Linguagem de controlo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde Março de 2010).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Linguagem de controlo AS/400
Paradigma Imperativo
Criado por IBM
Influenciada por Job Control Language
Influenciou Windows PowerShell

CL - Control Language, Linguagem de controlo. É um conjunto de comandos que servem para operar e configurar o sistema. CL400 ou CL/ILE, é também uma linguagem de programação própria do AS400. Usualmente é através desta linguagem que se fazem correr os programas, tenham sido feitos em que linguagem for. Serve esta, para passar parâmetros, de programa a programa ou vindos de Menu ou de ficheiros de ecran. Serve também para seleccionar e/ou ordenar registos de bases de dados, para tratamento em programas e chamar os programas. Por conseguinte poderá ser a base ou "esqueleto" de uma aplicação. Podem-se usar comandos de CL de dentro de um programa de CL/ILE.

AS/400 CL[editar | editar código-fonte]

É uma linguagem de scripts para a plataforma AS/400 da IBM, que consiste num sempre em expansão conjunto de comandos de objectos (*CMD) utilizados para invocar programas tradicionais ou/e obter informações. Pode igualmente ser usado para criar programas de CL (congruentes com shell scripts) onde existem comandos adicionais que providenciam funcionalidades típicas das linguagens de programação (GOTO, IF/ELSE, a declaração de variáveis é obrigatória,etc).

A vasta maioria dos comandos do AS/400 foram escritos pelos programadores da IBM para a execução de tarefas ao nível do sistema, tais como a compilação de programas, backup de dados, alteração de configurações do sistema, visualizar detalhes de objectos do sistema, ou eliminá-los. Os comandos não estão limitados a funções do sistema e também podem ser utilizados a nível de usuário de aplicações.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Informática é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.