactamente a receita escrita por Ian Fleming em Casino Royale, romance que antecipou o filme. Ele pede ao barman: "3 doses de Gordon, 1 de vodka, 1/2 de KINA LILLET."

Os conhecedores tomam prazer a declinar o Vesper adicionando um toque pessoal. Como apreciado pelo agente secreto da Sua Majestade, é também notável em cocktail.

Um exemplo de receita delicada: o Lillet Mojito: 1 voo de Lillet branco, 3 ramos de folhas de hortelã verde, açúcar de cana, sumo de limão ou de limão verde.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]