Linha de sucessão ao trono britânico

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Família real britânica
Casa de Windsor
Badge of the House of Windsor.svg

SM a Rainha
SAR o Duque de Edimburgo


A Linha de sucessão ao trono britânico é uma lista das pessoas em linha para suceder o trono britânico. Desde a Reunião da Comunidade Britânica ocorrida na Austrália em 28 de outubro de 2011, com a presença de Sua Majestade a Rainha Elizabeth II, mudanças foram feitas:

  • Uma pessoa sempre é sucedida na linha por seus descendentes legítimos. A data de nascimento e o gênero importam: filhos mais velhos vêm antes de filhos mais novos. E os filhos, independentemente da idade, sempre vêm antes das filhas. (Modificado em 28 de outubro de 2011, o primogênito, seja ele menino ou menina, será o herdeiro presuntivo ao trono- para os descendentes do Príncipe Charles).
  • Qualquer pessoa que for católico, se tornar católico ou se casar com uma pessoa católica é permanentemente excluída da lista.[1] (Modificado em 28 de outubro de 2011, onde agora um membro da família real não será excluído da linha ao se casar com católico- para os descendentes do Príncipe Charles).
  • Uma pessoa nascida de pais que não eram casados na data do nascimento não é incluída na lista. O possível casamento subseqüente dos pais não altera isso.[2]


Linha de sucessão[editar | editar código-fonte]

Rainha Isabel II: atual monarca.
Carlos, Príncipe de Gales: 1º na linha de sucessão ao trono
Guilherme, Duque de Cambridge: 2º na linha de sucessão ao trono

Referências