Linha de árvores

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Linha das árvores)
Ir para: navegação, pesquisa

Linha de árvores, é a designação dada à linha imaginária para além da qual as condições ecológicas não permitem o crescimento de árvores. A linha de árvores surge nas montanhas, marcando, para cada latitude e condição climática, o limite de altitude máximo de expansão das árvores, e em torno das regiões circumpolares, marcando a latitude mais elevada que é atingida pelas florestas.

Exemplos[editar | editar código-fonte]

A Linha de Árvores clássica (Coníferas) é definida como a 10 °C - Isoterma da temperatura média mensal do mês mais quente.[1] Esta definição tentou-se melhorar; Otto Nordenskiöld, por exemplo, usou a seguinte formula para a linha das árvores: W = 9 − 0.1 C, sendo W a temperatura média "equivalente" do mês mais quente e C a temperatura média do mês mais frio, ambos em graus Celsius (assim, a linha das árvores seria em W igual 11 °C, se C fosse -20 °C). De uma certa forma a linha das árvores clássica reflete a faixa em que as folhas das árvores (arbustos) se queimam frequentemente no sol de verão porque o solo ainda não fornece água suficiente à árvore, pois ele ainda está congelado (Permafrost), ou seja a sombra fria de uma árvore manteria o solo congelado, deixando-a morrer de sede.

Pinus balfouriana, Pinus aristata, Pinus peuce, Pinus albicaulis, Pinus cembra, Pinus mugo, Larix decidua, Betula pubescens subsp. tortuosa, Nothofagus antarctica ocupam a Linha das Árvores, as Coníferas dominam. Alguns exemplos:

  • Kilimandjaro, Tanzânia, 3°S, 3,000 m
  • Himalaya, 28°N, 4,400 m
  • Alpes japoneses, 39°N, 2,900 m
  • Alpes suíços, Lado Norte, 46° N, 2,100 m
  • Alpes suíços, Lado Sul, 46° N, 2,300 m
  • Alpes alemãos, 47°30'N, 1,800 m
  • Lappland Sueco, 68°N, 750 m
  • Argentina, Terra do Fogo, 54°S, 300 m
  • Costa Rica, 9°30'N, 3,400 m
  • USA, Hawaii, 20°N, 2,800 m, acima dos ventos Passat
  • USA, Yosemite, Sierra Nevada, Lado Oeste, 38°N, 3,200 m
  • USA, Yosemite, Sierra Nevada, Lado Leste, 38°N, 3,600 m
  • USA, Wyoming, 43°N, 3,000 m
  • México, Planato Central, 20°N, 4,000 m

Tipos de linha de árvores[editar | editar código-fonte]

  • Clássica: A Alpina, a Antártica e a Ártica estão por volta da isoterma da temperatura média anual de 10 °C. Onde existe permafrost ou onde não existem Coníferas, a temperatura é um pouco mais alta. Ruminantes também influenciam a Linha das árvores.
  • Deserto: A linha das árvores é limitada pelo suprimento de água.
  • Exposição: Os ventos fortes intensificam o efeito da temperatura.
  • Outros: Outros efeitos, como, água, sal, calor, metais tóxicos, poluição etc... A raiz de uma árvore necessita de ar, mas no mangue e no pântano existem espécies adaptadas.

Galeria[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Blümel 1999, Schultz 1995: 172

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • S. F. Arno, R. P. Hammerly: Timberline. Mountain and Arctic Forest Frontiers. The Mountaineers, Seattle, 1984, ISBN 0-89886-085-7.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

  • Frank Hagedorn, Andreas Rigling, Peter Bebi: Die Waldgrenze Os Alpes 9/2006
Ícone de esboço Este artigo sobre ecologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.