Linha Bloor-Danforth

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A linha Bloor-Danforth é uma das quatro linhas de metrô de Toronto, possuindo 31 estações e 26,2 quilômetros de comprimento, correndo em sua maior parte ao longo da Bloor Street e da Danforth Avenue. É também chamada dentro do TTC como Route 2.

História[editar | editar código-fonte]

Durante a década de 1950, após a inauguração da primeira linha Yonge de metrô da cidade, o TTC, que queria a construção de uma segunda linha de metrô correndo em um sentido leste-oeste, passou a pressionar pela construção de uma linha ao longo da Queen Street, então uma das vias públicas mais movimentadas da cidade, e um dos corações financeiros de Toronto. Porém, o crescente congestionamento na linha de bonde correndo ao longo da Bloor Street e da Danforth Avenue fez com que Toronto e seus subúrbios a oeste, Etobicoke, e a leste, East York e Scarborough, passassem a forçar o TTC a fazer com que a linha corresse ao longo destas vias públicas. Como a cidade pagaria por boa parte da construção da linha, o TTC foi forçado a concordar.

Em 1966, o Toronto Transit Comission inaugurou a segunda linha de metrô de Toronto, correndo primariamente ao longo da Bloor Street e da Danforth Avenue, em um sentido leste-oeste, com términos em Keele, a oeste, e Woodbine, a leste. A construção da linha foi possível graças à existência de uma ferrovia embaixo do Prince Edward Viaduct. A linha foi rapidamente estendida para Islington, a oeste, e Warden, a leste, em 1968. A linha seria estendida em 1980, com uma estação sendo adicionada em cada sentido, Kipling a oeste e Kennedy a leste.

Possíveis expansões da linha incluem uma em direção ao oeste, rumo a Sherway Gardens, e outra rumo a leste, em direção a Scarborough Centre. Porém, estas expansões não são vistas com prioridade pelo TTC, e são improváveis a curto ou médio prazo.

Estações[editar | editar código-fonte]

Nome Inaugurada em Conexões*
Linha Bloor-Danforth
Kipling
Wheelchair symbol.svg
1980 10 linhas de superfície, GO Transit
Islington 1968 3 linhas de superfície, Mississauga Transit
Royal York 1968 4 linhas de superfície
Old Mill 1968 1 linha de superfície (T)
Jane
Wheelchair symbol.svg
1968 3 linhas de superfície (T)
Runnymede 1968 3 linhas de superfície (T)
High Park 1968 1 linha de superfície (T)
Keele 1966 3 linhas de superfície
Dundas West
Wheelchair symbol.svg
1966 4 linhas de superfície, GO Transit
Lansdowne 1966 1 linha de superfície (T)
Dufferin 1966 1 linha de superfície (T)
Ossington 1966 3 linhas de superfície
Christie 1966 1 linha de superfície (T)
Bathurst
Wheelchair symbol.svg
1966 2 linhas de superfície
Spadina
Wheelchair symbol.svg
1966 1 linha de superfície, Linha Yonge-University-Spadina
St. George
Wheelchair symbol.svg
1966 1 linha de superfície, Linha Yonge-University Spadina
Bay 1966 1 linha de superfície (T)
Bloor-Yonge
Wheelchair symbol.svg
1966 1 linha de superfície (T), Linha Yonge-University Spadina
Sherbourne 1966 1 linha de superfície (T)
Castle Frank 1966 2 linhas de superfície
Broadview
Wheelchair symbol.svg
1966 6 linhas de superfície
Chester 1966 Não possui
Pape 1966 3 linhas de superfície
Donlands 1966 2 linhas de superfície
Greenwood 1966 1 linha de superfície
Coxwell 1966 2 linhas de superfície
Woodbine 1966 2 linhas de superfície
Main Street Wheelchair symbol.svg 1968 8 linhas de superfície, GO Transit
Victoria Park 1968 4 linhas de superfície
Warden 1968 8 linhas de superfície
Kennedy
Wheelchair symbol.svg
1980 10 linhas de superfície, Scarborough RT,
GO Transit

* - Em estações marcadas com (T), passageiros conectando entre rota de superfície com o metrô e vice-versa (ou entre diferentes rotas de superfície) pagando tarifa única precisam de um transfer. Linhas de superície (ônibus e bondes) são aquelas administradas apenas pelo TTC.

Todas as estações da linha Bloor-Danforth do metrô de Toronto recebem o nome da rua norte-sul onde a estação se localiza. A maioria das ruas que nomeiam as estações da linha Bloor-Danforth são ruas arteriais. As exceções são Old Mill, Castle Frank e Chester, cujas ruas de mesmo nome são ruas locais de menor importância. Chester é a única estação de metrô da cidade que não é cortada por uma linha de superfície.

Main Street, localizada na Main Street (Rua Principal) tem este nome (ao invés de simplesmente Main) para evitar uma possível confusão, a de que a estação seria a principal do sistema de metrô da linha ou mesmo da cidade.

Kipling, Islington, Jane, Keele, Dufferin, Bathurst, Spadina, St. George, Bay, Pape, Main Street, Warden e Kipling são as estações mais movimentadas da linha Bloor-Danforth. Chester e Castle Frank estão entre as estações menos movimentadas do metrô de Toronto.