Lincoln Wolfenstein

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Lincoln Wolfenstein
Física de partículas
Nacionalidade Estados Unidos Estadunidense
Nascimento 10 de fevereiro de 1923 (91 anos)
Local Cleveland
Atividade
Campo(s) Física de partículas
Instituições Universidade Carnegie Mellon
Alma mater Universidade de Chicago
Tese 1949: Theory of Proposed Reactions Involving Polarized Protons
Orientador(es) Edward Teller
Prêmio(s) Prêmio Sakurai (1992)

Lincoln Wolfenstein (Cleveland, 10 de fevereiro de 1923)[1] [2] é um físico estadunidense.

Especialista em física de partículas, estuda a interação fraca. Wolfenstein nasceu em 1923 e obteve o doutorado em 1949 na Universidade de Chicago.[3] Aposentou-se na Universidade Carnegie Mellon em 2000, após ter sido membro da faculdade durante 52 anos, mas ainda leciona lá ocasionalmente. Apesar de ter-se retirado, continua a ir trabalhar quase todos os dias.

Wolfenstein é um fenomenologista de partículas, um teorista que foca primariamente na conecção da física teórica com observações experimentais. Em 1978 ele observou que a presença de elétrons na matéria da terra e do sol pode afetar a propagação de neutrinos. Este trabalho levou ao eventual entendimento do efeito Mikheyev-Smirnov-Wolfenstein (efeito MSW), que age melhorando a oscilação de neutrinos na matéria. Wolfenstein recebeu em 2005 o Prêmio Bruno Pontecorvo do Conselho Científico do Instituto Unificado de Pesquisa Nuclear (Joint Institute for Nuclear Research - JINR), por seu trabalho pioneiro sobre o efeito MSW.

Em 1992 Wolfenstein foi laureado com o Prêmio Sakurai da American Physical Society, "por suas diversas contribuições à teoria das interações fracas, particularmente a violação da simetria CP e as propriedades dos neutrinos".[4] [5]

Referências

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) físico(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.