Linha de visada

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Linha de visada de uma antena situada a um altura h (m).
Alcance máximo de um enlace em propagação direta por linha de visada, sendo as antenas de alturas h1 e h2.

Linha de visada é uma linha imaginária que une dois objetos sem interceptar obstáculos de modo que uma pessoa na posição de um dos objetos possa ver o outro. Na prática de tiro, linha de visada é aquela formada entre a alça de mira, a massa de mira e o alvo. No caso de propagação de ondas de rádio (especialmente em VHF), a linha de visada direta fornece uma estimação do alcance do enlace de rádio. O alcance de um enlace em linha de visada (propagação direta) com duas antenas de alturas (expressas em metros) h1 e h2, respectivamente, é dado aproximadamente por:

d \approx 4\sqrt{h_1}+ 4\sqrt{h_2}, sendo d expressa em km 1 .

As duas figuras anexas ilustram como obter o resultado partindo de simples relações trigonométricas. Observando o triângulo retângulo da primeira figura, chega-se a relação: (R+h)2=R2+h2, sendo R=6,38.106 o raio aproximado da Terra, expresso em metros. Daí, chega-se a d \approx \sqrt{2R}.\sqrt{h} sendo h a altura da antena (em metros), pois h<<R. Como aproximação de engenharia, assume-se d \approx 4.\sqrt{h}. No caso da segunda figura, com duas antenas em linha de visada, usa-se o mesmo argumento para cada lado. Supõe-se que o ponto de tangência na superfície da Terra é exatamente o mesmo de modo a garantir a comunicação em visada direta (alcance máximo). Isto resulta na adição das duas distâncias, expressando o resultado em termos das alturas das duas antenas do enlace.

Referências

  1. Nascimento, J. do,. Telecomunicações. [S.l.]: Makron Books/McGraw-Hill, 1992. 542 p.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]